Publicidade

Dez líderes de facções de outros estados foram presos no Rio neste ano

"Não admitimos que bandidos usem o Rio de Janeiro como esconderijo", disse o governador, Cláudio Castro

Dez líderes de facções de outros estados foram presos no Rio neste ano
A polícia e a comunidade do Rio de Janeiro
Publicidade

Forças de segurança do Estado do Rio de Janeiro prenderam só neste ano 10 líderes de facções criminosas de outros estados que estavam escondidos em comunidades fluminenses. A maior parte estava abrigada em comunidades dominadas por quadrilhas de tráfico de drogas. Na tentativa de expandir seus negócios, eles acabaram presos ou neutralizados pela polícia, que tem intensificado a troca de informações, o monitoramento e o trabalho de inteligência.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Esse resultado traz uma mensagem clara: não admitimos que bandidos de outros estados usem o Rio como esconderijo para continuar a praticar crimes. Nossas polícias Civil e Militar têm atuado e vão continuar a atuar de forma integrada e com inteligência para localizar e capturar esses criminosos, onde quer que eles estejam", disse o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.

Em março, durante operação no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, o maior criminoso do Pará foi morto em confronto, assim como outros nove bandidos paraenses. O principal alvo da ação era apontado como responsável por uma série de ataques contra agentes de segurança daquele estado. A quadrilha do traficante também teria participação nos confrontos que atingem comunidades na Zona Oeste do Rio. O criminoso, inclusive, teria orquestrado o assalto ao shopping Village Mall, na Barra da Tijuca, ocasião em que um segurança foi morto.

+ Operação no Complexo do Salgueiro, no Rio, deixa ao menos 13 mortos

Entre os presos, estão o chefe do Comando Vermelho de Fortaleza; o traficante mais procurado de Minas Gerais; dois integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) de Rondônia; um criminoso da alta cúpula do tráfico de Sergipe que estava abrigado na Maré; o líder de uma organização criminosa da Bahia; uma traficante apontada como articuladora de ataques no Rio Grande do Norte, além de um criminoso do mesmo estado também envolvido nos atos terroristas; um dos mais perigosos assaltantes de banco do país, alvo prioritário da Secretaria de Segurança do Paraná; além de um foragido da Justiça do Mato Grosso, líder do Comando Vermelho naquele estado e responsável por fornecer drogas e armas à facção que controla o tráfico de drogas no Complexo da Maré.

"Melhoramos as condições de trabalho dos nossos policiais, aumentamos a tropa nas ruas, adquirimos novos equipamentos e alcançamos reduções históricas nos índices de criminalidade. Temos investido pesado na área para conquistar esses resultados: nada menos que R$ 1 bilhão. Não vou medir esforços para que o Rio seja um lugar mais seguro para se viver, viajar e investir", afirmou o governador.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
tráfico de drogas
rio de janeiro
facções criminosas
tráfico
drogas
polícia
crime
cláudio castro

Últimas notícias

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

Evento contará com mais de 500 opções de pratos, espaço kids e pet friendly; veja programação
Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Presidente disse que não é a favor do procedimento, mas que tema precisa ser tratado como questão de saúde publica
Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Meio de pagamento instantâneo ficou atrás apenas do cartão de crédito; popularidade deve crescer até 2027
Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Federação criticou proposta e disse que tema necessita de ampla discussão prévia
Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Ministro das Comunicações tem apoio do União Brasil com quem Lula deve negociar troca no comando da pasta
Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Aparelho foi recuperado depois do rastreamento do carro usado pelo criminoso
Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Bernardo Alves da Silva estava internado em estado grave desde o começo do mês
Ucrânia chama exigências de Putin de "absurdas" e rejeita plano de cessar-fogo

Ucrânia chama exigências de Putin de "absurdas" e rejeita plano de cessar-fogo

Governo defendeu que presidente russo está tentando “enganar” as potências mundiais para minar os esforços diplomáticos de paz
Kate Middleton faz primeira aparição pública após diagnóstico de câncer

Kate Middleton faz primeira aparição pública após diagnóstico de câncer

Princesa de Gales participou do Trooping the Colour, desfile que comemora o aniversário do rei Charles III
Governo de SP prorroga vacinação contra paralisia infantil até 30 de junho

Governo de SP prorroga vacinação contra paralisia infantil até 30 de junho

Objetivo é imunizar 95% das crianças entre um e quatro anos; aplicação será feita nas UBSs do estado
Publicidade
Publicidade