Publicidade

Resumo da semana: Igualdade salarial, tumulto na França e Reforma Tributária

Confira esses e outros fatos que repercutiram nos últimos dias no Brasil e no mundo

Resumo da semana: Igualdade salarial, tumulto na França e Reforma Tributária
Ricardo Stuckert/Twitter/Wikimedia Commons
Publicidade

A semana começou com boas notícias para o mercado econômico com a promulgação da lei que assegura a igualdade salarial entre homens e mulheres. No Congresso Nacional, o governo federal conquistou mais uma vitória com a aprovação da Reforma Tributária na Câmara dos Deputados. Já no mundo, a França enfrentou uma nova onda de revolta depois que um adolescente de 17 anos foi morto por um policial durante uma blitz.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Essas e outras notícias você confere no resumo da semana do SBT News. Veja:

Lula sanciona lei que assegura igualdade salarial entre mulheres e homens

Lei foi assinada por Lula no dia 3 de julho | Ricardo Stuckert

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, na 2ª feira (3.jul), a lei que assegura a igualdade salarial entre mulheres e homens. O documento foi assinado durante evento na Base Aérea de Brasília (DF). Ao lado do petista estava a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, que comemorou a promulgação da medida.

A lei altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para definir que a igualdade salarial seja obrigatória. Para isso, o texto estabelece mecanismos de transparência e de remuneração a serem seguidos pelas empresas, determina o aumento da fiscalização e prevê a aplicação de sanções administrativas quando a regra for descumprida.

Brasil assume presidência do Mercosul

Grupo de países é formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai | Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assumiu, na 3ª feira (4.jul), a liderança rotativa do Mercosul -- grupo de países formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. A cerimônia foi realizada durante a 62ª reunião dos chefes de Estado do bloco, sediada na cidade de Puerto Iguazú, na Argentina -- ex presidente do grupo.

Além das práticas de comércio entre os países do bloco, um dos principais objetivos do petista é concluir o acordo comercial com a União Europeia até o fim deste ano, data em que termina o prazo da liderança rotativa. Isso porque o documento foi assinado em 2019, mas continua aguardando a ratificação de todos os países signatários. 

Protestos contra violência policial deixam mais de 3 mil presos na França

Atos começaram no dia 27 de junho | Reprodução/Twitter

A onda de revolta na França devido à violência policial contra minorias continuou durante a semana. Na 4ª feira (5.jul), o ministro do Interior, Gérald Darmanin, informou que os protestos, iniciados no dia 27 de junho, resultaram na destruição de 2,5 mil edifícios e 12 mil carros -- todos incendiados --, bem como na prisão de 3,5 mil pessoas.

Até o momento, calcula-se que os protestos causaram um prejuízo de mais de R$ 5 bilhões aos cofres públicos. Os manifestantes contestam a violência policial contra minorias depois que um jovem de 17 anos foi morto durante uma blitz na comuna de Nanterre, no subúrbio de Paris. O policial responsável pelo disparo está preso e responderá por homicídio.

Governo alcança marco histórico e aprova Reforma Tributária na Câmara

Proposta passou por votação na Câmara para seguir ao Senado | Agência Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de 5ª feira (6.jul), a proposta de Reforma Tributária, dando vitória ao governo federal. O texto, que passou por mudanças, foi validado por deputados em dois turnos e agora avança para o Senado. Na segunda etapa, foram registrados 375 votos favoráveis, 113 contrários e 3 abstenções.

O conteúdo final da proposta de reforma tributária foi costurado nos últimos dias, conforme os pedidos de governadores, prefeitos e parlamentares. No geral, a PEC (proposta de emenda à Constituição) vem com a promessa de simplificar tributos no país, adotando a modalidade de Imposto sobre Valor Agregado (IVA) de maneira dual.

Zé Celso, diretor que mudou a arte brasileira com o Teatro Oficina, morre aos 86 anos

Legenda aqui | Reprodução/Flickr/Produção Cultural no Brasil

O teatro brasileiro ficou de luto na 5ª feira (6.jul). Pela manhã, foi confirmada a morte do dramaturgo José Celso Martínez, conhecido como Zé Celso, aos 86 anos. Ele ficou internado por três dias na UTI do Hospital das Clínicas, em São Paulo, após sofrer queimaduras em 53% do corpo devido a um incêndio em seu apartamento. 

Zé Celso nasceu em 30 de março de 1967, em Araraquara, no interior de São Paulo. O dramaturgo é reconhecido nacionalmente pelo trabalho no campo das artes cênicas. Em 1958, por exemplo, ele fundou o Teatro Oficina Uzyna Uzona, sendo uma das companhias mais longevas do Brasil, tendo também uma grande atuação política.

Leia também

+ Twitter ameaça processar Meta por plágio na criação do Threads

+ Zanin é nomeado ministro do STF, e posse será em agosto

+ Mortos voltam à vida: especialistas comentam febre da inteligência artificial

+ Zelensky alerta para atentado russo contra usina nuclear de Zaporizhzhia

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
resumo da semana
igualdade salarial
tumulto na frança
reforma tributaria
mercosul
morte zé celso
camila-stucaluc

Últimas notícias

Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta segunda-feira (24)
INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

Pagamentos serão feitos conforme o número final do cartão de pagamento; moradores do RS terão depósitos antecipados
No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Publicidade
Publicidade