Publicidade

RJ: educação estadual anuncia greve a partir de 17/05

Professores reivindicam a implementação do piso salarial do magistério

RJ: educação estadual anuncia greve a partir de 17/05
Profissionais da educação em assembleia
Publicidade

Em assembleia realizada nesta 5ª feira (11.mai), no Clube Municipal, professores e profissionais da área administrativa do ensino público do Rio decidiram, com maioria massiva da categoria, uma greve por período indeterminado a partir da próxima 4ª feira (17.mai).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Os profissionais da categoria reivindicam ao governador do estado, Cláudio Castro (PL), a implementação do piso salarial do magistério e dos funcionários administrativos baseado no salário mínimo nacional, de R$ 1.320.

A categoria ainda aprovou a realização de nova assembleia na 5ª (18. mai), no Largo do Machado, zona sul do Rio. Na sequência será realizada um passeata até a sede do governo estadual, no Palácio Guanabara.

Na última 4ª feira (10.mai), o governo apresentou ao Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Estado do Rio de Janeiro (Sepe), através de reunião com a secretária estadual de Educação, Roberta Pontes, um projeto de incorporar o piso nacional do magistério.

Entretanto, o projeto só reajusta os salários que estão abaixo do piso. Conforme a Secretaria Estadual da Educação (Seeduc), apenas 42% dos profissionais ativos e 33% dos aposentados receberiam o reajuste, que no caso seria uma forma de abono.

Além disso, o plano não reajustaria salários de funcionários do setor administrativo como merendeiras, agentes e porteiros.

"A Secretaria de Estado de Educação enfatiza que o aumento concedido pelo governo é o pagamento do piso nacional no vencimento base para todos os cargos e níveis do magistério que não recebem o valor correspondente ao piso nacional de R$ 4.420,55 para professores de 40h. Essa era uma reivindicação antiga da categoria, já que o piso nacional não era pago desde 2015", disse o sindicato, em nota,

Pior salário da categoria

O Rio de Janeiro paga o pior salário mínimo do Brasil para docentes da rede estadual de ensino com piso de R$ 1.588 (18 horas semanais), enquanto o piso nacional é de R$ 4.420 e funcionários administrativos recebem menos que um salário mínimo, em sua maioria.

Leia também

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

brasil
reajuste
professores
salario
rio de janeiro
governo
greve
ensino publico
assembleia
aprovação
sbt
sbtnews
portalnews

Últimas notícias

Amigo de condutor que bateu contra motorista de app admitiu ter bebido

Amigo de condutor que bateu contra motorista de app admitiu ter bebido

SBT teve acesso à câmera corporal do policial que conversou com Felipe Gambeta Malheiro
Após duas semanas internado, carpinteiro atingido por estaca de madeira recebe alta no RJ

Após duas semanas internado, carpinteiro atingido por estaca de madeira recebe alta no RJ

Vitor teve crânio perfurado e foi submetido a procedimento cirúrgico, drenagem de hematoma cerebral e redução de afundamento na cabeça
Número de brasileiros com fome cai para 8,4 milhões, diz ONU

Número de brasileiros com fome cai para 8,4 milhões, diz ONU

Apesar da melhora, Brasil continua no Mapa da Fome, com 39,7 milhões em situação de insegurança alimentar moderada ou grave entre 2021 e 23
Wegovy chega às farmácias brasileiras: saiba preços e as diferenças para o Ozempic

Wegovy chega às farmácias brasileiras: saiba preços e as diferenças para o Ozempic

Considerada uma das "canetas" mais potentes contra a obesidade, inicialmente vai ser distribuída nas "grandes cidades", informa a farmacêutica
Apoio de nomes da cultura pop a Kamala Harris pode impactar disputa com Trump? Veja análise

Apoio de nomes da cultura pop a Kamala Harris pode impactar disputa com Trump? Veja análise

Divas como Charli XCX e música de Beyoncé mobilizam campanha da vice-presidente nas redes sociais; artistas de cinema também endossam ex-senadora
Governo abre licitação para reforçar segurança externa da Penitenciária Federal de Mossoró (RN)

Governo abre licitação para reforçar segurança externa da Penitenciária Federal de Mossoró (RN)

Em fevereiro, local foi palco da primeira fuga de um presídio do Sistema Penitenciário Federal brasileiro da história
Ladrão invade casa enquanto família dormia e se arrepende depois

Ladrão invade casa enquanto família dormia e se arrepende depois

Câmera de segurança filmou assaltante dentro do quarto do casal
TSE diz que Boletim de Urna nas eleições brasileiras é "um relatório totalmente auditável”

TSE diz que Boletim de Urna nas eleições brasileiras é "um relatório totalmente auditável”

Manifestação veio após Maduro contestar, sem provas, fiscalização e segurança do pleito nacional
Justiça do Rio torna rés acusadas de matar empresário com brigadeirão

Justiça do Rio torna rés acusadas de matar empresário com brigadeirão

Suspeitas teriam cometido crime para ficar com bens da vítima
SP: Ladrão agride mulher com socos e chutes para roubar celular

SP: Ladrão agride mulher com socos e chutes para roubar celular

Idoso tenta interferir na agressão e ajudar a vítima
Publicidade
Publicidade