Publicidade

Britânicos acusam Rússia de usar drones para atacar instalações de energia

Equipamentos de origem iraniana vêm sendo utilizados desde setembro por Moscou

Britânicos acusam Rússia de usar drones para atacar instalações de energia
Constante bombardeio russo em instalações de energia já deixou mais de 10 milhões de ucranianos sem luz | Divulgação/Governo da Ucrânia
Publicidade

O Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou, nesta 4ª feira (23.nov), que a Rússia está usando drones iranianos para atacar, além de bases militares, instalações de energia elétrica na Ucrânia. Segundo o relatório de inteligência, divulgado diariamente pela pasta, os equipamentos estão sendo utilizados desde setembro por Moscou.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"A Rússia tem usado amplamente essas armas contra alvos militares táticos e a rede elétrica ucraniana. Recentemente os comandantes russos provavelmente também queriam que os drones de origem iraniana priorizassem as instalações médicas como alvos de oportunidade e os atacassem com munições guiadas, se identificadas", disse o governo.

O ministério aponta ainda que a aquisição e utilização dos drones pelos russos acontece em meio à escassez de mísseis de cruzeiro. A abordagem, no entanto, teve sucesso limitado, uma vez que a maioria dos equipamentos foi neutralizada pela defesa ucraniana. A previsão é que Moscou compre novos modelos para avançar no ataque.

+ Mísseis russos atingem maternidade em Zaporizhzhia

+ Apagões de energia na Ucrânia devem durar até março de 2023

O constante bombardeio russo em instalações de energia já deixou mais de 10 milhões de ucranianos sem luz. De acordo com o governo, estima-se que quase metade de todo o sistema de eletricidade tenha sido comprometido devido aos ataques, situação preocupante com a chegada do inverno. Em algumas partes do país, as temperaturas já estão negativas.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
britanicos
acusam
russia
drones
atacar
instalaçoes
energia
ucrania
defesa ucraniana
irã
eletricidade
inverno

Últimas notícias

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 5

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 5

Recurso pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Bombeiros combatem seis focos de incêndios florestais no Pantanal (MS)

Bombeiros combatem seis focos de incêndios florestais no Pantanal (MS)

Fogo se intensificou no fim de semana por conta das condições climática
"Quem se assustou que tome um chá de camomila", diz Maduro após Lula comentar "banho de sangue"

"Quem se assustou que tome um chá de camomila", diz Maduro após Lula comentar "banho de sangue"

Maduro também perguntou ao público: "Vocês querem que chegue ao poder um Milei? Que chegue um Bolsonaro?"
Resultado Mega-Sena 2752: ninguém acerta dezenas e prêmio acumula para R$ 65 milhões

Resultado Mega-Sena 2752: ninguém acerta dezenas e prêmio acumula para R$ 65 milhões

Cinco pessoas acertaram a quina e levaram R$ 51.676,02 cada
Macron recusa nomeação de primeira-ministra indicada pela esquerda

Macron recusa nomeação de primeira-ministra indicada pela esquerda

Presidente francês disse que só tomará decisão após Jogos Olímpicos
"A Caverna Encantada": conheça a nova novela do SBT que promete emoção e mistério

"A Caverna Encantada": conheça a nova novela do SBT que promete emoção e mistério

Com uma história repleta de mistérios, confusões, diversão, amor e fé, a trama promete conquistar toda a família brasileira
Grupos palestinos assinam acordo para reconstruir a Faixa Gaza

Grupos palestinos assinam acordo para reconstruir a Faixa Gaza

Formação da comunidade foi acordada nesta terça-feira (23), na China
Cientistas descobrem produção de oxigênio no fundo do mar que pode mudar o que sabemos da origem da vida

Cientistas descobrem produção de oxigênio no fundo do mar que pode mudar o que sabemos da origem da vida

Estudo publicado na revista Nature Geoscience mostra que há indícios de produção do gás mesmo sem fotossíntese
Eduardo Campos vai receber título de cidadão paulistano 10 anos após a morte

Eduardo Campos vai receber título de cidadão paulistano 10 anos após a morte

Prefeito de Recife, João Campos representará o pai na cerimônia
Suspeito morre após troca de tiros com a polícia na zona sul de São Paulo

Suspeito morre após troca de tiros com a polícia na zona sul de São Paulo

Policiais do GOE afirmam que realizavam patrulhamento na região, quando foram recebidos por disparos de arma de fogo
Publicidade
Publicidade