Publicidade

Governador Eduardo Leite conhece cavalo Caramelo em hospital veterinário

Encontro ocorreu após assinatura de convênio para assistência a animais resgatados nas enchentes do Rio Grande do Sul

Governador Eduardo Leite conhece cavalo Caramelo em hospital veterinário
Governador Eduardo Leite e o cavalo Caramelo - Foto: Joel Vargas/Ascom GVG
Publicidade

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, conheceu, neste sábado (18), o cavalo Caramelo, protagonista de um dos resgates mais emblemáticos nas enchentes no estado. O encontro ocorreu logo após a assinatura de um acordo de cooperação com uma ONG que vai trabalhar no acolhimento de animais resgatados e na tentativa de localização de donos e tutores.

Caramelo segue em tratamento no Hospital Veterinário da Ulbra, no município de Canoas (RS), onde o acordo foi assinado. Segundo o governo, o animal “comoveu o país e foi reconhecido como símbolo da resiliência gaúcha ao resistir em cima de um telhado até ser resgatado”. Os veterinários mostraram a Eduardo Leite o local onde Caramelo se recupera dos traumas, com foco no ganho de peso.

“Todas as vidas importam e por isso estamos empreendendo esforços para que os animais resgatados fiquem bem assistidos, recebam atendimento e encontrem os tutores dos quais se perderam nesta catástrofe”, declarou Leite. “Para aqueles que não tiverem esse reencontro, que seja feito o encaminhamento para adoção, com o apoio de quem conhece a causa e nos subsidiará com assessoria técnica para implementarmos as melhores iniciativas nessa área".

Reencontro ou doação

O governo do Rio Grande do Sul assinou o acordo com a organização não governamental Grupo de Resposta a Animais em Desastres (GRAD). A ONG atuará na identificação e catalogação dos mais de 12 mil animais resgatados, que estão em abrigos. O cadastro é o primeiro passo para a localização dos donos e tutores. Não sendo possível o reencontro, a ONG fará a gestão dos procedimentos de adoção. A GRAD e a Secretaria do Meio Ambiente do estado estimam que, até as águas baixarem, o número de animais resgatados chegará a 20 mil.

Vice-governador conduziu o acordo

A parceria para assistência aos animais foi conduzida pelo vice-governador Gabriel Souza, que é médico veterinário. A iniciativa foi articulada por meio do Gabinete de Crise. “Temos o dever de cuidar dos animais. O Rio Grande do Sul tem, inclusive, o único Código Ambiental estadual que reconhece os animais como seres sencientes, que sentem emoções e, portanto, são sujeitos de direitos”, disse Souza.

“Assinamos este termo de cooperação com o GRAD, mas também agradecemos a outras organizações, voluntários e médicos veterinários que têm se dedicado à causa animal nesta tragédia”, acrescentou Souza. Além do governador e do vice, a assinatura do acordo contou com as presenças do prefeito de Canoas, Jairo Jorge, da secretária de Meio Ambiente e Infraestrutura do estado, Marjorie Kauffmann, do reitor da Ulbra, Thomas Heimann, e da presidente da ONG, Carla Miranda

Um das primeiras a chegar ao RS

De acordo com o governo, a GRAD tem prestado apoio ao Rio Grande do Sul desde o início das inundações. “A assinatura do termo é um marco para a causa animal. Temos a preocupação com a fase pós-resgate, que é tão importante quanto o resgate, especialmente no que envolve assessoria técnica, questões sanitárias e o abrigamento destes animais, que é o nosso grande desafio. Sempre seremos nós por eles”, enfatizou Carla, presidente da organização, presidente em 15 estados brasileiros.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

caramelo
Cavalo
Governador
Rio Grande do Sul
enchente
Tragédia

Últimas notícias

Boulos pretende criar "Mais Médicos das especialidades" e defende dobrar efetivo da Guarda Municipal

Boulos pretende criar "Mais Médicos das especialidades" e defende dobrar efetivo da Guarda Municipal

Pré-candidato à prefeitura de São Paulo trouxe planos de campanha pela primeira vez após criação da coligação "Amor Por São Paulo"
Bolsonaro diz que Ramagem "paga preço alto pela ousadia" de querer governar o Rio

Bolsonaro diz que Ramagem "paga preço alto pela ousadia" de querer governar o Rio

Ex-presidente e pré-candidato à prefeitura participaram de ato pré-campanha nesta quinta (18)
Poder Expresso: Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulga dados alarmantes sobre a violência

Poder Expresso: Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulga dados alarmantes sobre a violência

Relatório divulgado nesta quinta mostra que, em 2023, foram registrados 83.988 de estupro, um aumento de 6,5% em relação ao ano anterior
Polícia Federal prende dois suspeitos de matar filho de Mãe Bernadete na Bahia

Polícia Federal prende dois suspeitos de matar filho de Mãe Bernadete na Bahia

Operação investiga morte de mãe e filho no quilombo Pitanga dos Palmares
Empresário que atirou cinco vezes contra carro será indiciado por dupla tentativa de homicídio

Empresário que atirou cinco vezes contra carro será indiciado por dupla tentativa de homicídio

Adriano Domingues Costa foi indiciado por dupla tentativa de homicídio, porte de arma de fogo e receptação de pistola usada em crime
Vítima provoca atirador antes de ser baleada e morrer: "Atira, então"

Vítima provoca atirador antes de ser baleada e morrer: "Atira, então"

Câmeras de segurança flagraram toda a ação do suspeito
Polícia do Rio investiga morte de bebê de 2 anos; família é suspeita de maus-tratos

Polícia do Rio investiga morte de bebê de 2 anos; família é suspeita de maus-tratos

Em entrevista ao SBT Rio, a mãe do menino, Aline Julia, negou que o menino tenha morrido após agressão em casa
Justiça Federal determina prisão do ex-diretor da Petrobras Renato Duque

Justiça Federal determina prisão do ex-diretor da Petrobras Renato Duque

Engenheiro deverá ficar 39 anos, dois meses e 20 dias em regime fechado
Vídeo: jovens são flagrados em bar antes de batida que matou motorista de aplicativo em Guarulhos

Vídeo: jovens são flagrados em bar antes de batida que matou motorista de aplicativo em Guarulhos

De acordo com a comanda dos envolvidos, eles compraram três garrafas de bebidas que passaram de R$ 1 mil
Vídeo mostra tribo isolada na Amazônia peruana perto de área de exploração madeireira

Vídeo mostra tribo isolada na Amazônia peruana perto de área de exploração madeireira

Várias empresas madeireiras detêm concessões dentro do território que pertence aos Mashco Piro; ONG pede que governo peruano revogue as licenças
Publicidade
Publicidade