Publicidade

Professor preso injustamente por roubo é solto em SP

Docente trabalhava a 200 quilômetros do local do crime, segundo documento; defesa desconhece outra investigação por situação semelhante

Professor preso injustamente por roubo é solto em SP
Publicidade

O professor de educação física que foi preso injustamente, acusado de sequestrar e roubar uma idosa em Iguape (SP), foi solto na tarde de quinta-feira (18), na capital paulista. Clayton Ferreira foi reconhecido pela vítima apenas por fotos - método criticado pela quantidade de irregularidades e injustiças – e estava trabalhando a 200 quilômetros do local do crime.

A defesa do professor entrou com um habeas corpus após apresentar o documento que comprova que Clayton estava dando aulas no momento do crime, de segunda a sexta, das 7h às 16h20 – o crime ocorreu na cidade do Vale do Ribeira às 9h. A declaração estava assinada pelo docente e pelo diretor da unidade escolar. Ele foi preso na manhã de terça (16).

Defesa de professor desconhece outra investigação

A Polícia Civil, porém, disse que o professor é investigado por um crime semelhante, anterior ao caso da idosa. O caso teria ocorrido em outubro de 2023, onde ele e uma mulher seriam beneficiados de uma transferência via Pix no valor de R$ 20 mil.

Danilo Reis, advogado de Clayton afirmou, em nota, desconhecer “investigação anterior originária à prisão realizada, tampouco teve acesso às informações prestadas em nota oficial da Polícia Civil, e que de imediato, independentemente da liberdade concedida, Clayton irá colaborar com o que for necessário para prestar esclarecimentos em qualquer investigação em andamento, por ser o principal interessado na resolução desta situação mediante a comprovação de sua inocência”.

Crime contra idosa

A idosa de 73 anos foi sequestrada e teve R$ 11 mil roubados em outubro de 2023 e reconheceu o suspeito por meio de foto. O boletim de ocorrência cita que a mulher foi obrigada a entrar em um carro por duas mulheres. Dentro, estava o motorista. Após as ameaças e transferências, foi solta.

Na delegacia, reconheceu o homem, apontando a foto do professor como único indício de autoria do crime. A Justiça decretou a prisão do docente em novembro do ano passado.

A Corregedoria da Polícia disse que está “à disposição para apurar qualquer denúncia sobre possíveis irregularidades”.

Em nota, Secretaria de Educação de São Paulo disse que Diretoria de Ensino Centro Sul e a Escola Estadual Deputado Rubens do Amaral seguem à disposição das autoridades para esclarecer o caso.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil
Prisão
Justiça
Professor
Investigação
São Paulo
Polícia Civil

Últimas notícias

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

Evento contará com mais de 500 opções de pratos, espaço kids e pet friendly; veja programação
Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Presidente disse que não é a favor do procedimento, mas que tema precisa ser tratado como questão de saúde publica
Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Meio de pagamento instantâneo ficou atrás apenas do cartão de crédito; popularidade deve crescer até 2027
Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Federação criticou proposta e disse que tema necessita de ampla discussão prévia
Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Ministro das Comunicações tem apoio do União Brasil com quem Lula deve negociar troca no comando da pasta
Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Aparelho foi recuperado depois do rastreamento do carro usado pelo criminoso
Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Bernardo Alves da Silva estava internado em estado grave desde o começo do mês
Ucrânia chama exigências de Putin de "absurdas" e rejeita plano de cessar-fogo

Ucrânia chama exigências de Putin de "absurdas" e rejeita plano de cessar-fogo

Governo defendeu que presidente russo está tentando “enganar” as potências mundiais para minar os esforços diplomáticos de paz
Kate Middleton faz primeira aparição pública após diagnóstico de câncer

Kate Middleton faz primeira aparição pública após diagnóstico de câncer

Princesa de Gales participou do Trooping the Colour, desfile que comemora o aniversário do rei Charles III
Governo de SP prorroga vacinação contra paralisia infantil até 30 de junho

Governo de SP prorroga vacinação contra paralisia infantil até 30 de junho

Objetivo é imunizar 95% das crianças entre um e quatro anos; aplicação será feita nas UBSs do estado
Publicidade
Publicidade