Publicidade

PF instala base fluvial no Vale do Javari, onde Bruno e Dom foram mortos

Flávio Dino disse que ponto policial visa proteger fronteiras brasileiras e combater organizações criminosas

PF instala base fluvial no Vale do Javari, onde Bruno e Dom foram mortos
PF instala base fluvial na região onde Bruno e Dom foram mortos
Publicidade

A Polícia Federal instalou uma de suas bases fluviais em de Atalaia do Norte, no Vale do Javari (AM). A região teve destaque por ter sido a terra indígena onde ocorreu o assassinato de Dom Phillips e Bruno Pererira, em 2022 (relembre abaixo). A base se encontrava em Manaus e foi deslocada ao Vale na última semana. A informação foi confirmada neste domingo (26.mar) pelo ministro da Justiça, Flávio Dino.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo a PF, a base serve como "ponto de apoio para realização de diversos trabalhos de prevenção e repressão ao crime na localidade". Além disso, de acordo com a corporação, outros órgãos que atuam na repressão aos delitos que ocorrem na região, como pesca ilegal, exploração ilegal de madeira e ouro, além da presença de narcotraficantes, terão o suporte da Base Fluvial.

Ainda na 5ª, a Polícia Federal deflagrou a Operação Tucandeira, no município de São Paulo de Olivença (AM), com objetivo de combater o garimpo ilegal na região. Na ocasião, a Polícia destruiu três balsas usadas no garimpo ilegal de ouro.

"A PF esclarece que, atualmente, toda a atividade de lavra de ouro no Vale do Javari é ilegal e que, portanto, as ações objetivando a desintrusão dessa importante hidrovia continuarão a ser realizadas, assim como serão estendidas a outras regiões de garimpo ilegal detectadas no estado do Amazonas", declarou, em nota, a corporação.

A Terra Indígena Vale do Javari é a segunda maior do Brasil, atrás da TI Yanomami, e é a com maior concentração de povos isolados no planeta. Ela é localiazada na divisa com Peru e Colômbia.

O que disse Flávio Dino

Já o ministro da Justiça postou em seu Twitter sobre a instalação da Base e disse que ela serve para "proteger as nossas fronteiras e combater as organizações criminosas"

Durante cerimônia de inauguração do programa Pronasci, no dia 15 de março, Dino antecipou que a base seria remanejada nos dias seguintes. Segundo o ministro, a base também serve para dizer que "nunca mais a Amazônia vai ser terra de violência, de desigualdade, de opressão e de exploração".

Na ocasião, o ministro também falou sobre a estratégia de combate ao garimpo, afirmando que combater a prática é mirar em quem financia, não no garimpeiro em si. 

"Combater o garimpo ilegal é combater, sobretudo, a ausência de lei, combater quem financia e quem lava o dinheiro e quem nunca botou o pé em Roraima", disse. Ele ainda afirmou que o governo bloqueou 700 milhões de reais de recursos que financiavam o garimpo ilegal.

Assassinato de Bruno e Dom

Dom Phillips e Bruno Pereira | Divulgação

Bruno Pereira e Dom Phillips foram assassinados em junho de 2022, após uma expedição ao Vale do Javari.

Depois de atingidos com disparos de arma de fogo, eles tiveram os corpos queimados e enterrados. De acordo com a Polícia Federal, as denúncias dos dois contra a pesca ilegal no Vale do Javari foram a motivação do crime.

A Polícia Federal concluiu que Rubens Billar Coelho, conhecido como Colômbia, foi o mandante dos assassinatos. Além de Amarildo da Costa, Jefferson Lima e Oseney de Oliveira, que são acusados de executar o crime, Edvaldo da Costa Oliveira, irmão de Amarildo, foi indiciado por fornecer a espingarda de calibre 16 usada para o assassinato.

Colômbia está preso desde dezembro do ano passado. Em outubro, ele havia sido solto após pagar uma fiança de R$ 15 mil, mas teve a prisão decretada novamente pela Justiça após descumprir medidas cautelares. A polícia descobriu que além de ter fornecido a munição usada no crime, Colômbia conversou com os executores horas antes dos assassinatos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbt
sbt news
dom e bruno
policia federal
vale do javari
brasil
israel-de-carvalho

Últimas notícias

União Brasil faz convenção, mas não define apoio ou candidatura própria para prefeitura de São Paulo

União Brasil faz convenção, mas não define apoio ou candidatura própria para prefeitura de São Paulo

Partido está entre lançar candidatura própria com Kim Kataguiri ou apoiar Ricardo Nunes na reeleição
Morre no Rio de Janeiro o dramaturgo Antonio de Bonis

Morre no Rio de Janeiro o dramaturgo Antonio de Bonis

Artista ficou conhecido pela direção do musical “Emilinha e Marlene - As Rainhas do Rádio"
Explorando o Rio de bike: roteiro até o Aeroporto Santos Dumont

Explorando o Rio de bike: roteiro até o Aeroporto Santos Dumont

Descubra a beleza escondida da ciclovia Mané Garrincha e suas vistas deslumbrantes pelo caminho
Missão que levou homem à Lua pela primeira vez completa 55 anos

Missão que levou homem à Lua pela primeira vez completa 55 anos

Três astronautas americanos participaram da empreitada organizada pela Nasa
"Homem que é homem" não bate em mulher, diz Lula durante evento em São Bernardo do Campo (SP)

"Homem que é homem" não bate em mulher, diz Lula durante evento em São Bernardo do Campo (SP)

Fala vem poucos dias depois de presidente dar declaração considerada machista
Sem vice-prefeito, Eduardo Paes oficializa candidatura à reeleição no Rio

Sem vice-prefeito, Eduardo Paes oficializa candidatura à reeleição no Rio

Durante convenção partidária, Paes falou sobre ter cumprido ou não propostas feitas nas eleições municipais de 2020
Robô da Nasa encontra mineral inédito em Marte

Robô da Nasa encontra mineral inédito em Marte

Cristais de enxofre puro amarelos foram revelados após o rover Curiosity passar sobre uma rocha
Taxista é preso por integrar quadrilha paulista que rouba casas de luxo no Rio

Taxista é preso por integrar quadrilha paulista que rouba casas de luxo no Rio

Segundo as investigações, o homem utilizava o veículo para guiar os assaltantes até as casas que seriam roubadas
Rebelião de presos incendeia presídio em Franco da Rocha, Grande São Paulo; situação foi controlada

Rebelião de presos incendeia presídio em Franco da Rocha, Grande São Paulo; situação foi controlada

O motim foi o primeiro em quatro anos, em São Paulo, segundo o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESP)
Helicóptero dos bombeiros faz pouso forçado às margens do rio Araguaia em Goiás; piloto fica ferido

Helicóptero dos bombeiros faz pouso forçado às margens do rio Araguaia em Goiás; piloto fica ferido

Motivos do pouso de emergência estão sendo investigados pelos órgãos competentes
Publicidade
Publicidade