Publicidade

Bloqueios em rodovias expõem captura da PRF pelo governo Bolsonaro

Policiais criticam inação para desmobilizar bloqueios e falha da inteligência na prevenção de protestos

Bloqueios em rodovias expõem captura da PRF pelo governo Bolsonaro
PRF
Publicidade

A falta de ação preventiva e a demora da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em reagir para desmobilizar os bloqueios realizados por caminhoneiros e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) - candidato à reeleição derrotado -, desde a noite do domingo (30.out), expõem falhas do setor de inteligência da corporação. As paralisações começaram aos poucos, após o resultado das urnas, e no final da tarde desta 2ª feira (31.out) eram 236 bloqueiros em 20 estados do país.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Bolsonaro, durante todo governo, tentou deslocar as polícias do eixo, deslocando do estado para o governo", afirmou o delegado da PF Jorge Pontes, que foi da Interpol. "Tentou na PF, teve algum êxito. Mas no caso da PRF, a tentativa de captura funcionou de maneira mais efetiva, porque ele capturou o chefe, o cabeça."

O diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, virou um importante aliado de Bolsonaro. A PRF informou nesta 2ª, em nota, que acionou a Advocacia-Geral da União (AGU) para conseguir liberar as estradas bloqueadas. "Desde ontem, quando surgiram as primeiras interdições, a PRF direcionou equipes para os locais e iniciou o processo de negociação para a liberação das rodovias priorizando o diálogo para garantir, além do trânsito livre e seguro, o direito de manifestação dos cidadãos", diz a nota. "Como aconteceu em outros protestos."

Pontes afirmou que "fica claro, agora com os bloqueiros dos caminhoneiros, que essa captura da PRF, aparentemente, fragilizou a própria ação de inteligência da Abin e da PRF e que acaba sendo de surpresa nessas ações para reagir". 

O SBT News apurou que a inteligência da PRF havia identificado movimentos pontuais e pequenos e fazia o monitoramento preventivo, desde dominigo, mas durante a madrugada e o início desta 2ª, outros pontos de bloqueios surgiram, saindo do controle.

Os manifestantes, que não são ligados aos sindicatos tradicionais dos caminhoneiros, têm protestado contra o resultado das eleições, em defesa de Bolsonaro. Segundo policiais rodoviários ouvidos, a demora em uma respota da direção-geral da PRF e mesmo do governo, prejudica o poder de ação da corporação. "Há locais em que havia quase 2 mil pessoas em protesto e apenas uma equipe de dois ou três policiais", afirmou um membro da PRF, em reservado.

Segundo ele, a "força de reação da polícia ficou comprometida" com essa demora de agir". "Em alguns desses protestos os manifestantes dizem que estão esperando o pronunciamento do presidente." 

Um delegado da PF ouvido em reservado criticou a falta de ação. "Quando é para subir morro no Rio de Janeiro não pedem licença a ninguém. Agora vem com essa de pedir para a AGU conseguir na Justiça."

Segundo a PRF, os bloqueios foram registrados nos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins,.

Justiça

O Ministério Público Federal (MPF) acionou nesta 2ª feira (31.out) a PRF para que informe quais medias foram adotadas para desmobilizar os bloqueios de caminhoneiros. O diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, foi questionado sobre as providências tomadas para "garantir a manutenção do fluxo nas rodovias federais".

Os ofícios são assinados pela subprocuradora-geral da República Elizeta de Paiva Ramos, coordenadora da Câmara de Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional do Ministério Público Federal (7ª CCR). O prazo para resposta é de 24 horas.

Leia também:

+ Esplanada dos Ministérios é bloqueada antes da chegada de caminhoneiros

+ Caminhoneiros bloquearam estradas em ao menos 20 estados

+ Manifestantes interditam rodovia federal com pneus incendiados em SP

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
eleições 2022
prf
bolsonaro
rodovias

Últimas notícias

Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Ao programa Perspectivas, presidente tucano reclamou do extremismo político no Brasil atualmente
Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Fantasia de presidiário, algema de pelúcia de sex shop e sapatos rasgados estão entre os itens; doações de roupa foram suspensas pelos Correios
Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Presidente diz que fim da isenção seria injusto com pessoas mais pobres e que "bugigangas" vendidas em sites asiáticos não competem com produtos nacionais
Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Projeto de Lei Complementar prevê quarentena de quatro anos para juízes, promotores, policiais e militares que quiserem concorrer em eleições
"Espero que não transformem a tragédia do RS em palanque político", diz Marconi Perillo

"Espero que não transformem a tragédia do RS em palanque político", diz Marconi Perillo

Presidente do PSDB afirmou ao Perspectivas que torce por parceria entre Paulo Pimenta e Eduardo Leite
Caso Anic Herdy: celular foi usado após sumiço

Caso Anic Herdy: celular foi usado após sumiço

Aparelho estava na casa de Lourival Fadiga, polícia crê que advogada sabia de todo o plano
Irmãos gêmeos são presos após sequestrar influenciadora no Rio de Janeiro

Irmãos gêmeos são presos após sequestrar influenciadora no Rio de Janeiro

Dupla foi cercada em um motel na zona oeste, na quarta-feira (22)
PF mira financiadores do 8 de janeiro em cinco estados na 27ª fase da Lesa Pátria

PF mira financiadores do 8 de janeiro em cinco estados na 27ª fase da Lesa Pátria

Na nova etapa, 20 endereços em SP, PR, MT, GO e RO são alvos de buscas e apreensões; dois investigados serão monitorados por tornozeleira eletrônica
PF faz operação contra quadrilha especializada em fraudes contra INSS no Rio

PF faz operação contra quadrilha especializada em fraudes contra INSS no Rio

Agentes cumprem nove mandados de prisão e nove de busca e apreensão de alvos suspeitos de desviar R$ 8 milhões
Personal trainer é preso após afastar biquini de aluna durante atendimento

Personal trainer é preso após afastar biquini de aluna durante atendimento

Homem ainda tocou partes íntimas da vítima; crime de importunação sexual foi registrado em Goiás
Publicidade
Publicidade