Publicidade

O que se sabe sobre o sequestro de Marcelinho Carioca

Ex-jogador e ídolo do Corinthians passou quase dois dias em cativeiro na Grande São Paulo; 5 suspeitos já foram presos

O que se sabe sobre o sequestro de Marcelinho Carioca
Marcelinho Carioca fala após ser libertado de cativeiro | SBT
Publicidade

O ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca, sequestrado na madrugada de domingo (17.dez) em Itaquaquecetuba, na região metropolitana de São Paulo, foi encontrado em uma casa, na mesma cidade, na tarde de 2ª feira (18.dez).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Nesta 3ª feira (19.dez), o ídolo do Corinthians divulgou um vídeo em suas redes sociais para falar sobre os momentos tensos que viveu. "Uma fatalidade, um desespero", classificou ele.

Veja o que já se sabe sobre o crime:

Como o sequestro aconteceu?

Marcelinho disse, em entrevista coletiva ontem, que foi sequestrado quando estava na porta da casa de uma amiga, em Itaquaquecetuba. Ele teria sido abordado por três homens, que deram uma coronhada em sua cabeça e o colocaram dentro de um carro.

"Chegaram três indivíduos e me abordaram, e aí tomei essa coronhada na minha cabeça e depois não vi mais nada. Entrei no carro e já colocaram o capuz e não vi mais nada", contou.

Por que o ex-jogador estava em Itaquaquecetuba?

Marcelinho Carioca disse que tinha saído de um show de pagode, na madrugada de domingo, na Neo Química Arena, em Itaquera, zona leste de São Paulo.

De lá, ele foi até a cidade de Itaquaquecetuba entregar ingressos para uma amiga, Thaís, para a apresentação do mesmo show que aconteceria no dia seguinte. Foi na porta da casa dela que o sequestro foi anunciado.

Quem é Thaís?

A amiga de Marcelinho, Thaís, aparece com ele em um vídeo gravado dentro do cativeiro e que viralizou nas redes sociais.

No vídeo, o ex-jogador diz que se relacionou com Thaís, que seria casada, e que o marido dela o sequestrou. "Eu estava em um show em Itaquera, curtindo um samba, e eu saí com uma mulher que é casada, fui saber depois, e o marido dela pegou, me sequestrou, me levou e esse foi o B.O", diz. A amiga também aparece nas imagens, confirmando a versão contada por Marcelinho.

Marcelinho Carioca em vídeo divulgado de dentro do cativeiro | Reprodução
Marcelinho Carioca em vídeo divulgado de dentro do cativeiro | Reprodução

Mas agora, depois de libertado, o ídolo do Corinthians afirma que foi coagido e obrigado, com uma arma na cabeça, a contar essa história.

"Se você está com um revólver apontado para a sua cabeça e você é coagido a fazer um vídeo daquele, não tem como. Você vai pensar na sua vida. Eu fui obrigado a fazer aquele vídeo", disse em suas redes sociais.

Onde o carro de Marcelinho foi encontrado?

Na manhã de 2ª, o carro do ex-jogador, uma Mercedes, foi encontrado abandonado em uma rua de Itaquaquecetuba.

Segundo a prefeitura da cidade, o veículo teria sido visto circulando, durante a madrugada, em Cidades Tiradentes, bairro da zona leste de São Paulo.

O endereço em que o carro foi encontrado ficava a 400m de distância do cativeiro em que Marcelinho era mantido.

Como aconteceu o resgate do ex-jogador?

Após uma denúncia anônima, o ex-jogador foi encontrado por policiais militares no início da tarde de 2ª, em uma casa na Rua Ferraz de Vasconcelos, 1.412, em Itaquaquecetuba. O cativeiro funcionava nos fundos do imóvel.

Cativeiro ficava nos fundos de imóvel | SBT
Cativeiro ficava nos fundos de imóvel | SBT

Marcelinho e sua amiga, Thaís, foram encontrados após um dia e meio de sequestro. Eles foram levados para um hospital, onde receberam atendimento médico, e depois encaminhados para a Delegacia de Itaquaquecetuba. De lá, os dois foram para a base da Divisão Antissequestro (DAS), no centro de São Paulo, que vai investigar o caso.

A família pagou pelo resgate?

De acordo com a polícia, a família do jogador chegou a pagar R$ 40 mil aos sequestradores. Eles haviam pedido R$ 90 mil.

Quantos suspeitos foram presos?

Segundo a polícia, seis pessoas foram levadas para a delegacia. Cinco, três homens e duas mulheres, foram autuados em flagrante, enquanto uma será ouvida como testemunha.

A polícia procura outros suspeitos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Sequestro
Futebol
Polícia Militar
Polícia

Últimas notícias

Prazo para inscrições no Concurso Unificado da Justiça Eleitoral termina nesta quinta-feira (18)

Prazo para inscrições no Concurso Unificado da Justiça Eleitoral termina nesta quinta-feira (18)

Processo seletivo oferta 412 vagas de analista e técnico judiciário em tribunais eleitorais do país
Dior e Armani são investigadas por explorar trabalhadores em fábricas na Itália

Dior e Armani são investigadas por explorar trabalhadores em fábricas na Itália

Marcas negaram irregularidades, mas disseram que colaborarão com as apurações
MEC divulga edital do Prouni referente ao segundo semestre de 2024; veja cronograma

MEC divulga edital do Prouni referente ao segundo semestre de 2024; veja cronograma

Programa ofertará mais de 243 mil bolsas em universidade privadas do país
EUA: vice de Trump aceita formalmente nomeação para chapa do Partido Republicano

EUA: vice de Trump aceita formalmente nomeação para chapa do Partido Republicano

Em discurso, JD Vance expressou gratidão ao ex-presidente pela indicação e fez críticas à administração Biden
SBT News na TV: Ramagem presta depoimento à PF sobre "Abin paralela"

SBT News na TV: Ramagem presta depoimento à PF sobre "Abin paralela"

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta quinta-feira (18); assista!
Caixa inicia pagamentos do Bolsa Família de julho; veja quem recebe

Caixa inicia pagamentos do Bolsa Família de julho; veja quem recebe

Recurso pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Passageiro de carro envolvido em acidente em SP comprou três garrafas de bebida em bar

Passageiro de carro envolvido em acidente em SP comprou três garrafas de bebida em bar

Comanda do bar mostra que Felipe Gambeta Malheiro, que inicialmente se apresentou como condutor do veículo, comprou duas garrafas de vodka e uma de licor
Vídeo: Idoso de 84 anos é agredido por homem na zona sul de São Paulo

Vídeo: Idoso de 84 anos é agredido por homem na zona sul de São Paulo

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento da discussão e das agressões
Ramagem deixa a Polícia Federal após seis horas de depoimento sobre "Abin paralela"

Ramagem deixa a Polícia Federal após seis horas de depoimento sobre "Abin paralela"

Ex-diretor da Abin é apontado com um dos supostos chefes do núcleo político montado na agência para espionar ilegalmente desafetos do governo Bolsonaro
Procurador de Minas Gerais pede desculpas em vídeo por agressão a funcionária em cinema

Procurador de Minas Gerais pede desculpas em vídeo por agressão a funcionária em cinema

A gravação é parte de um acordo extrajudicial firmado entre o agressor e a vítima, de 25 anos
Publicidade
Publicidade