Publicidade

Lula viaja ao Egito nesta terça-feira para reforçar laços com o continente africano

Presidente ficará em Cairo por dois dias e depois seguirá para a Etiópia

Lula viaja ao Egito nesta terça-feira para reforçar laços com o continente africano
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarca, na tarde desta terça-feira (13), para Cairo, capital do Egito. A viagem é a primeira do líder no exterior este ano e a segunda para o continente africano no atual mandato. O objetivo, segundo o Planalto, é reforçar os laços com o país -- que se tornou membro do Brics em 2024, com apoio do Brasil.

Na capital egípcia, Lula terá compromissos oficiais nos dias 14 e 15 de fevereiro. A expectativa é que os países discutam detalhes sobre a aprovação de novos abatedouros e frigoríficos no Brasil para exportação de carne bovina, bem como a possibilidade de abertura de uma rota aérea entre as duas nações, ligando São Paulo ao Cairo.

A guerra entre Israel e o grupo extremista Hamas também deve ser pauta no encontro das autoridades. Isso porque, em 2023, o Egito auxiliou as negociações para a saída de brasileiros que estavam na Faixa de Gaza -- principal palco do conflito --, resultando no resgate de mais de 1,2 mil brasileiros e familiares próximos que estavam no local.

“O Egito é um ator importante na região. Esse diálogo se deu nos mais diversos níveis para conseguir a repatriação dos brasileiros. Essa circunstância tornou a relação ainda mais importante”, disse o secretário de África e Oriente Médio do Ministério das Relações Exteriores, Carlos Duarte.

+ Acuado pela PF, Bolsonaro busca militância para demonstrar força política

Depois do Egito, Lula segue para a Etiópia, também novo integrante do Brics, onde participará como convidado da 37ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da União Africana.

Com a participação de dezenas de chefes de Estado e governo na cúpula, o presidente tem convites para diversas reuniões bilaterais, que ainda serão definidas.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Governo
Lula
Egito
Política

Últimas notícias

Pacheco contaria Lira e diz ser contra PEC da Blindagem, que limita operação da PF no Congresso

Pacheco contaria Lira e diz ser contra PEC da Blindagem, que limita operação da PF no Congresso

Por outro lado, Pacheco sustentou avanço da PEC que propõe a implementação de mandatos temporários para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF)
Justiça Militar torna réus oito envolvidos em furto de metralhadoras do Exército em SP

Justiça Militar torna réus oito envolvidos em furto de metralhadoras do Exército em SP

Entre os denunciados pelo Ministério Público Militar, quatro são integrantes do Exército
STF invalida regras das sobras eleitorais; entenda

STF invalida regras das sobras eleitorais; entenda

Mudanças valerão a partir das eleições deste ano
Justiça de SP condena Tuta, líder do PCC apontado como substituto de Marcola

Justiça de SP condena Tuta, líder do PCC apontado como substituto de Marcola

Ele e outros três lideranças da facção pegaram mais 12 anos de cadeia por lavagem de dinheiro
Caso Marielle: mecânico acusado de desmanchar carro usado no crime é preso

Caso Marielle: mecânico acusado de desmanchar carro usado no crime é preso

Conhecido como "Orelha", suspeito teria destruído veículo em ferro-velho no Rio de Janeiro
Após mudança do governo, Pacheco cobra desoneração da folha de pagamento para municípios

Após mudança do governo, Pacheco cobra desoneração da folha de pagamento para municípios

Presidente do Senado disse que impasse segue; deputados e senadores estenderam benefício a municípios até 2027
Simone Tebet diz que Brasil trabalha para 'encurtar distâncias' na América do Sul

Simone Tebet diz que Brasil trabalha para 'encurtar distâncias' na América do Sul

Ministra do Planejamento de Lula está com o presidente em Cúpula do Caribe, na Guiana, e falou ao SBT
Casos de feminicídio registram aumento de 33% em janeiro no RJ

Casos de feminicídio registram aumento de 33% em janeiro no RJ

Em 2023, ligações para o 180 receberam 23% a mais de denúncias de violência doméstica
Governo nega reajuste de 7% e diz que vai aguardar arrecadação para definir aumento para servidores

Governo nega reajuste de 7% e diz que vai aguardar arrecadação para definir aumento para servidores

Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado, centrais sindicais e o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais cobram recomposição salarial
STF derruba regras sobre distribuição de vagas na Câmara

STF derruba regras sobre distribuição de vagas na Câmara

Se aprovada a regra, sete deputados federais perderiam os mandatos, mas a decisão só valerá a partir de 2024
Publicidade
Publicidade