Publicidade

Celular Seguro: veja como utilizar aplicativo que bloqueia aparelho roubado

Ferramenta será lançada nesta 3ª feira (19.dez) pelo governo e estará disponível para sistemas Android e iOS

Celular Seguro: veja como utilizar aplicativo que bloqueia aparelho roubado
Publicidade

O Ministério da Justiça e Segurança Pública lança, nesta 3ª feira (19.dez), o aplicativo Celular Seguro. A ferramenta, que estará disponível para download nas lojas digitais ainda hoje, será responsável por facilitar o bloqueio do aparelho em caso de roubo ou furto, impedindo que o ladrão tenha acesso à linha telefônica ou a aplicativos bancários.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo a Pasta, a iniciativa tem como objetivo frustrar as operações de ladrões e diminuir o número de crimes no país. Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostram que, em 2022, foram registrados 508,3 mil roubos e 490,8 mil furtos de celulares. Em comparação com 2021, houve um aumento de 16,6% nos crimes.

Além do aplicativo, a ferramenta estará disponível na internet, onde o registro do usuário será feito com a mesma conta utilizada no gov.br. Toda a iniciativa será realizada em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), além de instituições financeiras e entidades privadas.

"Com apenas um clique, a vítima enviará um aviso simultaneamente para a Anatel, para os bancos, para as operadoras de telefonia e para os demais aplicativos", explicou o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli. "Nas próximas semanas, passaremos a bloquear também as linhas/SMS e outros apps", acrescentou.

Veja o passo a passo de como o aplicativo Celular Seguro irá funcionar:

- O aplicativo Celular Seguro estará disponível para downloads para smartphones Android e também para Iphones (iOS);

- Após baixar a ferramenta, a partir do cadastro no gov.br, deverão ser inseridos os dados do celular que será protegido e de uma pessoa de confiança que poderá criar ocorrências em nome do usuário;

- Em caso de roubo ou furto, bastará acionar o sistema por um computador ou no celular da pessoa de confiança. A ação enviará para a operadora e para os bancos pedindo que o aparelho seja bloqueado. Não se sabe, ainda, quanto tempo as empresas levarão para inativar a linha e os aplicativos,

Outras medidas de segurança:

- O novo app Celular Seguro não bloqueia o aparelho, como é possível fazer usando programas de fabricantes, como Apple e Samsung. Portanto, vale manter essa medida;

- Como o bloqueio pode não ser imediato, vale manter os apps mais sensíveis dentro de pastas de segurança, protegidas por senha;

- É esperado que os bandidos usem o novo aplicativo para novos golpes, como dizer que o aparelho foi bloqueado e pedir a senha para reativação. Vale redobrar a atenção com comunicações suspeitas.

+ Jogo do Tigrinho e do Aviãozinho: como se proteger dos riscos das apostas online

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Tecnologia
Celular
Crime
Celular seguro

Últimas notícias

Casos de feminicídio registram aumento de 33% em janeiro no RJ

Casos de feminicídio registram aumento de 33% em janeiro no RJ

Em 2023, ligações para o 180 receberam 23% a mais de denúncias de violência doméstica
Governo nega reajuste de 7% e diz que vai aguardar arrecadação para definir aumento para servidores

Governo nega reajuste de 7% e diz que vai aguardar arrecadação para definir aumento para servidores

Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado, centrais sindicais e o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais cobram recomposição salarial
STF derruba regras sobre distribuição de vagas na Câmara

STF derruba regras sobre distribuição de vagas na Câmara

Se aprovada a regra, sete deputados federais perderiam os mandatos, mas a decisão só valerá a partir de 2024
Ministro da Educação defende aprovação do Novo Ensino Médio no 1º semestre

Ministro da Educação defende aprovação do Novo Ensino Médio no 1º semestre

Camilo Santana defende avanço rápido de proposta para aplicação em 2025, e atribui medida à melhoria do ensino
Assinar impeachment de Lula e participar do governo é "bizarro", diz Padilha

Assinar impeachment de Lula e participar do governo é "bizarro", diz Padilha

Ministro das Relações Institucionais disse que caso algum parlamentar da base tenha assinado a lista, é sinal de que não quer participar do governo
STJ decide no dia 20 se Robinho cumprirá pena no Brasil por estupro

STJ decide no dia 20 se Robinho cumprirá pena no Brasil por estupro

Ex-jogador da seleção foi condenado a noves anos de prisão por delito cometido na Itália
Ministro da Educação assume erros na divulgação de resultados do Sisu: "Está sendo avaliado"

Ministro da Educação assume erros na divulgação de resultados do Sisu: "Está sendo avaliado"

Camilo Santana citou adequações da nova lei de cotas e disse que a pasta apura internamente as causas da falha
Chuvas fortes devem atingir o Brasil até 4 de março

Chuvas fortes devem atingir o Brasil até 4 de março

Dados do Inmet mostram que grandes acumulados de chuva devem afetar 19 Estados brasileiros, sendo os principais Minas Gerais e os das regiões Norte e Nordeste
Bolsonaro diz que estado de sítio não é crime ao falar sobre "minutas do golpe"

Bolsonaro diz que estado de sítio não é crime ao falar sobre "minutas do golpe"

Ex-presidente voltou a negar que tenha sido dado o primeiro passo, em seu governo, para instauração de um estado de sítio no país
Poder Expresso: Fugitivos de Mossoró despistam há 14 dias o governo federal

Poder Expresso: Fugitivos de Mossoró despistam há 14 dias o governo federal

A força-tarefa que busca os detentos é formada por 540 agentes federais, drones, helicópteros e cães farejadores
Publicidade
Publicidade