Publicidade

Lucro recorde viabilizou entrada no agro, diz presidente da Caixa

Após resultado positivo de R$ 51,5 bilhões de 2019 a 2021, banco oferece alternativas a produtores rurais

Lucro recorde viabilizou entrada no agro, diz presidente da Caixa
Após resultado positivo de R$ 51,5 bilhões de 2019 a 2021, banco passa a oferecer alternativas a produtores rurais | Foto: Divulgação
Publicidade

A sequência de lucro nos últimos três anos, de 2019 a 2021, e que totalizou mais de R$ 51,5 bilhões, foi a responsável por viabilizar a Caixa Econômica Federal no mercado de oferta de crédito a produtores rurais. A declaração foi dada pelo presidente da instituição financeira Pedro Guimarães, em entrevista exclusiva ao SBT News, nesta 4ª feira (1.jun).

"A Caixa Econômica Federal não atuava no agronegócio porque não tinha muito lucro, não tinha muita base de capital, não tinha muito volume de depósitos, tanto que quando nós chegamos, a Caixa era apenas o quarto banco no crédito imobiliário com recursos próprios em poupança. Não fazia sentido, naquele momento, se nem o imobiliário era forte, entrar num outro segmento. Nesta gestão, a gente registrou lucros que nunca aconteceram na Caixa. E a partir desses resultados muito fortes, a gente acumulou base de capital e passou a oferecer esse segmento tão importante pro Brasil que é o agro", disse.

Durante a feira Show Rural Coopavel, realizada entre 7 e 11 de fevereiro, em Cascavel (PR), foram registradas mais de 860 propostas de crédito pré-aprovadas, totalizando R$ 558 milhões em volume negociado. No evento, foram lançadas duas novas modalidades de crédito rural: o Custeio Antecipado e uma nova possilidade de contratação de crédito rural com recursos da Poupança.

O Custeio Antecipado tem como objetivo auxiliar no planejamento da próxima safra, com melhores condições para o produtor adquirir insumos e serviços por preços mais vantajosos. Os produtores rurais do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) podem contratar com taxas de juros a partir de 3% ao ano. No Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), a taxa de juros parte de 4,5% ao ano e para os demais produtores a taxa é a partir de 6,5% ao ano. 

Já na contratação com recursos da Poupança, os agricultores podem utilizar o crédito para custeio, comercialização, industrialização e investimento. A taxa é a partir de 9,50% ao ano, e financiamento de até 100% do projeto com prazo de até 180 meses para pagar.

Disponíveis até junho de 2022, os recursos atendem a diversas finalidades, especialmente para financiar as despesas do ciclo de produção das culturas de soja, milho, arroz, algodão, feijão e amendoim, entre outras culturas da safra

"Nosso foco é o pequeno produtor até o médio e, em especial, investimento. Ou seja, construção de armazéns, silos, correção do solo, compras de máquinas. Ou seja, aqueles investimentos que vão transformar a propriedade para que haja maior produção, em especial com maior valor agregado", disse Guimarães ao SBT News.

A Caixa também oferece novas opções de crédito para o setor de aquicultura e pesca. Desde janeiro deste ano, o banco disponibiliza para pescadores artesanais enquadrados no Pronaf linhas de crédito com taxas de juros a partir de 3% ao ano. Os recursos podem ser contratados nas modalidades de custeio e investimento.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

#portalnews
#agronegócio
#economia
#caixa
#crédito
#produtoresrurais

Últimas notícias

União Brasil faz convenção, mas não define apoio ou candidatura própria para prefeitura de São Paulo

União Brasil faz convenção, mas não define apoio ou candidatura própria para prefeitura de São Paulo

Partido está entre lançar candidatura própria com Kim Kataguiri ou apoiar Ricardo Nunes na reeleição
Morre no Rio de Janeiro o dramaturgo Antonio de Bonis

Morre no Rio de Janeiro o dramaturgo Antonio de Bonis

Artista ficou conhecido pela direção do musical “Emilinha e Marlene - As Rainhas do Rádio"
Explorando o Rio de bike: roteiro até o Aeroporto Santos Dumont

Explorando o Rio de bike: roteiro até o Aeroporto Santos Dumont

Descubra a beleza escondida da ciclovia Mané Garrincha e suas vistas deslumbrantes pelo caminho
Missão que levou homem à Lua pela primeira vez completa 55 anos

Missão que levou homem à Lua pela primeira vez completa 55 anos

Três astronautas americanos participaram da empreitada organizada pela Nasa
"Homem que é homem" não bate em mulher, diz Lula durante evento em São Bernardo do Campo (SP)

"Homem que é homem" não bate em mulher, diz Lula durante evento em São Bernardo do Campo (SP)

Fala vem poucos dias depois de presidente dar declaração considerada machista
Sem vice-prefeito, Eduardo Paes oficializa candidatura à reeleição no Rio

Sem vice-prefeito, Eduardo Paes oficializa candidatura à reeleição no Rio

Durante convenção partidária, Paes falou sobre ter cumprido ou não propostas feitas nas eleições municipais de 2020
Robô da Nasa encontra mineral inédito em Marte

Robô da Nasa encontra mineral inédito em Marte

Cristais de enxofre puro amarelos foram revelados após o rover Curiosity passar sobre uma rocha
Taxista é preso por integrar quadrilha paulista que rouba casas de luxo no Rio

Taxista é preso por integrar quadrilha paulista que rouba casas de luxo no Rio

Segundo as investigações, o homem utilizava o veículo para guiar os assaltantes até as casas que seriam roubadas
Rebelião de presos incendeia presídio em Franco da Rocha, Grande São Paulo; situação foi controlada

Rebelião de presos incendeia presídio em Franco da Rocha, Grande São Paulo; situação foi controlada

O motim foi o primeiro em quatro anos, em São Paulo, segundo o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESP)
Helicóptero dos bombeiros faz pouso forçado às margens do rio Araguaia em Goiás; piloto fica ferido

Helicóptero dos bombeiros faz pouso forçado às margens do rio Araguaia em Goiás; piloto fica ferido

Motivos do pouso de emergência estão sendo investigados pelos órgãos competentes
Publicidade
Publicidade