Publicidade

"Fiquei com medo dele. Muito medo", diz Ana Hickmann em primeira entrevista após agressão

Apresentadora afirmou viver um relacionamento tóxico 'há anos' e que entrou com pedido de divórcio de Alexandre Correa

"Fiquei com medo dele. Muito medo", diz Ana Hickmann em primeira entrevista após agressão
Ana Hickmann durante entrevista ao Domingo Espetacular
Publicidade

A apresentadora Ana Hickmann falou pela primeira vez nesse domingo (27.nov) sobre as agressões que sofreu do ex-marido, Alexandre Correa. A entrevista foi ao ar na Record TV, no programa Domingo Espetacular

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Na entrevista, a modelo relevou viver uma relação tóxica "há anos" e que o ex sempre teve um "temperamento muito difícil", mas que a situação piorou no final do ano passado. Também deu mais detalhes sobre os acontecimentos que a levaram a chamar a polícia no dia 11 de novembro, quando registrou um boletim de ocorrência por violência doméstica e agressão corporal contra Alexandre Correa. Ela conta ainda como descobriu os problemas financeiros em suas empresas -- geridas por Alexandre, que é sócio.

A agressão

"Naquele dia 11, sábado, um pouco depois da hora do almoço, eu estava tendo uma conversa com meu filho na cozinha, sobre algumas mudanças que provavelmente aconteceriam na nossa vida com relação à nossa casa, com relação a algumas coisas que ele está acostumado, a gente sempre conversou sobre tudo.... Por conta dessa conversa e de outras coisas que aconteceram antes, a briga começou, eu comecei a ser achincalhada pelo Alexandre. Começou com uma agressão verbal e depois acabou com o que o Brasil descobriu", disse.

Questionada se o filho presenciou a agressão, afirmou: "A hora que ele fechou a porta no meu braço, não. Mas antes disso, sim". Segundo o relato da apresentadora, Alexandre ficou irritado com o tom da conversa e a teria mandado parar de falar "mentiras" para o filho dos dois, Alexandre, de 9 anos. 

"Ele começou a reclamar que eu não tinha direito de falar assim com o nosso filho, que a gente não ia perder nada, que a gente não ia mudar de casa, que era tudo uma grande mentira, e que eu era uma louca", contou. "Na hora, eu olhei para ele e falei: 'para com isso, para de mentir para o nosso filho, para de mentir para mim'. E aí, sim, o negócio começou a esquentar", contou.

"Ele veio para cima de mim, com o corpo, eu falei assim: 'Você vai me bater? Não vai ter coragem de me bater depois de tudo'? Você não admitir as mentiras, eu entendo. Agora, me bater?' Quando falei isso, a feição dele mudou totalmente. Ele veio, sim, para me dar uma cabeçada. Jogou o corpo e veio para cima. Não me acertou porque eu esquivei."

"Ele tentou me agarrar, me abraçar, e aí eu comecei a gritar pedindo socorro. Gritei muito. Eu fiquei com medo dele. Muito medo.", afirmou Ana Hickmann

Segundo o boletim de ocorrência, a apresentadora teria sido encurralada contra a parede pelo ex, que também prendeu o braço dela na porta quando ela tentou escapar.

"Ele pega a porta e bate com toda a força e fecha a porta exatamente na parte do meu cotovelo. Meus cachorros estavam atrás de mim e eu gritei 'pega'. Meu cachorro voou para cima dele e eu consegui fechar a porta (da cozinha) e travar as janelas também", afirmou. "Só não consegui fechar a janela que ficava em cima da pia. Ele ia pular a janela. Só parou quando liguei 190", lembrou emocionada.

"Foram três toques até a policial atender. Se eu não tivesse ligado, ele teria passado aquela janela e eu não sei o que teria acontecido"

Relacionamento tóxico

Questionada se vivia uma relação tóxica, Ana disse que sim,"há bastante tempo" e que "tentou se desvencilhar por algumas vezes", mas as pessoas a convenciam de que ela estava errada.

"Num determinado momento da nossa vida, comecei a perceber que não tinha mais amor ali, e que era, sim, um grande negócio. Mas quem tava ao nosso redor, me fazia acreditar que eu estava louca, que eu não podia fazer isso: 'ele está fazendo isso para proteger vocês, ele é o cara'. Era isso que, o tempo todo, eu tinha ao meu redor."

Ana Hickmann também afirmou ter sido alvo de diversos comentários sobre sua aparência pelo ex-marido durante os 25 anos de relação. Os dois se casaram quando a modelo tinha 16 anos, e Alexandre, 26. 

"Eu tentava me aproximar e era recebida com: 'Por que você não está se cuidando? Você tá gorda. Ninguém vai te querer velha. Ninguém quer uma Ana Hickmann velha, ninguém quer uma gorda", revelou a apresentadora, que também afirmou que toda a sua agenda era controlada pelo ex:

"Ele controlava a minha agenda para qualquer coisa, não só dos meus trabalhos, ele determinava o dia da academia, determinava quando era o médico. Inclusive, estava me azucrinando, me perseguindo, para a parte de cirurgia plástica, que eu tinha que fazer isso."

"Ele tinha o dom, muito grande, de fazer eu me sentir uma merda", desabafou.

Dívidas

Na entrevista, Ana Hickmann também confirmou que a discussão que culminou na agressão e, consequentemente, na separação foi causada por problemas financeiros. Alexandre Correa é sócio de Ana e gestor da carreira da artista desde quando ela era adolescente. 

Segundo relatos, a empresa de ambos é alvo de uma série de ações de cobrança na Justiça e teria uma dívida milionária. A informação foi confirmada pela apresentadora, que não soube dizer a extensão do prejuízo. 

"Não faço a menor ideia (do valor da dívida), porque eu ainda não cheguei no fundo. E o motivo de eu não saber é porque a gente sempre dividiu isso muito bem, e eu sempre deixei claro: dentro da nossa empresa, ele era administrativo e financeiro. Eu era designer, celebridade e marketing".

"Saí da roça, construí isso tudo, nunca devi nada para ninguém, agora tô devendo para banco. Eu me questionava: 'Tava fácil de resolver, por que tava chegando nisso aqui?' Mas aí comecei a achar mais coisas. Foi aí que ele não gostou, e foi aí que mexi onde não devia.", prosseguiu. "E isso foi só o começo. Quando questionei, foi a primeira vez que ele começou a ficar bastante agressivo comigo". 

A apresentadora contou ainda que, na quinta-feira que antecedeu o episódio de agressão, havia encontrado documentos e cheques com assinaturas que não eram dela. 

"Ainda não posso entrar em detalhes, porque a investigação está ocorrendo sob sigilo. Existe uma grande investigação de fraude, desvio, falsidade ideológica. É a única coisa que eu posso falar por enquanto, e eu tenho que esperar para saber qual é o tamanho disso tudo".

Ana Hickmann afirmou ainda ter entrado com pedido de divórcio baseada na Lei Maria da Penha, o que torna o processo mais rápido.

Alexandre nega

Em entrevista à revista Quem, divulgada no domingo (26.nov), Alexandre Correa negou as agressões e alegou que Ana Hickmann estava sob efeito de álcool no dia em que a apresentadora chamou a polícia. Ele também afirmou ter entrado com pedido de divórcio após a apresentadora solicitar uma medida protetiva de urgência contra ele. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
brasil
ana hickmann
entrevista
record tv
agressões
alexandre correa
denuncia
maria da penha
violência doméstisca
noticias

Últimas notícias

Festa dupla: 46 gêmeos se formam em uma única escola nos EUA; veja

Festa dupla: 46 gêmeos se formam em uma única escola nos EUA; veja

Gêmeos representam cerca de 3% dos nascidos nos Estados Unidos, segundo o Centro Nacional de Estatísticas de Saúde
Biden vai regularizar mais de 500 mil imigrantes nos EUA

Biden vai regularizar mais de 500 mil imigrantes nos EUA

Pacote anunciado por democrata beneficia imigrantes ilegais que são cônjuges e filhos de cidadãos norte-americanos
Por que o inverno começa às 17h51 da próxima quinta-feira (20)? Entenda

Por que o inverno começa às 17h51 da próxima quinta-feira (20)? Entenda

Neste momento irá ocorrer o Solstício de Inverno, termo originado do latim, que significa "sol parado". Veja como será nova estação
Cai o uso das impressoras de papel e a HP está preocupada

Cai o uso das impressoras de papel e a HP está preocupada

Documentos digitais estão cada vez mais presentes na rotina das pessoas
"O Brasil precisa rever seus gastos para ontem", diz deputado Danilo Forte

"O Brasil precisa rever seus gastos para ontem", diz deputado Danilo Forte

Ao Perspectivas, afirmou que "não tem sentido" o país "financiar o refrigerante", em referência a subsídios dados pelo governo a indústrias já consolidadas
RJ: mulher morta em tentativa de assalto na Linha Amarela deixa filha de sete meses

RJ: mulher morta em tentativa de assalto na Linha Amarela deixa filha de sete meses

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (18); idoso também morreu e um dos suspeitos foi baleado
Novo Ensino Médio: relatora propõe carga horária de 2.400 horas e votação de projeto é adiada

Novo Ensino Médio: relatora propõe carga horária de 2.400 horas e votação de projeto é adiada

Comissão de Educação e Cultura do Senado deve votar o texto na quarta-feira (19)
Lula diz que pode disputar reeleição em 2026 para evitar volta dos "trogloditas" e do 'fascismo'

Lula diz que pode disputar reeleição em 2026 para evitar volta dos "trogloditas" e do 'fascismo'

Presidente disse ter sido orientado a não citar o nome do ex-presidente Jair Bolsonaro
Morre Anouk Aimée, atriz dos filmes "A Doce Vida" e "Oito e Meio", aos 92 anos

Morre Anouk Aimée, atriz dos filmes "A Doce Vida" e "Oito e Meio", aos 92 anos

Ícone do cinema francês atuou em clássicos de grandes diretores, como Fellini, Bellocchio, Demy e Altman
Meninas até 14 anos são maiores vítimas de violência sexual, revela Atlas da Violência

Meninas até 14 anos são maiores vítimas de violência sexual, revela Atlas da Violência

Agressão sexual representa quase 1/3 dos casos de violência contra bebês e crianças de até 9 anos e quase metade na faixa etária de 10 a 14 anos
Publicidade
Publicidade