Publicidade

Eleições 2024: Boulos faz caravanas por SP e lança movimento para ouvir paulistanos

Deputado federal é o pré-candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo; presidente Lula apoia o líder do MTST

Eleições 2024: Boulos faz caravanas por SP e lança movimento para ouvir paulistanos
boulos
Publicidade

O deputado federal e pré-candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL) lançou um movimento para ouvir as críticas e as sugestões dos cidadãos paulistanos para a cidade, o SalveSP. Na 6ª feira (15.set), o site do projeto publicou um vídeo em que é possível ouvir um narrador dizendo: "Salve, São Paulo. É com você que a gente quer falar. Você que ama essa cidade e não está feliz com o que ela te oferece. Você que quer mudança, que quer São Paulo melhor".

Dias atrás, Boulos já havia conversado com o SBT News sobre uma das propostas lançadas pelo Movimento SalveSP: caravanas pelas subprefeituras da cidade, para escutar os moradores de cada região. A próxima parada do psolista será neste sábado (16.set), às 15h, no Capão Redondo.

"Nós vamos rodar as 32 subprefeituras de São Paulo escutando as pessoas, ouvindo os moradores de cada região, lideranças religiosas, comerciantes, empresários, enfim, ouvindo o povo de todas as regiões de São Paulo. Vamos rodar São Paulo escutando as demandas das pessoas", disse ele.

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), que se filiou ao PSOL em março de 2018, é a esperança da esquerda paulista de conseguir voltar à Prefeitura de São Paulo. O último prefeito da capital ligado a esse campo político foi Fernando Haddad (PT), que ocupou o prédio do Viaduto do Chá de 2013 a 2016.

Aos 41 anos, Boulos não chega a essa campanha como uma novidade. Em 2020, em uma chapa que contava com a ex-prefeita e atual deputada federal Luiza Erundina (PSOL) como vice, ele disputou o 2º turno das eleições contra Bruno Covas (PSDB) e obteve 40,62% dos votos válidos. Mas dessa vez ele chegará ao pleito com um reforço de peso entre seus cabos eleitorais: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente da República.

Lula e Guilherme Boulos | Ricardo Stuckert/PR

Chamado de "maior liderança popular do país" por Boulos, Lula deve, segundo ele, "se envolver na campanha, estar junto, construindo um outro projeto para São Paulo".

O acordo de apoio de Lula a Boulos foi costurado ainda durante as eleições presidenciais de 2022, quando o petista buscava formar uma frente ampla para derrotar o bolsonarismo. No início de agosto, apesar de uma ala do partido ser contra, o PT oficializou o apoio à candidatura do líder do MTST durante um congresso partidário. Será a primeira vez na história em que o Partido dos Trabalhadores não vai lançar uma candidatura própria na capital paulista.

Alexandre Padilha, ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, reforçou o compromisso do PT com a campanha do psolista em entrevista ao SBT News.

"O Guilherme Boulos é um deputado federal que tem se mostrado cada vez mais, tá muito preparado para governar uma cidade como São Paulo e o PT, que é o meu partido e é o partido do presidente Lula, tem um compromisso com a candidatura dele", afirmou.

No PSOL, o nome de Boulos também não era uma unanimidade. Desde sua filiação, setores do partido questionam a forma atropelada com que essa aproximação aconteceu, sem respeito a uma chamada "democracia interna". Um dos nomes a questionar o processo foi Sâmia Bomfim, também deputada federal pelo PSOL de São Paulo.

As discordâncias entre os dois ficaram mais explícitas em dezembro de 2022, quando o partido decidia se integraria ou não o governo Lula. A independência do partido, defendida por Sâmia, acabou sendo aprovada na resolução votada tanto pelo grupo da deputada quanto pelo de Boulos.

Na plenária que antecedeu ao Congresso Nacional do PSOL, que acontece dos dias 29/09 a 01/10, as divergências entre os grupos liderados por Boulos e Sâmia ficaram ainda mais claras. Os dois defendem teses diferentes para o partido. O grupo de Boulos, que tem a chancela do presidente do PSOL, Juliano Medeiros, ganhou essa de lavada: com cerca de 75% dos votos, a tese ganhadora em São Paulo foi a que defende um 'PSOL popular, democrático e de todas as lutas'.

Questionado sobre divergências internas, Boulos negou. "Não existe nenhuma divergência não, temos uma posição unitária, de consenso, em relação a nossa pré-candidatura".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
sbt
noticias
eleições
2024
prefeitura
sp
são paulo
candidato
pré-candidato
guilherme boulos
boulos
lula
psol
pt
apoio
alexandre padilha
prefeito
corrida
eleitoral
esquerda
samia bomfim

Últimas notícias

Imagens mostram acidente de Thommy Schiavo, ator de Pantanal, em sacada de Cuiabá

Imagens mostram acidente de Thommy Schiavo, ator de Pantanal, em sacada de Cuiabá

Circuito de segurança foi obtido com exclusividade pela equipe de reportagem do MT Play, portal de notícias SBT Cuiabá
Polícia Federal apreende 77 kg de droga em embarcação comercial de passageiros no AM

Polícia Federal apreende 77 kg de droga em embarcação comercial de passageiros no AM

Entorpecente estava com uma mulher, que foi presa em flagrante e está à disposição da Justiça
Policial é baleado de raspão na cabeça após reagir a assalto no Rio

Policial é baleado de raspão na cabeça após reagir a assalto no Rio

Uma guarda municipal, de 53 anos, ficou ferida, mas já recebeu alta do Hospital Municipal Souza Aguiar
Serviço Secreto dos EUA diz que negou pedidos de Trump para mais segurança

Serviço Secreto dos EUA diz que negou pedidos de Trump para mais segurança

Segundo porta-voz, os pedidos negados não eram especificamente para o comício em que o político sofreu uma tentativa de assassinato no dia 13 de julho
Policiais usam helicóptero para perseguir criminoso que roubou caminhão em São Paulo

Policiais usam helicóptero para perseguir criminoso que roubou caminhão em São Paulo

Homem foi preso e o caminhão apreendido; caso aconteceu em Indaiatuba, na última sexta-feira (19)
Adultos entre 35 e 54 anos causam mais acidentes embriagados ao volante, diz pesquisa

Adultos entre 35 e 54 anos causam mais acidentes embriagados ao volante, diz pesquisa

Em seguida, aparecem as pessoas com 18 a 34 anos, representando 33% das colisões com uso de álcool ou entorpecentes
Brasil recebeu 3,6 milhões de turistas internacionais no primeiro semestre, diz ministério

Brasil recebeu 3,6 milhões de turistas internacionais no primeiro semestre, diz ministério

Número representa um crescimento de 9,7% em comparação com o registrado no mesmo período de 2023
Barreiras sanitárias são instaladas para evitar avanço da doença de Newcastle no RS

Barreiras sanitárias são instaladas para evitar avanço da doença de Newcastle no RS

Governo também decretou emergência zoossanitária no estado gaúcho por 90 dias
Brasília lidera ranking de capitais com melhor qualidade de vida

Brasília lidera ranking de capitais com melhor qualidade de vida

O que mais contou para o resultado foi o número de praças, parques e áreas verdes que existem na capital federal
Polícia Federal prende estrangeiro por tráfico internacional de drogas em aeroporto no RN

Polícia Federal prende estrangeiro por tráfico internacional de drogas em aeroporto no RN

Homem tcheco transportava cocaína em mala, que estaria levando para Paris
Publicidade
Publicidade