Publicidade

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Escolha na urna foi "vendida" por valores menores do que R$ 100 na maior parte das vezes, segundo entrevistados pelo Instituto Não Aceito Corrupção

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa
Levantamento do Instituto Não Aceito Corrupção mostrou que brasileiros presenciaram compras de votos por quantias ínfimas | Pexels
Publicidade

Uma pesquisa do Instituto Não Aceito Corrupção mostrou que 62% dos brasileiros conhecem alguém que já trocou seu voto por dinheiro em uma eleição. Em outubro, os brasileiros irão às urnas para escolher prefeitos e vereadores.

Mais da metade dos entrevistados responderam que essa decisão foi "vendida" por um valor entre R$ 50 e R$ 100. Essa troca configura crime eleitoral e pode até custar o mandato do político beneficiado.

O instituto, que é presidido por Roberto Livianu, procurador de Justiça de São Paulo e colunista do SBT News, elaborou um mapa do "custo médio" dessa prática, conforme os relatos coletados na pesquisa:

Mapa do custo da compra de votos no Brasil, segundo pesquisa | Instituto Não Aceito Corrupção

Foram ouvidas 2.026 pessoas de todas as regiões do país entre os dias 23 de março e 28 de maio, por meio de questionários digitais.

Mais da metade dos entrevistados (52%) relataram conhecer alguém que já vivenciou situações de corrupção, sendo que o delito mais mencionado foi o peculato (que consiste na apropriação ou desvio de dinheiro ou bens públicos).

Questionados sobre a aceitação dessas práticas, os participantes se mostraram mais intolerantes à contratação de "funcionários fantasma" por servidores públicos e a falsificação de documentos para obter vantagens.

Apesar da corrupção se manifestar em diferentes situações sociais, os exemplos praticados por agentes públicos são menos aceitos pelos brasileiros, de acordo com o levantamento.

"A questão da corrupção revela um quadro preocupante, com aceitação variável conforme o tipo de serviço ou instituição afetada. A intolerância é maior quando se trata de corrupção no âmbito do poder público, indicando a percepção do impacto direto dessas práticas na governança e na prestação de serviços essenciais à população", concluíram os responsáveis pela pesquisa.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

corrupção
Pesquisa

Últimas notícias

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Presidente dos EUA defendeu democracia como arena para debates pacíficos
Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218
SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (15); assista!
Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Publicidade
Publicidade