Publicidade

"Lugar de racista é na cadeia": protesto apoia humorista Eddy Junior

Elizabeth Morrone foi flagrada xingando humorista em prédio em SP. Manifestantes pedem punição a mulher e filho

"Lugar de racista é na cadeia": protesto apoia humorista Eddy Junior
Mnifestação com sinalizadores acesos
Publicidade

Durante o protesto em apoio ao humorista Eddy Junior e contra a racista Elisabeth Morrone, palavras de ordem contra um crime inafiançável e covarde. A manifestação foi realizada na noite de 5ª feira (21.out) e reuniu dezenas de pessoas e personalidades na frente do edifício, na zona oeste de São Paulo (SP). 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O grupo pedia a punição da criminosa e do filho dela, Marcos Vinícius Morrone, flagrado segurando uma faca na porta do apartamento do humorista em setembro. A mulher foi filmada por Eddy proferindo ofensas racistas, dizendo que não usaria o mesmo elevador que ele, além de xingá-lo. A racista também foi vista, no mês passado, segurando uma garrafa, junto ao filho, em ameaça a Eddy. 

Reprodução/SBT

Frases foram projetadas na parede do prédio e manifestantes carregavam cartazes com palavras de ordem. O grupo pediu mais rigor nas investigações e ordenou: "fora racista!". Moradores do condomínio demonstraram apoio piscando as luzes do apartamento e alguns desceram para protestar com o grupo. 

"Nossa sociedade está doente", diz humorista Paulo Vieira Jr. 

Para o empresário e influenciador Roger Cipó, o crime é inadmissível. "Esse ato é um recado. É inadmissível que esse país não se revolte contra as violências que as pessoas negras sofrem aqui desde a escravização, desde a colonização. E a gente vai brigar pra viver. Foi uma tentativa de homicídio motivada pelo racismo", afirmou.  

"O movimento negro tem força, e daqui para frente vai ser assim. Na hora que tiver algum ato de racismo a gente vai estar lá e vai mostrar para eles que lugar de racista é na cadeia", completou o educador e músico Regis Ferraz O ato também contou com a presença dos advogados Djeff Amadeus e Ewerton Carvalho - "A gente está aqui apenas para que a lei seja cumprida", disse o defensor -, e do humorista Yuri Marçal. 

Reprodução/SBT

"Isso prova como está a nossa sociedade está doente, porque se as pessoas têm a cara de pau de fazer isso com uma pessoa pública, imagina o que eles não fazem com as pessoas comuns", afirmou o humorista Paulo Vieira Jr., que foi ao ato em apoio ao amigo.  

Segundo a defesa de Eddy Junior, um novo boletim de ocorrência foi registrado como difamação, calúnia, injúria e racismo, que é um crime inafiançável. Moradores e funcionários do prédio devem ser ouvidos nos próximos dias. Ainda não há a confirmação de depoimentos da racista e do filho. O humorista saiu do apartamento. 

Além do caso flagrante de racismo, Elizabeth Morrone fez falsas reclamações em e-mails e registros sobre Eddy Junior, analisadas e consideradas improcedentes pelo advogado do condomínio. A criminosa se queixava de supostas situações, como gás cortado, animais e barulhos no apartamento do humorista, mesmo quando Eddy não estava no local. 

VEJA TAMBÉM:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

brasil
protesto
manifestação
ato
apoio
eddy junior
humorista
racismo
racista
vizinha
mulher
elizabeth morrone
filho
ameaça
zona oeste
são paulo
criminosa
sbt
sbt news
portanews
primeiro impacto
airton-salles-junior
bruno-viterbo

Últimas notícias

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Recurso impede que o CPF da pessoa seja incluído de forma indevida em quadro societário de empresas
Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Jaques Wagner deve incluir acordo referente aos municípios no mesmo Projeto de Lei
Chove forte em Porto Alegre nesta quinta-feira

Chove forte em Porto Alegre nesta quinta-feira

Os bairros Menino Jesus e Praia de Belas já começaram a inundar na cidade
Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Microblog da Meta tem parceria com mais de 100 agências de checagens de fatos no mundo
Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Estados Unidos devem anunciar cerca de R$ 1,42 bilhão em novas artilharias e munição para os ucranianos
Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Parecer foi protocolado um dia após a defesa do empresário pedir na Justiça pela revogação da prisão
Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Ao programa Perspectivas, presidente tucano reclamou do extremismo político no Brasil atualmente
Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Fantasia de presidiário, algema de pelúcia de sex shop e sapatos rasgados estão entre os itens; doações de roupa foram suspensas pelos Correios
Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Presidente diz que fim da isenção seria injusto com pessoas mais pobres e que "bugigangas" vendidas em sites asiáticos não competem com produtos nacionais
Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Projeto de Lei Complementar prevê quarentena de quatro anos para juízes, promotores, policiais e militares que quiserem concorrer em eleições
Publicidade
Publicidade