Publicidade

MTST realiza ato contra falta de luz na sede da Enel em São Paulo

Quase quatro dias após uma forte chuva que atingiu todo estado, pelo menos 200 mil casas seguem sem energia

MTST realiza ato contra falta de luz na sede da Enel em São Paulo
Ato MTST
Publicidade

Uma manifestação organizada pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) aconteceu, na manhã desta 3ª feira (07.nov), em frente ao prédio da Enel, que recebe cobranças pelo fornecimento de energia interrompdido a pelo menos 200 mil casas em São Paulo e região metropolitana, quase quatro dias após uma forte chuva que derrubou árvores, suspendeu voos e provocou mortes em todo o estado.

Ao todo, desde o início do apagão, cerca de 2,5 milhões de pessoas ficaram sem luz.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O ato é também contra a "intensificação das privatizações" no estado. "Diante dos recentes fatos, o MTST denuncia o sucateamento dos serviços públicos no Estado de São Paulo, que tem se intensificado por conta das privatizações.", disse o movimento, que completa, ao final da nota: "o que aconteceu em São Paulo nos últimos dias é um alerta sobre resultados nefastos das privatizações dos serviços básicos no Estado de São Paulo. "

A coordenadora nacional do MTST, Debora Lima, Débora Lima, acredita que houve descaso da empresa com a população:

"Recebemos inúmeras denúncias de comunidades inteiras sem energia por mais de 50 horas.", disse Debora

Em nota, a concessionária Enel disse que prioriza os casos mais críticos, como os serviços essenciais. Ainda segundo a companhia, já foi restabelecido o fornecimento de energia para 1,7 milhão de imóveis, dos 2,1 milhões que ficaram sem luz.

Moradorares foram às ruas protestar contra falta de luz

Moradores de vários bairros de São Paulo foram às ruas, na noite de 2ª feira (6.nov), para protestar pela falta de energia decorrente do temporal que atingiu a capital no último dia 3. Dos 2,1 milhões impactados, mais de 200 mil seguem sem energia.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

No Jardim Caravelas, zona sul de São Paulo, moradores de um condomínio residencial estão 72 horas sem energia.

Uma árvore caiu em uma das ruas na 6ª feira (03.nov) e foi removida no domingo, mas os cabos elétricos não foram restabelecidos. Na 2ª feira à noite, os moradores interditaram a rua Bragança Paulista, travessa com a rua Abílio Borin, onde houve a queda da árvore, e pediram urgência para a Enel. 

"Foram dezenas ou até centenas de ligações para a Enel, prefeitura e corpo de bombeiros. Os chamados para a Enel, só tiveram promessas e previsões de datas que nunca foram cumpridos", relata Ivi Barbiellini, membro do corpo diretivo do condomínio Las Ventanas.

"Nosso prejuízo está sendo enorme, queimaram muitos equipamentos, como computadores, DVRs, no breaks, cerca elétrica, câmeras, dentre outros. Até agora gastamos quase R$ 20.000 em compras de diesel para nosso gerador abastecer apenas o básico e ambientes emergenciais, como elevadores e portarias, e esse valor aumenta a cada minuto", calcula. 

Segundo Barbiellini, os 192 apartamentos perderam toda a comida das suas geladeiras. Também houve prejuízo por conta de remédios que necessitam de refrigeração.

Moradores estão sem luz desde 6ª feira (3.nov) | Reprodução

Do outro lado da cidade, a situação se repete. Juliana Gimenes, moradora do bairro Butantã, também participou de uma outra manifestação para tentar chamar a atenção da concessionária. Após os moradores ameaçarem fechar a via, a energia foi restabelecida.

"Eu estava em contato com a Enel desde 6ª feira e, mesmo estando com grau emergencial para atendimento, nada. São 420 famílias aqui e cerca de 70% dos moradores são idosos. A verdade é que eles [Enel] só restabeleceram a energia porque ouviram que íamos fechar a via, que é a Avenida Antônio Eiras Garcia", conta Juliana.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
enel
falta de energia
apagão
sao paulo
noticias
brasil
queda de energia
mtst
movimento sem teto

Últimas notícias

Extrato bancário terá mudanças a partir de julho; saiba como vai ficar

Extrato bancário terá mudanças a partir de julho; saiba como vai ficar

Operações de saque e depósito serão as primeiras a passar por padronização
Detran apreende mais de 100 dedos de silicones que eram usados por autoescolas

Detran apreende mais de 100 dedos de silicones que eram usados por autoescolas

Moldes eram utilizados para fraudar o sistema de controle biométrico no processo de emissão da carteira de habilitação
VÍDEO: Influencer americana é surpreendida por sons de tiros e descobre execução de irmão nos EUA

VÍDEO: Influencer americana é surpreendida por sons de tiros e descobre execução de irmão nos EUA

Rebecca Olugbemi ouviu o tiroteio que tirou a vida de seu irmão, o boxeador Isaiah Olugbemi, de 27 anos
Piloto de avião morre durante voo e copiloto avisa passageiros antes de pousar

Piloto de avião morre durante voo e copiloto avisa passageiros antes de pousar

O caso aconteceu na última quarta-feira (12), enquanto o avião sobrevoava a Arábia Saudita
Universidades federais começam a encerrar greve

Universidades federais começam a encerrar greve

Segundo levantamento do SBT News, pelo menos 37 das 62 universidades federais paralisadas decidiram retomar as aulas
Anatel determina medidas de combate à venda de celulares sem homologação em sites brasileiros

Anatel determina medidas de combate à venda de celulares sem homologação em sites brasileiros

Empresas têm até 15 dias para realizar mudanças e estão sujeitas a multa diária de até R$ 6 milhões
Tarcísio confirma coronel Mello como vice na chapa de Nunes

Tarcísio confirma coronel Mello como vice na chapa de Nunes

Governador e prefeito participaram de agenda oficial nesta sexta-feira (21), onde foi feito o anúncio do nome, preferido de Jair Bolsonaro (PL)
Poder Expresso: entenda os detalhes do julgamento do STF sobre o porte de maconha

Poder Expresso: entenda os detalhes do julgamento do STF sobre o porte de maconha

Discussão no Supremo Tribunal Federal (STF) acende novamente tensão com o Congresso Nacional
Eleições Municipais 2024: Pré-candidato do PT à Prefeitura de Teresina ganha apoio de Lula em caravana

Eleições Municipais 2024: Pré-candidato do PT à Prefeitura de Teresina ganha apoio de Lula em caravana

Presidente da República passou pelo Piauí para fortalecer Fábio Novo (PT), em empate técnico com ex-prefeito Silvio Mendes (União), de acordo com pesquisa
Lula diz estar feliz com trabalho de ministro indiciado pela PF: "Inocente até provarem ao contrário"

Lula diz estar feliz com trabalho de ministro indiciado pela PF: "Inocente até provarem ao contrário"

Juscelino Filho foi indiciado por desvio de emendas parlamentares, quando era deputado federal; Lula respondeu pergunta sobre ministros maranhenses
Publicidade
Publicidade