Publicidade

INSS: quem tem direito a receber pagamentos atrasados?

A Justiça Federal liberou cerca de R$ 30 bilhões em precatórios e RPVs nas últimas semanas. Veja como funciona o processo

INSS: quem tem direito a receber pagamentos atrasados?
Publicidade

A Justiça Federal liberou cerca de R$ 30 bilhões para beneficiários que questionaram valores e benefícios concedidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e ganharam o processo. Os valores são referentes a quantias que não foram pagas em 2022 e 2023, além de pagamentos previstos para 2024.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Nesta quarta-feira (3), foram anunciados R$ 2,5 bilhões em pagamentos de Requisições de Pequeno Valor (RPVs) para quem ganhou processo contra o INSS em novembro de 2023. Cerca de 210 mil segurados serão beneficiados. A data do saque ainda não foi definida.

No último dia 2 de janeiro, começaram os saques de R$ 27,2 bilhões, em RPVs e em precatórios (acima de 60 salários mínimos) para aposentados e pensionistas que ingressaram com ações contra o Instituto.

Segundo o governo federal, no total, serão disponibilizados R$ 93,9 bilhões. O advogado especializado em direito previdenciário, Washington Barbosa disse que parte dos pagamentos estava atrasada por causa da aprovação da PEC dos Precatórios, conhecida como a "PEC do Calote", em 2021, no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. A proposta de emenda constitucional permitiu à União atrasar o pagamento de dívidas que geralmente acontecia em até 2 anos.

Mas, afinal, o que são precatórios e RPVs e quem tem direito aos benefícios?

Além de Barbosa, o SBT News conversou com Maria Faiock e Adriane Bramante, advogadas especializadas em direito previdenciário, para tirar algumas dúvidas sobre o tema.

O que são os Precatórios e RPVs do INSS?

Precatórios e RPVs são dívidas de entes públicos com o cidadão. No caso do INSS, funciona assim: o beneficiário entra com uma ação na Justiça questionando benefícios negados ou os valores recebidos, por exemplo. Se vencer, é emitida uma ordem de pagamento em seu nome. Os valores são, então, incluídos no orçamento do Governo Federal por determinação judicial. Se for superior a 60 salários mínimos, é um precatório; se for inferior, é chamado de RPV, que tem prioridade de pagamento.

Quem tem direito aos benefícios?

Têm direito aqueles que tiveram algum tipo de benefício negado pelo INSS e entraram com uma ação na Justiça e venceram. Veja alguns exemplos de reivindicações que são levadas à Justiça:

* Revisão do valor do benefício;

* Aposentadoria por invalidez;

* Indenização por morte;

* Auxílio-doença (ou da incapacidade temporária);

* Licença-saúde que não foi concedida;

* Pensões e suas complementações.

Como funciona o processo?

Geralmente os casos são analisados pelos Juizados Especiais Federais. Com o auxílio de um advogado, a pessoa ingressa com um processo judicial. O processo é analisado em 1ª e 2ª instâncias, e uma minoria vai para o STF (Supremo Tribunal Federal) e o STJ (Supremo Tribunal de Justiça).

O caso só vai para a Justiça Estadual onde não houver Vara Federal.

Como é feito o pagamento?

Há prioridade para o pagamento das RPVs depois que o beneficiário ganha a ação na Justiça. No caso dos precatórios, se o título for concedido no 1º semestre, o valor será recebido no ano seguinte. Mas se a concessão acontecer no 2º semestre, as pessoas receberão apenas dois anos depois.

Com a aprovação da PEC dos Precatórios, a União recebeu autorização para atrasar os pagamentos, que estão sendo retomados agora.

Onde verificar a data de pagamento?

TRF da 1ª Região (DF, MG, GO, TO, MT, BA, PI, MA, PA, AM, AC, RR, RO e AP)

TRF da 2ª Região (RJ e ES)

TRF da 3ª Região (SP e MS)

TRF da 4ª Região (RS, PR e SC)

TRF da 5ª Região (PE, CE, AL, SE, RN e PB)

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

aposentadoria
INSS
benefícios
Justiça

Últimas notícias

INSS inicia pagamentos da segunda parcela do 13º salário; veja quem tem direito

INSS inicia pagamentos da segunda parcela do 13º salário; veja quem tem direito

Depósitos serão feitos até 8 de maio, junto com o benefício referente ao mês de abril
Ataque com faca deixa três feridos em metrô na França

Ataque com faca deixa três feridos em metrô na França

Incidente foi registrado na estação Place Jean Jaurès, em Lyon; agressor foi preso
Com 16ºC, SP registra menor temperatura máxima do ano

Com 16ºC, SP registra menor temperatura máxima do ano

Madrugadas devem continuar geladas até o fim da semana; mínimas ficarão entre 12ºC e 14ºC
Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 7

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 7

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
SBT News na TV: número de mortos sobe para 169 no RS; Israel volta a atacar Rafah

SBT News na TV: número de mortos sobe para 169 no RS; Israel volta a atacar Rafah

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (27); assista!
Acidente com ônibus do IFPA deixa 4 mortos próximo à usina de Tucuruí, no Pará

Acidente com ônibus do IFPA deixa 4 mortos próximo à usina de Tucuruí, no Pará

Veículo estava conduzindo os estudantes e servidores para a participação na Etapa Estadual dos Jogos dos Institutos Federais (JIF) 2024
Incêndio atinge loja em bairro afetado pelas enchentes em Porto Alegre

Incêndio atinge loja em bairro afetado pelas enchentes em Porto Alegre

Ruas do bairro Humaitá estão alagadas pelas enchentes desde o início de maio, o que dificulta a chegada dos profissionais
Ataques aéreos de Israel deixam pelo menos 35 mortos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza

Ataques aéreos de Israel deixam pelo menos 35 mortos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza

Ministério da Saúde de Gaza disse que mulheres e crianças representam a maioria dos mortos e dezenas de feridos
Após trégua de chuvas no fim de semana, formação de ciclone deixa RS em alerta nos próximos dias

Após trégua de chuvas no fim de semana, formação de ciclone deixa RS em alerta nos próximos dias

Defesa Civil alerta para transbordamento de rios e aponta risco de ventos de até 100km/h; situação fez aulas serem suspensas
Carro sem roda tenta fugir de perseguição policial em São Paulo; veja o vídeo

Carro sem roda tenta fugir de perseguição policial em São Paulo; veja o vídeo

Veículo roubado por criminosos capotou, mas manteve rota de fuga de 12 viaturas policiais mesmo sem roda e sem pneu
Publicidade
Publicidade