Publicidade

De personal trainer a ministra: saiba quem é Flávia Arruda

Deputada comandará Secretaria de Governo, que cuida da articulação política

De personal trainer a ministra: saiba quem é Flávia Arruda
O deputada Flávia Arruda (PP-DF) assume a Secretaria de Governo, no Palácio do Planalto | Foto: Will Shutter/ Câmara dos Deputados
Publicidade
A dança das cadeiras em seis ministérios do governo federal pegou os bastidores de Brasília de surpresa. Um dos nomes que chamou atenção foi o da deputada federal Flávia Arruda (PL-DF), que será a nova ministra-chefe da Secretaria de Governo. A parlamentar entrará no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que assumirá a Casa Civil. 

Flávia está em seu primeiro mandato e ganhou protagonismo por presidir a Comissão Mista de Orçamento (CMO). Ela atuou por muitos anos como personal trainer. Ela é casada com José Roberto Arruda, ex-governador do Distrito Federal, que chegou a ser preso e condenado no âmbito da Operação Caixa de Pandora. Flávia foi a deputada federal eleita mais bem votada no DF em 2018, conquistando 121.340 votos.

Em 2014, foi candidata à vice-governadora na chapa de Jofran Frejat, em que ocupou o lugar do marido, que foi considerado ficha-suja, porém não venceu o pleito. Além disso, foi apresentadora e garota do tempo na TV Bandeirantes. 
 

Secretaria de Governo


Cabe à pasta que será comandada por Flávia Arruda, que tem status de ministério, fazer articulações de pautas de interesse do governo federal com estados, municípios, Congresso Nacional e outros atores políticos. Com a saída de Flávia da Câmara, entra em seu lugar o ex-deputado federal Laerte Bessa (PL), suplente da parlamentar.
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
governo
paulo-oliveira
flavia arruda
secretaria de governo

Últimas notícias

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Ao todo, os processos a espera de resposta inicial somam quase 1 milhão e 400, diminuição de 600 mil em relação a 2023
Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 67 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 52 mil cada
Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
Publicidade
Publicidade