Publicidade

Hun Sen, líder da Ásia há mais tempo no poder, anuncia renúncia

Após 38 anos, Premiê do Camboja, planeja transferência para filho sob justificativa de que país precisa de governantes mais jovens

Hun Sen, líder da Ásia há mais tempo no poder, anuncia renúncia
Hun Sen vai renunciar o cargo de Premiê
Publicidade

O premiê de longa data do Camboja, Hun Sen, de 70 anos, revelou sua intenção de ceder o poder após 38 anos no comando. Ele é o líder da Ásia há mais tempo no poder.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Seu filho mais velho, o general Hun Manet, emergiu como o herdeiro escolhido para liderar o país. A justificativa por trás dessa decisão é a crença de que líderes mais jovens trarão novas perspectivas e impulsionarão o país rumo a um futuro mais promissor.

O filho do premiê obteve formação acadêmica nos Estados Unidos e no Reino Unido. Ele mantém perfil discreto e dá poucas pistas sobre os planos para o futuro do Camboja e seus 16 milhões de habitantes.

Após o pleito do último domingo (23. jul), no qual o Partido Popular do Camboja (CPP, na sigla em inglês) saiu vitorioso sem enfrentar uma oposição significativa, o anúncio foi realizado.

Hun Sen é o Premiê do Camboja há 38 anos | Reprodução/ Instagram

Apesar de sua decisão de se afastar do cargo de primeiro-ministro, Hun Sen deixou claro que não abandonará a política por completo. Ele planeja permanecer envolvido no cenário político ao continuar liderando o "CPP" e assumindo a presidência do Senado. Além disso, durante as viagens do rei Norodom Sihamoni ao exterior, o líder estará pronto para assumir temporariamente o comando do Estado, e, se necessário, retomar o papel de primeiro-ministro caso seu filho não alcance um desempenho satisfatório.

+ Militares do Níger capturam presidente e anunciam golpe em rede nacional

O Premiê do Camboja, um veterano da política cambojana, teve uma carreira incomum. Inicialmente envolvido com o Khmer Vermelho, uma organização revolucionária, ele rompeu os laços após discordâncias ideológicas e buscou refúgio em outro país. No entanto, sua determinação o levou de volta ao Camboja, onde conquistou posições influentes no governo, culminando em sua ascensão à posição de primeiro-ministro.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
sbt
mundo
politica
camboja
premie
renucia
asia
hun-sen
hun
sen
noticias

Últimas notícias

Passageiros passam horas presos em avião sem refrigeração na Grécia; veja vídeo

Passageiros passam horas presos em avião sem refrigeração na Grécia; veja vídeo

Temperatura na aeronave da Qatar Airways ultrapassou os 40º C
Jovem é morto após marcar encontro por aplicativo de relacionamento gay em SP

Jovem é morto após marcar encontro por aplicativo de relacionamento gay em SP

Leonardo Rodrigues Nunes, de 24 anos, chegou a ser socorrido ao pronto-socorro, porém não resistiu aos ferimentos
Temporais provocam inundações e ameaçam prédios no Chile

Temporais provocam inundações e ameaçam prédios no Chile

Erosão causada pela chuva coloca em risco um complexo de edifícios de luxo em Viña del Mar
Por falta de segurança, nem todos caminhões de ajuda humanitária são recebidos em Gaza

Por falta de segurança, nem todos caminhões de ajuda humanitária são recebidos em Gaza

Bombardeios israelenses no extremo sul, em Rafah fazem ser inviável a passagem dos caminhões
Mercado Público de Porto Alegre volta a funcionar parcialmente após 41 dias fechado por inundação

Mercado Público de Porto Alegre volta a funcionar parcialmente após 41 dias fechado por inundação

Os restaurantes do segundo piso e as lojas com acesso direto para a rua voltam a operar das 10h às 15h, nesta sexta (14) e sábado (15)
VaideBet e Corinthians: polícia tenta localizar testemunha chave do caso

VaideBet e Corinthians: polícia tenta localizar testemunha chave do caso

Segundo a polícia, Adriana Ramuno, de 53 anos, esteve na casa da mulher, usada como laranja no repasse de comissão da VaideBet, antes do caso ir à imprensa
Ministério Público do RS prende 26 em operação contra grupo criminoso que atuava na serra gaúcha

Ministério Público do RS prende 26 em operação contra grupo criminoso que atuava na serra gaúcha

Segundo o MP-RS, o grupo é um dos mais ativos e violentos na serra gaúcha
STF forma maioria para tornar Janones réu por ofensas contra Jair Bolsonaro

STF forma maioria para tornar Janones réu por ofensas contra Jair Bolsonaro

Nas redes sociais, o deputado chamou o presidente de “assassino”, “miliciano” e “ladrãozinho de joias”
Thiago Brennand é condenado a indenizar advogada por danos morais

Thiago Brennand é condenado a indenizar advogada por danos morais

Gabriela Manssur entrou com uma ação por calúnia contra o empresário depois que ele ser referiu a ela como "bandida", "maloqueira" e "canalha" nas redes sociais
Rio Grande do Sul recebe destinação recorde do Imposto de Renda

Rio Grande do Sul recebe destinação recorde do Imposto de Renda

Ao todo, foram R$ 101 milhões, quase três vezes mais do que o valor registrado em 2023
Publicidade
Publicidade