Publicidade

"Mil vezes não", diz Guedes sobre conflito entre offshore e cargo de ministro

Chefe da equipe economia também disse na Câmara que não ganhou com alta do dólar e fez sacrifício pelo país

"Mil vezes não", diz Guedes sobre conflito entre offshore e cargo de ministro
ministro da economia Paulo Guedes
Publicidade

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa de audiência pública conjunta de duas comissões da Câmara nesta 3ª feira (23.nov), para dar explicações sobre o dinheiro que mantém em offshore e afirmou que não há conflito entre a offshore e sua atuação como ministro " Não, mil vezes não", declarou.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Guedes explicou que desde 2014 tomou a decisão de fazer investeimentos fora do país e optou pelo offshore para que metade do rendimento não ir para o governo americano se ele morresse. "Meu dinheiro foi investido nessa época e nunca teve remessa ao Brasil", afirmou. 

Sobre ganhar com alta do dólar, o ministro disse que teve com enorme prejuízo. "Eu perdi mais do que tenho na offshore [US$ 9,5 mi, segundo Pandora Papers]. Tudo que minha mão alcança, eu abri mão da renda sobre o capital para fazer um sacrifício pelo país", disse Paulo Guedes aos deputados.

Saiba mais:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
congresso
camara
paulo guedes
offshore
alta do dólar

Últimas notícias

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

Evento contará com mais de 500 opções de pratos, espaço kids e pet friendly; veja programação
Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Presidente disse que não é a favor do procedimento, mas que tema precisa ser tratado como questão de saúde publica
Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Meio de pagamento instantâneo ficou atrás apenas do cartão de crédito; popularidade deve crescer até 2027
Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Federação criticou proposta e disse que tema necessita de ampla discussão prévia
Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Ministro das Comunicações tem apoio do União Brasil com quem Lula deve negociar troca no comando da pasta
Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Aparelho foi recuperado depois do rastreamento do carro usado pelo criminoso
Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Bernardo Alves da Silva estava internado em estado grave desde o começo do mês
Ucrânia chama exigências de Putin de "absurdas" e rejeita plano de cessar-fogo

Ucrânia chama exigências de Putin de "absurdas" e rejeita plano de cessar-fogo

Governo defendeu que presidente russo está tentando “enganar” as potências mundiais para minar os esforços diplomáticos de paz
Kate Middleton faz primeira aparição pública após diagnóstico de câncer

Kate Middleton faz primeira aparição pública após diagnóstico de câncer

Princesa de Gales participou do Trooping the Colour, desfile que comemora o aniversário do rei Charles III
Governo de SP prorroga vacinação contra paralisia infantil até 30 de junho

Governo de SP prorroga vacinação contra paralisia infantil até 30 de junho

Objetivo é imunizar 95% das crianças entre um e quatro anos; aplicação será feita nas UBSs do estado
Publicidade
Publicidade