Publicidade

Concurso Nacional Unificado: dúvidas sobre em qual bloco se inscrever? Confira dicas

Seleção começa no processo de inscrição, quando o candidato deverá escolher entre oito opções, sendo uma para nível médio e sete para nível superior em 21 órgãos públicos

Concurso Nacional Unificado: dúvidas sobre em qual bloco se inscrever? Confira dicas
Agência Brasil
Publicidade

O chamado “Enem dos Concursos” é considerado a maior prova de seleção para cargos públicos de todos os tempos. Só no primeiro dia do processo, mais de 100 mil candidatos fizeram inscrição. De acordo com as normas do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) publicadas em um edital com cerca de 700 páginas, a seleção começa no processo de inscrição, quando o candidato deverá escolher entre oito opções, sendo uma para nível médio e sete para nível superior em 21 órgãos públicos.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Dentro desta última categoria, os postulantes com formação de tecnólogo, licenciatura e bacharelado deverão optar por diferentes áreas de atuação. As 5.948 vagas estão divididas da seguinte forma:

Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias (727 vagas)

Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação (597 vagas)

Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas (530 vagas)

Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor (971 vagas)

Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (1.016 vagas)

Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação (359 vagas)

Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública (1.748 vagas)

Aos candidatos com formação de ensino médio ou técnico foi reservado o Bloco 8 - Nível Intermediário, com 692 vagas sendo 452 para Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas e técnico em indigenismo, 100 vagas para Agente de atividades agropecuárias, 100 para Agente de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal e outras 40 para Técnico de laboratório.

+"Enem dos concursos": inscrições para o Concurso Público Unificado estão abertas

Depois de escolhido o bloco temático, os candidatos deverão indicar o cargo por ordem de preferência entre as vagas disponíveis no bloco escolhido. Ou seja, os participantes vão concorrer a mais de um cargo, dentro da área escolhida. Cada um desses blocos terá cinco eixos temáticos.

Cada órgão definiu pesos diferentes para cada eixo temático. Ou seja, mesmo com as vagas agrupadas em um mesmo bloco, os conteúdos cobrados terão pesos diferentes dependendo do cargo selecionado.

De acordo com o edital, nove vezes o número de vagas de cada área terão as provas discursivas da segunda etapa corrigidas aumentando assim a qualidade do certame e a seleção dos candidatos mais aptos.

As inscrições foram abertas nesta sexta-feira (19) e vão até 9 de fevereiro. A taxa de inscrição será de R$ 60, para as vagas de nível médio, e de R$ 90, para as de nível superior. Haverá isenção da cobrança para candidatos de baixa renda, inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), assim como para beneficiários do Bolsa Família.

Em entrevista ao Poder Expresso, do SBT News, o professor de Direito Constitucional e juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Aragonê Fernandes deu dicas para quem pretende participar da disputa.

"A seleção começou hoje, com a escolha do bloco e com o rankeamento das opções. O candidato deve olhar em qual bloco ele vai se inserir. Esse vai ser o primeiro filtro. Afinal de contas, há muitos órgãos dentro de cada bloco, há muitas oportunidades. Tem vagas para o país inteiro, mas tem candidato que quer uma vaga em um determinado estado. Então, o aluno precisa ter essas visão. Uma escolha errada agora pode diminuir as suas chances de aprovação", explicou.

Confira:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Concurso Nacional Unificado

Últimas notícias

Berinjela para conserva é o destaque da semana para compras em atacados

Berinjela para conserva é o destaque da semana para compras em atacados

Abobrinha italiana e berinjela também estão entre produtos favoráveis; confira lista completa
Exército de Israel afirma ter encontrado corpo de refém brasileiro do Hamas em Gaza

Exército de Israel afirma ter encontrado corpo de refém brasileiro do Hamas em Gaza

Forças de Defesa de Israel dizem que Michel Nisenbaum, de 59 anos, foi morto no ataque de 7 outubro de 2023
ENGANOSO: Janja não combinou cena com militar e cachorro para divulgar vídeo nas redes sociais

ENGANOSO: Janja não combinou cena com militar e cachorro para divulgar vídeo nas redes sociais

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: caos, novas inundações em Porto Alegre e alerta de mais chuvas no RS

Brasil Agora: caos, novas inundações em Porto Alegre e alerta de mais chuvas no RS

Programa do SBT News traz as primeiras notícias do dia nas primeiras horas da manhã
Incêndio atinge empresa de óleo para carros em Guarulhos (SP)

Incêndio atinge empresa de óleo para carros em Guarulhos (SP)

Foram deslocadas 18 viaturas dos Bombeiros; local fica próximo da rodovia Dutra e do aeroporto internacional
Com três dias de festa, ordem de desfile do carnaval 2025 do Rio é definida

Com três dias de festa, ordem de desfile do carnaval 2025 do Rio é definida

Próximo ano terá quatro escolas por noite na Sapucaí, de domingo a terça; promessa é de ingressos mais baratos
SBT News na TV: Chuva volta a provocar enchentes no RS; Lula diz que deve vetar taxação de importados

SBT News na TV: Chuva volta a provocar enchentes no RS; Lula diz que deve vetar taxação de importados

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta sexta-feira (24); assista!
Governo federal libera crédito de R$ 1,8 bi para recuperação do Rio Grande do Sul

Governo federal libera crédito de R$ 1,8 bi para recuperação do Rio Grande do Sul

Anúncio totalizou R$ 62,5 bilhões direcionados pela União ao enfrentamento da tragédia climática no estado
Dinheiro de acordos de leniência da Lava Jato deve ir para o RS, defende André Mendonça

Dinheiro de acordos de leniência da Lava Jato deve ir para o RS, defende André Mendonça

Ministro do STF fez a proposta nesta quinta-feira (23) em audiência de conciliação com entes públicos e empresas investigadas na operação
Campanha do SBT 'Juntos pelo Rio Grande do Sul' bate recorde em volume de doações

Campanha do SBT 'Juntos pelo Rio Grande do Sul' bate recorde em volume de doações

Materiais de limpeza e produtos de higiene estão entre as principais necessidades das vítimas das enchentes que assolam o estado
Publicidade
Publicidade