Publicidade

Ricardo Salles desiste de concorrer à prefeitura de São Paulo

Segundo político, sua candidatura foi "boicotada" por integrantes do Partido Liberal

Ricardo Salles desiste de concorrer à prefeitura de São Paulo
Ricardo Salles ao lado de Jair Bolsonaro (Marcos Corrêa/PR)
Publicidade

O deputado federal Ricardo Salles (PL-SP), ex-ministro do Meio Ambiente, desistiu de concorrer à prefeitura de São Paulo nas eleições de 2024. Segundo ele, teve sua candidatura "boicotada" por integrantes do Partido Liberal, incluindo o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

As declarações foram dadas em entrevisa à Jovem Pan News, nesta 2ª feira (5.jun). O político disse que vinha lutando para ser indicado pelo PL para concorrer à prefeitura da capital paulista porque o Partido Liberal, a direita e os bolsonaristas saíram do pleito de 2022 "com grande capital político".

Entretanto, acrescentou na entrevista, "estava recebendo ao longo dos últimos 40 dias uma série de sinais de que o PL ou a liderança do PL, o presidente Valdemar, queria ou preferia o nome do Ricardo Nunes [MDB]". "Até aí é uma escolha dele, só que isso não foi discutido comigo em nenhum momento. Em nenhum momento me chamou para discutir esse assunto. Para falar 'olha, vamos pensar numa estratégia assim, assim, assado'. Ele tem todo o direito de preferir o Ricardo Nunes, até porque, como eu disse, ele tem participação no governo municipal".

Salles disse ainda que o atual prefeito de São Paulo não é conhecido por "ninguém" e que a prefeitura está "mal avaliada", e, portanto, "não tem sentido o PL, depois de ter saído das eleições de 22 como o maior partido do pleito, se comportar com relação à candidatura do outro como uma sigla de aluguel".

De acordo com o deputado federal, está fora de cogitação compor chapa com o atual chefe do Executivo municipal. "Eu não me misturo com gente que eu não concordo, com gente cujas atitudes não estão alinhadas com os meus princípios, os meus valores. O Nunes não apoiou o Bolsonaro em 2022. Deu uma declaração ao estado de São Paulo dizendo que não seria e não queria ser o candidato da direita".

Salles falou não estar pensando neste momento sair como candidato a prefeituro paulistano por outra legenda. "Até vários partidos conversaram comigo e tudo, mas eu me elegi pelo PL", pontuou.

Ele ressaltou que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não tem culpa pela desistência da candidatura: "Ele está sendo meio que encurralado. De um lado, a turma fisiológica da velha política, os raposões, de outro, os melancias, que a gente já sabe o que são, a turma espremendo o Bolsonaro, ele fica meio de mãos atadas. A culpa não é do Bolsonaro".

Conforme o deputado, sua candidatura à prefeitura seria a "da direita" e, com o boicote, a "visão fisiológica e de centrão prevaleceu". Para Salles, o deputado federal Guilherme Boulos (Psol-SP) "vai engolir" Ricardo Nunes se concorrer. "O Boulos fala muito melhor, tem muito mais postura".

No início do mês passado, pesquisa do Instituto Paraná mostou o político do Psol liderando a corrida ao Edifício Matarazzo, com 31,5% das intenções de voto, contra 17,8% e 10,9% de Salles.

Veja também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
brasil
política
congresso
prefeitura
eleicoes
são paulo
ricardo salles
candidatura
desistência
jair bolsonaro
ricardo nunes
guilherme boulos
guilherme-resck

Últimas notícias

Polícia Federal apreende 77 kg de droga em embarcação comercial de passageiros no AM

Polícia Federal apreende 77 kg de droga em embarcação comercial de passageiros no AM

Entorpecente estava com uma mulher, que foi presa em flagrante e está à disposição da Justiça
Policial é baleado de raspão na cabeça após reagir a assalto no Rio

Policial é baleado de raspão na cabeça após reagir a assalto no Rio

Uma guarda municipal, de 53 anos, ficou ferida, mas já recebeu alta do Hospital Municipal Souza Aguiar
Serviço Secreto dos EUA diz que negou pedidos de Trump para mais segurança

Serviço Secreto dos EUA diz que negou pedidos de Trump para mais segurança

Segundo porta-voz, os pedidos negados não eram especificamente para o comício em que o político sofreu uma tentativa de assassinato no dia 13 de julho
Policiais usam helicóptero para perseguir criminoso que roubou caminhão em São Paulo

Policiais usam helicóptero para perseguir criminoso que roubou caminhão em São Paulo

Homem foi preso e o caminhão apreendido; caso aconteceu em Indaiatuba, na última sexta-feira (19)
Adultos entre 35 e 54 anos causam mais acidentes embriagados ao volante, diz pesquisa

Adultos entre 35 e 54 anos causam mais acidentes embriagados ao volante, diz pesquisa

Em seguida, aparecem as pessoas com 18 a 34 anos, representando 33% das colisões com uso de álcool ou entorpecentes
Brasil recebeu 3,6 milhões de turistas internacionais no primeiro semestre, diz ministério

Brasil recebeu 3,6 milhões de turistas internacionais no primeiro semestre, diz ministério

Número representa um crescimento de 9,7% em comparação com o registrado no mesmo período de 2023
Barreiras sanitárias são instaladas para evitar avanço da doença de Newcastle no RS

Barreiras sanitárias são instaladas para evitar avanço da doença de Newcastle no RS

Governo também decretou emergência zoossanitária no estado gaúcho por 90 dias
Brasília lidera ranking de capitais com melhor qualidade de vida

Brasília lidera ranking de capitais com melhor qualidade de vida

O que mais contou para o resultado foi o número de praças, parques e áreas verdes que existem na capital federal
Polícia Federal prende estrangeiro por tráfico internacional de drogas em aeroporto no RN

Polícia Federal prende estrangeiro por tráfico internacional de drogas em aeroporto no RN

Homem tcheco transportava cocaína em mala, que estaria levando para Paris
Após toque de recolher e ordem para atirar em manifestantes, Justiça acata protestos em Bangladesh

Após toque de recolher e ordem para atirar em manifestantes, Justiça acata protestos em Bangladesh

Com as manifestações, premiê Sheik Hasina precisou cancelar a viagem que faria ao Brasil na próxima semana. Entenda as reivindicações
Publicidade
Publicidade