Publicidade

Governo lança programa para destinar mais de 500 imóveis da União para outros fins

Programa de Democratização de Imóveis quer habilitar estruturas hoje sem uso para programas de habitação social, como o Minha Casa, Minha Vida

Governo lança programa para destinar mais de 500 imóveis da União para outros fins
Publicidade

Com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, lançou o Programa de Democratização de Imóveis da União. O evento foi realizado no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (26).  

A iniciativa prevê destinar estrategicamente imóveis da União para políticas públicas com foco em questões sociais e ambientais. Durante o evento, foram assinados acordos de cooperação e concessão entre o governo federal, prefeituras, governos estaduais, entidades e movimentos sociais.

+ Esther Dweck diz que Concurso Unificado vai promover maior diversidade no setor público

O programa focará em imóveis sem destinação definida, como terrenos urbanos vazios, prédios vazios e ocupados, conjuntos habitacionais com famílias não tituladas, além de núcleos urbanos informais com e sem infraestrutura.

O objetivo é usar os bens da União para habitação e atividades de educação, saúde, assistência social, cultura e esporte, além de promover regularização fundiária e obras de infraestrutura. Também chamado de “Imóvel da Gente”, o programa começou a ser debatido em março do ano passado.

“Precisou de um ano de maturação para a gente pensar qual a melhor forma de organizar este programa. A lógica aqui é utilizar o patrimônio para valorizar o patrimônio. Muitas vezes acham que a maneira de valorizar é simplesmente a venda, quando, na verdade, a venda pode ser a desvalorização do patrimônio. A gente tem formas de valorizar o patrimônio em benefício da população. Essa mudança de lógica é a base deste programa”, disse Esther Dweck.

Foram estabelecidas quatro linhas prioritárias para utilização dos imóveis da união:

1) Provisão habitacional

- Programa MCMV - FAR (Fundo de Arrendamento Residencial) e MCMV - Entidades;

- Empreendimentos para locação social;

- Empreendimentos com orçamentos próprios de entes federativos ou parceiros.

2) Regularização Fundiária e Urbanização

- Titulação de ocupantes em áreas de infraestrutura;

- Urbanização de assentamentos precários.

3) Políticas públicas e programas estratégicos

- Novo PAC;

- Outras políticas públicas prioritárias;

- Programas estratégicos do governo federal.

4) Empreendimentos de múltiplos usos em grandes áreas

- Parceria público-privada (PPP);

- Permuta entre a iniciativa privada e a União (o governo passaria uma estrutura sem utilização pública para uma empresa e essa empresa faria obras para habitação, por exemplo).

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou que o programa tem também o objetivo de mudar a lógica de apenas fazer caixa com patrimônios não utilizados da União para construção de estruturas úteis à sociedade.

"A lógica do programa é substituir o modelo antigo de somente fazer caixa. Muitas vezes a alienação se dava a preços questionáveis, porque em situações degradadas esses imóveis eram vendidos a preços muito baixos. Queremos substituir essa lógica por uma lógica de garantia à função social do imóvel. esse imóvel tenha capacidade de gerar empregos, moradias, escolas ou hospitais”, disse o ministro.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Política
Governo Lula

Últimas notícias

AO VIVO: China envia três astronautas à estação espacial Tiangong nesta quinta (25)

AO VIVO: China envia três astronautas à estação espacial Tiangong nesta quinta (25)

Programa chinês pretende levar nave tripulada à Lua até 2030; Ye Guangfu, Li Cong e Li Guangsu integram o lançamento de hoje
PM acusado de matar esposa e enteada em Goiás vai a júri popular

PM acusado de matar esposa e enteada em Goiás vai a júri popular

Crime foi registrado em 2022, em Rio Verde (GO); autor de disparos teria poupado outra criança para causar “sofrimento grande”
Júri popular do bicheiro “Piruinha” será realizado nesta quinta (25)

Júri popular do bicheiro “Piruinha” será realizado nesta quinta (25)

José Caruzzo Escafura, de 94 anos, é acusado de mandar matar comerciante em 2021 no Rio de Janeiro por dívida de quase meio milhão de reais
Petrobras decide sobre dividendos extraordinários e elege novo Conselho de Administração nesta quinta (25)

Petrobras decide sobre dividendos extraordinários e elege novo Conselho de Administração nesta quinta (25)

Retenção do pagamento, em março, provocou fritura do presidente da estatal, Jean Paul Prates; com aval de Lula, CA propõe distribuição de 50%
Governo libera segunda parcela do Programa Pé-de-Meia; veja quem recebe

Governo libera segunda parcela do Programa Pé-de-Meia; veja quem recebe

Iniciativa tem como objetivo diminuir evasão escolar e desigualdade social entre jovens
SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

Carro com três ocupantes foi prensado entre carretas; motorista de caminhão também não resistiu
Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25)
Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Quase 300 corpos foram encontrados por autoridades palestinas; ONU pediu investigação
Brasil Agora: Brazão fala a Deputados por vídeo; Moraes arquiva ação contra Bolsonaro

Brasil Agora: Brazão fala a Deputados por vídeo; Moraes arquiva ação contra Bolsonaro

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quinta-feira (25)
Governo divulga locais de prova do "Enem dos concursos" nesta quinta-feira (25); veja onde acessar

Governo divulga locais de prova do "Enem dos concursos" nesta quinta-feira (25); veja onde acessar

Processo seletivo oferta 6.640 vagas em 21 órgãos públicos federais; provas ocorrem em 5 de maio
Publicidade
Publicidade