Publicidade

"Eles estão bem, significa que eles estão vivos", relata presidente do Instituto Brasil-Palestina

No 1 mês da guerra, Ahmed Shehada conta casos de fome e de dificuldade palestina, além de questionar mortes em Gaza

"Eles estão bem, significa que eles estão vivos", relata presidente do Instituto Brasil-Palestina
Zona de guerra | Print de VT do SBT Brasil
Publicidade

"Conseguiram sacolas de macarrão e acenderam fogo para cozinhar". Ao contar o relato enfrentado pela própria família durante o um mês de guerra na Faixa de Gaza, o presidente do Instituto Brasil-Palestina, Ahmed Shehada, questionou o avanço do conflito e afirmou que, atualmente, o estar bem na Palestina representa apenas a pessoa estar viva.

Durante audiência pública da Comissão de Legislação Participativa, que discutiu o conflito Israel-Palestina nesta 3ª feira (7.nov), mesma data em que a guerra completa um mês, Shehada questionou as mortes registradas até o momento na Faixa de Gaza. Ele aponta milhares de óbitos, com destaque para crianças e desaparecidos sob escombros. "É uma crise da humanidade, onde ninguém está seguro", diz.

Ele compara que os números da guerra neste último mês superam mortes registradas em um período de quinze anos. "Até abril foram assassinados mais de 11.358 palestinos [...] de 2023 até agora, o número é de pelo menos 13 mil, entre eles, mais de 4800 crianças", estima. A comparação feita por ele leva em conta três mil desaparecidos: "Sob escombros. Estão mortos, mas não são registrados". Sem eles, os mortos somam dez mil.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Ahmed Fakhri Al Assad, que está em missão diplomática no Brasil representando o estado da Palestina, trabalha com o número de dez mil. "Hoje vemos um adicional de opressão que só pode ser visto como genocídio", afirma. "Mais de dez mil palestinos foram mortos, dos quais 10% são crianças ou mulheres", completa.

A classificação como genocídio também foi apresentada por outros convidados da audiência pública, como a professora Arlene Clemesha, diretora do Centro de Estudos Árabes da USP. "Essa situação corre o risco de transbordar para toda região do Oriente Médio e envolver o mundo. Em uma guerra que pode durar décadas, porque o mundo está deixando essa situação perpetuar. Esse é o cerne", destacou a pesquisadora.

Os nomes convidados foram de apoiadores da causa palestina. Um segundo momento do debate seria composto apenas por nomes que apoiam Israel -- mas a etapa não aconteceu, por nenhum dos convidados estarem presentes quando foram chamados. O requerimento foi apresentado pelo deputado João Daniel (PT-SE). 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
congresso
israel
israel-palestina
palestina
hamas
guerra
faixa de gaza

Últimas notícias

Lula diz que reconhecimento da Palestina por países europeus é histórico

Lula diz que reconhecimento da Palestina por países europeus é histórico

Espanha, Noruega e Irlanda anunciaram, na quarta-feira (22), o reconhecimento do Estado Palestino
Carlo Acutis: quem é jovem que deve virar santo da Igreja Católica

Carlo Acutis: quem é jovem que deve virar santo da Igreja Católica

Beato morreu aos 15 anos, em 2006, por complicações de uma leucemia
Comissão do Senado para acompanhar enfrentamento da calamidade no RS faz diligência no estado

Comissão do Senado para acompanhar enfrentamento da calamidade no RS faz diligência no estado

Senadores devem visitar alojados em abrigo e se encontrar com o governador Eduardo Leite (PSDB)
Caso Anic Herdy: cães farejadores são usados em buscas por advogada desaparecida

Caso Anic Herdy: cães farejadores são usados em buscas por advogada desaparecida

Polícia Civil foi até um sítio localizado na Baixada Fluminense na manhã desta quinta-feira (23), mas a vítima não foi localizada
Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Recurso impede que o CPF da pessoa seja incluído de forma indevida em quadro societário de empresas
Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Senador Jaques Wagner deve incluir acordo referente aos municípios no mesmo Projeto de Lei
Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Serra Gaúcha pode ter temperatura abaixo de zero durante o final de semana
Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Microblog da Meta tem parceria com mais de 100 agências de checagens de fatos no mundo
Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Estados Unidos devem anunciar cerca de R$ 1,42 bilhão em novas artilharias e munição para os ucranianos
Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Parecer foi protocolado um dia após a defesa do empresário pedir na Justiça pela revogação da prisão
Publicidade
Publicidade