Publicidade

Afundamento em Maceió: solo segue cedendo em ritmo lento

Capital de Alagoas continua em alerta máximo por risco iminente de colapso de mina de extração de sal-gema

Afundamento em Maceió: solo segue cedendo em ritmo lento
imóvel com pixo escrito: fora braskem
Publicidade

A Defesa Civil de Maceió informou que, neste domingo (3.dez), chegou a 1,69 m o afundamento na área da mina 18 da Braskem, no bairro do Mutange. Segundo o último boletim do órgão, divulgado às 9h, o solo está cedendo em uma média de velocidade de 0,7cm por hora. Em 24h, o terreno se movimentou por mais 10,8 cm.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

+ O que está acontecendo em Maceió? Entenda o que provoca o afundamento de bairros inteiros

A cidade permanece em alerta máximo, devido ao risco iminente de colapso da mina, que está na região do antigo campo do time de futebol CSA (Centro Sportivo Alagoano).

A recomendação da Defesa Civil é de que a população não circule pela área desocupada, enquanto medidas de controle e monitoramento são aplicadas para reduzir o perigo.

Tremor no sábado

Na madrugada de sábado (2.dez), foi registrado um tremor de magnitude 0,89 a cerca de 300 metros de profundidade na mina 18 da Braskem.

A Braskem, empresa responsável pela mina que pode colapsar, informou que todas as áreas de risco do município definidas pela Defesa Civil foram totalmente desocupadas. 

"Os moradores de 23 imóveis que ainda resistiam em permanecer nessa área de risco foram realocados pela Defesa Civil, por determinação judicial", informou a multinacional.

O que está acontecendo em Maceió?

O problema, que começou em 2018, já obrigou o deslocamento de mais de 55 mil moradores de pelo menos cinco bairros. Isso porque, parte do subsolo de Maceió foi perfurado pela petroquímica Braskem para a extração de sal-gema, um mineral usado na fabricação de cloro, soda cáustica e bicarbonato de sódio, mas que também serve de componente para a indústria farmacêutica, de higiene e limpeza, de celulose e têxtil, assim como no tratamento de água.

Após o surgimento dos primeiros sinais de colapso do solo, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), órgão ligado ao governo federal, apontou que a exploração de sal-gema em uma região onde existiam falhas geológicas provocaram a instabilidade no solo.

A Braskem informou, por meio de nota, que "continua tomando todas as medidas cabíveis para minimização do impacto de possíveis ocorrências" e segue colaborando com as autoridades competentes.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
sbt
noticias
brasil
mina
alagoas
maceio
braskem
afundamento
solo
defesa civil
colapso
terreno
tremor
extração
sal-gema

Últimas notícias

Assalto com granada deixa dois feridos em Copacabana, no Rio

Assalto com granada deixa dois feridos em Copacabana, no Rio

Bandido que estava com o explosivo conseguiu fugir; vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal Miguel Couto
Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

O jogador de hóquei Matt Dawson quebrou o dedo semanas antes do início dos Jogos Olímpicos
SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

Pets foram castrados e receberam tratamento após as enchentes
Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Reuniões são necessárias para que legendas e federações possam lançar políticos na disputa e seguem calendário oficial da Justiça Eleitoral
Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Polícia Civil ainda apura as circunstâncias da morte da jovem de 26 anos na zona rural da cidade de Nova Mutum
Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Hospital Sírio-Libanês diz que parceiro que faz o serviço enfrentou instabilidade no sistema e coleta foi interrompida; outras unidades funcionam normalmente
"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

Vitor Soares disse que o acidente aconteceu "muito rápido" e "não teve como reagir"
Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Órgão máximo da ONU deu parecer consultivo sobre a legalidade da ocupação israelense de 57 anos de Jerusalém Oriental e Cisjordânia ocupada
"Eles que elejam o presidente que quiserem", diz Lula sobre eleições na Venezuela

"Eles que elejam o presidente que quiserem", diz Lula sobre eleições na Venezuela

Para o presidente da República, disputas eleitorais não interferem em julgamento dele sobre relações entre países
Censo aponta que 90% dos quilombolas sofrem com a falta de saneamento básico adequado

Censo aponta que 90% dos quilombolas sofrem com a falta de saneamento básico adequado

Quase 30% não possuem nem abastecimento de água, destinação do esgoto ou coleta de lixo, diz IBGE
Publicidade
Publicidade