Publicidade

Imunizante contra Covid-19 vai entrar no calendário de vacinação

Ministra da Saúde reuniu-se, nesta 3ª feira, com o presidente Lula para tratar das prioridades da pasta

Imunizante contra Covid-19 vai entrar no calendário de vacinação
Vacinação
Publicidade

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, afirmou que os imunizantes contra a Covid-19 vão entrar no calendário regular de vacinação. A ex-presidente da Fiocruz reuniu-se, na tarde desta 3ª feira (10.jan), com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para tratar das prioridades da pasta nos cem primeiros dias de governo.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo a ministra, será elaborado um plano emergencial para a redução de filas e diagnóstico e para a retomada do programa Farmácia Popular, com a ampliação de alguns medicamentos ofertados.

"Estamos falando não apenas de Covid. Temos a grande tarefa de recuperar as altas coberturas no Brasil, com foco nas vacinas da infância", declarou Nísia, durante coletiva de imprensa.

Ainda de acordo com a chefe da pasta, em fevereiro, o Ministério da Saúde vai iniciar uma campanha de vacinação infantil, que deve ter pontos de aplicação de doses em escolas.


Mais Médicos
Nísia também falou que o programa Mais Médicos está entre as ações prioritárias da pasta para os 100 primeiros dias. Ela afirmou que o governo estuda criar um "incentivo" para atrair os profissionais brasileitos.

"Vamos seguir o que está determinado na legislação já definida, em relação à prioridade aos médicos brasileiros e para que se possa também ter o concurso para estrangeiros, quando as vagas não forem ocupadas por brasileiros", declarou.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
covid19
coronavirus
ministeriodasaude

Últimas notícias

Brasil Agora: STF prorroga até setembro prazo de suspensão da desoneração da folha

Brasil Agora: STF prorroga até setembro prazo de suspensão da desoneração da folha

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quarta-feira (17)
+Milionária sorteia prêmio de R$ 245 milhões nesta quarta-feira (17)

+Milionária sorteia prêmio de R$ 245 milhões nesta quarta-feira (17)

Apostas podem ser feitas até as 19h em casas lotéricas ou pela internet
Hóspedes são encontrados mortos em hotel 5 estrelas na Tailândia

Hóspedes são encontrados mortos em hotel 5 estrelas na Tailândia

Polícia aponta para envenenamento com cianeto; corpos são de cidadãos vietnamitas
Carpinteiro atingido por estaca de madeira na cabeça deixa o CTI

Carpinteiro atingido por estaca de madeira na cabeça deixa o CTI

Vitor Soares do Nascimento precisou passar por cirurgia de emergência para retirada do objeto; quadro de saúde é estável
Com R$ 362 milhões, "Divertida Mente 2" se torna maior arrecadação em bilheterias da história no Brasil

Com R$ 362 milhões, "Divertida Mente 2" se torna maior arrecadação em bilheterias da história no Brasil

Nova animação da Disney/Pixar já foi assistida por 18 milhões de espectadores
Nota Fiscal Paulista libera R$ 46,5 milhões em créditos; veja como resgatar

Nota Fiscal Paulista libera R$ 46,5 milhões em créditos; veja como resgatar

Valor é referente às compras realizadas em março de 2024 e ficará disponível para transferência por um ano
SBT News na TV: Chiquinho Brazão volta a alegar inocência no assassinato de Marielle

SBT News na TV: Chiquinho Brazão volta a alegar inocência no assassinato de Marielle

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta quarta-feira (17); assista!
EUA: jovem armado com fuzil é preso perto de convenção republicana

EUA: jovem armado com fuzil é preso perto de convenção republicana

Detenção ocorreu fora do perímetro de segurança do evento; suspeito não tinha autorização de porte
Entrevista de Biden à NBC "não convenceu ninguém", afirma analista político

Entrevista de Biden à NBC "não convenceu ninguém", afirma analista político

Arick Wierson avaliou o desempenho do presidente dos Estados Unidos, marcado por respostas desencontradas e dificuldade na comunicação
Supremo atende governo e Congresso e dá mais tempo para desoneração na folha

Supremo atende governo e Congresso e dá mais tempo para desoneração na folha

Ministro Fachin deu prazo para solução até 11 de setembro; Senado quer concluir votação em agosto
Publicidade
Publicidade