Publicidade

TSE amplia próprios poderes e reduz prazo para exclusão de fake news

Corte poderá excluir postagens com conteúdo falso nas redes sociais sem necessidade de pedido externo

TSE amplia próprios poderes e reduz prazo para exclusão de fake news
Publicidade

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, nesta 5ª feira (20.out) uma resolução que amplia os poderes da Corte para combater a disseminação de notícias falsas nas redes sociais. A partir de agora, o TSE poderá excluir conteúdos das plataformas sem a necessidade de uma nova ação ou pedido externo, já que, antes, as campanhas ou o Ministério Público precisavam acionar o TSE solicitando a retirada dos materiais de circulação.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Os ministros também decidiram, por unanimidade, proibir a propaganda eleitoral paga na internet, com impulsionamento, em até 48 horas antes do dia da votação e 24 horas depois do segundo turno, marcado para o próximo dia 30 de outubro. A multa será de R$ 100 mil por hora de descumprimento das decisões.

Além disso, o prazo para as redes sociais retirarem notícias falsas do ar será de 2 horas. Esse prazo, que antes era de 48h, será ainda menor nos dois dias antes e nos três dias depois do pleito, de 1 hora, após a determinação do TSE.

"Quando uma pessoa obtém uma decisão judicial para se retirar algo inverídico, algo mentiroso, se depois a palataforma ou a própria pessoa pessoa percebe que isso foi multiplicado, não é necessário entrar novamente com um pedido judicial", explicou o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes.

"É exatamente isso que nós vamos fazer no TSE, não só reduzir o tempo que as plataformas retirarão as notícias fraudulentas do ar, como uma vez a nossa assessoria de informação verificando que aquele conteúdo foi repetido, não haverá necessidade de uma nova ação", destacou. 

Segundo o magistrado, houve crescimento de 1.671% de denúncias de desinformação encaminhadas às plataformas digitais em comparação com as eleições de 2020. "No 2º turno houve um aumento não só de notícias fraudulentas, mas da agressividade dessas notícias, do discurso de ódio", disse Moraes.

O ministro afirmou ainda que vai convidar advogados das campanhas de Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) para reunião nesta 5ª feira, para tratar de desinformação e "trazer mais civilidade" para a campanha, principalmente nas redes sociais. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
tse
alexandre de moraes
eleições
segundo turno
fake news

Últimas notícias

USP vai abrigar novo centro de engenharia do Google

USP vai abrigar novo centro de engenharia do Google

Instalações ficarão no prédio do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT), na Cidade Universitária
Opas alerta para epidemia de dengue nas Américas e pede reforço de medidas contra doença

Opas alerta para epidemia de dengue nas Américas e pede reforço de medidas contra doença

Brasil está entre os países que apresentou aumento na transmissão da doença
Comissão de Valores Mobiliários abre 60 vagas para concurso com salário de R$ 21 mil

Comissão de Valores Mobiliários abre 60 vagas para concurso com salário de R$ 21 mil

São dois cargos com diferentes especialidades para atuar no Rio e em São Paulo; taxa de inscrição é de R$ 145
Facção carioca é suspeita de ameaçar moradores e cometer crimes contra policiais no Pirambu, em Fortaleza

Facção carioca é suspeita de ameaçar moradores e cometer crimes contra policiais no Pirambu, em Fortaleza

Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram os momentos de terror vividos pelos moradores. Troca de tiros entre grupos rivais por disputas de territórios costuma ser frequente no local
Mulher branca tem liberdade concedida após crime de racismo no RJ

Mulher branca tem liberdade concedida após crime de racismo no RJ

Presa chamou pessoas em supermercado de “negrada” e estava com a mãe; jornalista foi alvo de ofensas racistas em Nova Iguaçu
Vereador do PL é denunciado por homicídio pelo Ministério Público

Vereador do PL é denunciado por homicídio pelo Ministério Público

Político conhecido como “Neto Carneiro”, eleito em cidade no interior do Ceará, é apontado como mandante de assassinato
União Europeia aprova 13º pacote de sanções contra Rússia

União Europeia aprova 13º pacote de sanções contra Rússia

Medida inclui mais 200 entidades e indivíduos na lista de restrições; decisão ocorre dias antes da guerra na Ucrânia completar dois anos
Amazônia registra décimo mês consecutivo de redução do desmatamento, diz Imazon

Amazônia registra décimo mês consecutivo de redução do desmatamento, diz Imazon

Bioma perdeu 79 km² de floresta em janeiro; Roraima, Mato Grosso e Pará lideram ranking de devastação
Ex-jogador Daniel Alves é convocado para tribunal em Barcelona

Ex-jogador Daniel Alves é convocado para tribunal em Barcelona

Outros envolvidos no processo também receberam intimações da Justiça espanhola; tribunal já pode ter redigido sentença
Disputa entre milicianos e traficantes na zona norte do Rio faz vítimas

Disputa entre milicianos e traficantes na zona norte do Rio faz vítimas

Prisão de “Zinho” intensificou onda de violência; mulher com filhas desmaiou após assalto
Publicidade
Publicidade