Publicidade

Em evento com Lula no Piauí, plateia pede permanência de Wellington Dias

Ministério do Desenvolvimento Social, comandado pelo ex-governador do estado, é alvo de cobiça do Centrão

Em evento com Lula no Piauí, plateia pede permanência de Wellington Dias
lula e wellington dias
Publicidade

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias (PT-PI), foi recebido aos gritos de "fica, índio" durante o evento de lançamento do "novo PAC", na manhã desta 5ª feira (31.ago), em Teresina, no Piauí. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também participou da cerimônia.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A pasta comandada por Dias é alvo da cobiça do Centrão, que aguarda postos no primeiro escalão para embarcar no governo Lula. O PT, no entanto, não abre mão do ministério, que é responsável pelo Bolsa Família, um dos principais programas sociais dos petistas.

Além do pedido da plateia presente, Lula também teve que ouvir o apelo de Anísia Teixeira, representante do Movimento Nacional da Luta por Moradia. Em seu discurso, em que lembrou que o Piauí foi o estado em que o presidente teve mais votos nas eleições de 2022 (76,86% dos votos válidos no 2º turno), a apoiadora afirmou:

"O índio [apelido de Wellington Dias] vai ficar. É a nossa cota do Piauí. É a nossa cota e nós não vamos abrir mão" , disse Anísia Teixeira.

Na sua vez de discursar, o presidente elogiou Dias. "Eu sempre achei o Wellington o índio mais esperto que eu conheci na vida. Eu achava que era quase humanamente impossível aparecer um governador mais esperto que o Wellington", disse ele que completou: "Quero dar os parabéns para vocês, por terem conseguido encontrar entre esses milhões de piauienses alguém mais esperto para suceder o Wellington", declarou em referência ao atual governador do estado, Rafael Fonteles (PT).

O petista também falou sobre a votação do projeto que prorrogou a desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia até 2027, que aconteceu na noite de 4ª feira (30.ago), na Câmara dos Deputados.

A desoneração permite aos empregadores substituir a contribuição previdenciária, de 20% sobre a folha de pagamentos, por uma alíquota sobre a receita bruta, que varia entre 1% a 4,5%.

"Cada vez que desonera, que o governo federal perde receita, no fundo no fundo quem perde receita é o município, que recebe o Fundo de Participação dos Municípios e que o dinheiro não vai para eles", disse o presidente da República.

Segundo Lula, nesse tipo de discussão é necessário ouvir o governo federal e os trabalhadores, além dos empresários.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portal news
portalnews
sbtnews
sbt news
noticias
lula
presidente
wellington dias
dias
ministro
desenvolvimento
social
piauí
brasil
teresina
pt
partido dos trabalhadores
bolsa família
bolsa
familia
centrão
novo pac
desoneração

Últimas notícias

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Homem teve fotos e vídeos divulgados nas redes sociais como se fosse assaltante
Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Presidente admitiu acordo para cobrar 20% de PIS/Cofins em projeto do Mover; petista também falou sobre derrota no PL das "saidinhas"
Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Projeto visa construir unidade energética em uma antiga usina de carvão em Wyoming para atender a crescente demanda por eletricidade do país
Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Para presidente, debate é "cru" e assunto deveria ser razões que motivam necessidade do procedimento: "Estamos retrocedendo nesta pauta"
Lula diz que presidente do Banco Central tem lado político e trabalha para prejudicar o Brasil

Lula diz que presidente do Banco Central tem lado político e trabalha para prejudicar o Brasil

Presidente da República afirmou que Roberto Campos Neto pode se tornar um "novo Sergio Moro"
Danilo Forte fala ao Perspectivas sobre Reforma Tributária e PL do "devedor contumaz"; assista ao vivo

Danilo Forte fala ao Perspectivas sobre Reforma Tributária e PL do "devedor contumaz"; assista ao vivo

Deputado dá detalhes sobre evento em que participou com Bernard Appy, secretário extraordinário da Reforma Tributária
PL do aborto: lei poderia provocar aumento da mortalidade materna, diz pesquisadora

PL do aborto: lei poderia provocar aumento da mortalidade materna, diz pesquisadora

Mestre em direitos humanos pede que parlamentares façam leis "baseados em números, estatísticas e nas melhores evidências científicas"
Idoso é retirado após passar mais de 10 horas preso em bueiro de avenida em Manaus

Idoso é retirado após passar mais de 10 horas preso em bueiro de avenida em Manaus

Bombeiros e familiares tentavam convencer o homem a sair do local após surto e discussão com vizinho
McDonald´s desiste do uso da inteligência artificial da IBM em seu drive-thru

McDonald´s desiste do uso da inteligência artificial da IBM em seu drive-thru

Rede de restaurantes testava tecnologia que anotava pedidos de comida por meio de voz
Bebê nasce no vestiário de empresa em Santa Catarina

Bebê nasce no vestiário de empresa em Santa Catarina

Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer o parto; mãe e filha passam bem
Publicidade
Publicidade