Publicidade

Retomada de auxílio não terá aumento de impostos, garante Guedes

Ministro da Economia vai encontrar contrapartida para compensar o gasto com o benefício emergencial

Retomada de auxílio não terá aumento de impostos, garante Guedes
Ministro Paulo Guedes em live do BTG Pactual - Foto reprodução YouTube
Publicidade
Em entrevista ao ex-secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo não vai aumentar impostos para pagar o auxílio emergencial. Segundo Guedes, essa é uma proposta de programa do presidente Jair Bolsonaro e que prefere acelerar as privatizações "não vamos aumentar impostos, nós podemos fazer substituição de impostos". E complementou dizendo que é um erro aumentar imposto em tempo de depressão.

Guedes afirmou que o país passa por uma fase de transição e o que auxílio deve ser pago por um período de 3 a 4 meses. O ministro reforçou que não pode dar auxílio sem autorização, que são necessárias contrapartidas. Guedes colocou o congelamento de salários de servidores, no ano passado, como uma delas e, deste ano, citou a reforma administrativa como outra possível contrapartida. 

A nova etapa do auxílio emergencial deve estar prevista na Lei Orçamentária de 2021, que será discutida na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, instalada ontem. Até março, o orçamento deve trazer os valores do benefício e de onde sairá o recurso. 

Segundo Guedes, seria possível aprovar um auxílio, de forma mais rápida, com a aprovação de uma PEC de Guerra pelo Congresso - uma Proposta de Emenda à Constituição que autoriza o governo a descumprir o teto de gastos, ou seja, a gastar mais do que os limites previstos no orçamento. Por isso, o ministro defendeu que a PEC seria uma saída, desde que com o compromisso de aprovar as propostas para a retomada da economia, caso contrário, seria um cheque em branco sem limite para gastar. O ministro deixou claro que, nesse momento, o texto poderia vir sem gatilhos "o auxilio como uma camada de generosidade, já que se extinguiu a calamidade com a doença ainda ainda em curso".

Guedes falou ainda da previsão de um programa de renda básica com um valor um pouco mais alto quando a pandemia acabar e que o governo está pronto para enviar a antecipação do pagamento de pensões e aposentadorias.
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
governo
auxilio emergencial
paulo guedes

Últimas notícias

Anatel confirma criação de novo sistema de alerta de emergências até dezembro para Sul e Sudeste

Anatel confirma criação de novo sistema de alerta de emergências até dezembro para Sul e Sudeste

Atualmente em fase de testes pela Defesa Civil, procedimento deve começar a funcionar justamente quando chuvas de verão atingem regiões
Ex-jogador de beisebol é preso após marcar encontro com adolescente

Ex-jogador de beisebol é preso após marcar encontro com adolescente

Austin Maddox foi flagrado pela polícia quando chegava na casa da suposta vítima, na Flórida (EUA)
Boi fica preso em telhado após pular cerca de pasto em Santa Catarina

Boi fica preso em telhado após pular cerca de pasto em Santa Catarina

Animal ficou suspenso em cima de uma garagem e precisou ser resgatado; queda aconteceu porque local ficava abaixo do pasto
Prazo para aprovar regulamentação da reforma tributária na Câmara é "totalmente factível", diz Haddad

Prazo para aprovar regulamentação da reforma tributária na Câmara é "totalmente factível", diz Haddad

Ministro da Fazenda confirmou que segundo projeto de regulamentação da reforma chegará à Casa Legislativa na próxima semana
Lula sanciona incentivo de R$ 15 bilhões ao setor de eventos até 2026

Lula sanciona incentivo de R$ 15 bilhões ao setor de eventos até 2026

Apesar da prorrogação, nova lei limita benefícios do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse)
Vídeo flagra acidente que matou bebê de 9 meses e feriu família no Paraná

Vídeo flagra acidente que matou bebê de 9 meses e feriu família no Paraná

No veículo estavam um casal e três filhos; motorista foi socorrido em estado gravíssimo
Moro chama de "boatos exagerados" possibilidade de cassação e elogia Judiciário

Moro chama de "boatos exagerados" possibilidade de cassação e elogia Judiciário

Para ex-juiz da Lava Jato, decisão unânime do TSE foi "técnica e independente"; senador pediu fim do que chamou de "espírito de revanchismo"
Homem é preso após filmar partes íntimas de jogadoras de vôlei

Homem é preso após filmar partes íntimas de jogadoras de vôlei

Crime foi registrado durante a Liga das Nações, no Rio de Janeiro, no estádio Maracanãzinho
Mercedes de dentista é um dos carros envolvidos em suposto racha que causou acidente em SP

Mercedes de dentista é um dos carros envolvidos em suposto racha que causou acidente em SP

Outro veículo bateu em moto e deixou motorista e passageira que estava na garupa internados na UTI; ela teve a perna amputada
Quaest: avaliação negativa de Lula entre deputados sobe 9 pontos e vai a 42%

Quaest: avaliação negativa de Lula entre deputados sobe 9 pontos e vai a 42%

Levantamento ouviu 183 parlamentares, cerca de 35,6% da Câmara; margem de erro é de 4,8 pontos percentuais
Publicidade
Publicidade