Publicidade

Pesquisa do Banco Central mostra que educação financeira do brasileiro deixa a desejar

Apenas 14% dos entrevistados mostraram algum conhecimento sobre juros

Pesquisa do Banco Central mostra que educação financeira do brasileiro deixa a desejar
Publicidade

A educação financeira do brasileiro deixa a desejar segundo uma pesquisa feita pelo Banco Central. Apenas 14% dos entrevistados conseguiram fazer um cálculo simples de juros. Nível considerado baixo. Duas mil pessoas foram ouvidas na pesquisa.

+ Leia mais no Portal SBT News

A pesquisa mostra ainda que o nível de conhecimento financeiro é o maior entre os jovens de 16 e 24 anos (64,5%). Os homens apareceram com 61,8% e pessoas com mais de 60 anos, 53,6%. Para aqueles com renda familiar de até dois salários mínimos, 56%. O levantamento também revelou que 64% dos brasileiros enfrentaram desequilíbrio nas contas nos últimos anos.

Uma situação que ajudaria a explicar o descontrole no orçamento de muitas famílias. A analista de marketing Gisela Costa começou a gastar mais do que recebia e acumulou dívidas de tirar o sono. "Eu comecei a ter um descontrole financeiro com saídas, roupas, divertimento e gastos normais e aí eu fui pagando o mínimo do cartão, sempre o mínimo, fui parcelando as faturas, quando eu vi já tinha virado uma bola de neve", conta.

"O que acontece muitas vezes é que as pessoas fazem compras parceladas , vão acumulando parcelas e não se planejando que nos próximos meses vão aparecer outras despesas", explica Ronaldo Silva, do Banco Central.

Para o especialista em educação financeira Reinaldo Domingos, para se organizar é preciso uma postura radical. "Defino quais são as minhas prioridades, sonhos de curto médio, longo prazo. Se eu fiz prestações, essas prestações têm que vir antes desses gastos todos do dia-a-dia de energia, água, telefone, supermercado".

Como ponto positivo, o Banco Central considera o fato da maioria conhecer os meios de pagamentos, com o pix (91,6%). A manutenção de senhas em segredo também é consenso. Mas a gerente de telemarketing Elaine Aragão não teve essa preocupação. Além de liberar a senha, ela emprestou de boa fé o cartão de crédito a uma parente. Ficou com o prejuízo de 90 mil reais e negocia uma saída. "Hoje , depois de ter passado um ano e pouco, eu ainda continuo pagando esse valor pro banco, ainda continuo em negociação. Nunca mais empresto cartõ para ninguém", conta.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Economia
juros
Banco Central
Financeiro

Últimas notícias

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Modelo viralizou nas redes sociais ao vencer o Miss Universo em abril; prêmio foi para a Magalí Benejam, da província de Córdoba
SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

Iniciativa transmitirá a movimentação ao vivo na tenda de doações e conferência dos itens no galpão da Jequiti
Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

No Dia Nacional da Adoção, conheça relatos emocionantes de crianças e adolescentes que encontraram lares repletos de carinho e dedicação
Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Feira contou com cerca de 40 animais que precisam de um novo lar
Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Desde final de abril, Unidades Básicas de Saúde são obrigadas a ter salas. Humanização do atendimento é apontada por especialistas e vítimas como fundamental
Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Estimativa é de que cerca de 40 mil pessoas participaram da 17ª edição do evento
Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Refúgio climático, que também acontece no Brasil, alerta para a necessidade de uma política nacional de amparo às vítimas de impactos ambientais
Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Moradores contabilizam o caos causado pelas enchentes; Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias
Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Região do Rio Grande do Sul lida com dificuldades por aumento do nível das águas. Em outros locais, população enfrenta situação de frio
Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Órgão máximo da ONU para deliberar sobre disputas entre Estados havia determinado fim de ataques a Rafah
Publicidade
Publicidade