Publicidade

Claudia Raia em: "o útero é meu e ninguém tasca!"

Atriz foi assunto que viralizou nas redes sociais após anunciar a sua gravidez aos 55 anos

Claudia Raia em: "o útero é meu e ninguém tasca!"
Publicidade

Não é de hoje que a sociedade teima em dar palpite sobre tudo relacionado ao corpo e a vida da mulher. Ou porque ela é muito jovem para ter filhos, ou porque passou da idade e até a decisão de não ser mãe. Tem também quem julga a escolha de não trabalhar caso se dedique apenas a maternidade, se há condições de voltar ao trabalho, a contratação de uma babá, o uso da mamadeira, a escola com menos de um ano, etc. Poderia escrever esse texto apenas sobre os desafios diários femininos (que não são poucos), para ter nossa voz aceita numa cultura estruturalmente machista.

+ Conheça os colunistas do SBT News
+ Leia as últimas notícias de Brasil
+ Todas as notícias no portal SBT News


Mas hoje venho apenas pedir para deixarem o útero da Claudia Raia em paz. O anúncio da gravidez, aos 55 anos, com uma publicidade em uma rede social (ela tem o direito de escolher como contar), virou alvo de críticas:

 "Ela fez inseminação e está se promovendo! " 

Anúncio foi feito em uma publicidade em sua conta na rede social | Reprodução/Instagram/Claudia Raia

"Quando desserviço num post", comentaram. 

A atriz, que está no quarto mês de gestação, já havia comentado na mídia sobre o procedimento de congelamento de óvulos que havia se submetido. A questão é: ela, como pessoa pública, não tem a obrigação de contar detalhe por detalhe de tudo que se passa na sua vida e no seu corpo. A gravidez foi a realização de um sonho que ela quis compartilhar. O método, os riscos e os cuidados ficam a cargo dos profissionais da saúde que a acompanham. 
Por isso, para tirar dúvidas sobre a gravidez tardia e as formas de fertilização, entrevistei a médica Camila Escudeiro, ginecologista e obstetra especialista em assistência ao parto natural.

Márcia Dantas: Qual a chance uma mulher engravidar naturalmente após os 40 anos?
Camila Escudeiro:  Após os 40 anos a chance de uma mulher engravidar no seu período fértil é de 10%. 
MD: Quais os métodos indicados para quem deseja engravidar nesta idade?
CE: As 5 técnicas de reprodução assistida mais utilizadas são:
1. Relação Sexual Programada ? Coito Programado 
2. Inseminação intrauterina artificial (IIA)
3. FIV (Fertilização in vitro) 
4. Injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI)
5. Doação de óvulos 

Gestão após os 50 anos é considerada de alto risco, segundo especialista | Unsplash

MD: Quais os riscos de uma gravidez tardia após os 50 anos?
CE:  A gestação após os 50 anos é considerada de alto risco pois existe maior risco de abortamento, síndromes genéticas e má formações fetais. Também já temos o envelhecimento do nosso organismo que traz consigo diabetes, hipertensão, obesidade entre outros. 
MD:Quais os cuidados essenciais que a mulher grávida mais velha precisa ter na gestação? 
CE: O primeiro passo é começar o quanto antes um pré-natal especializado em alto risco pois terá uma assistência mais detalhada e com mais cuidados, além de uma alimentação saudável com acompanhamento de nutricionista, atividade física de preferência supervisionada, manter os exames do pré-natal em dia, usar suplementação vitamínica adequada e seguir as orientações do Obstetra. 

MD:Qual a idade recomendada para se pensar em congelar óvulos?
CE: 
O ideal é ter um planejamento para fazer a coleta e congelamento dos óvulos até os 35 anos, já que, após esse período, os óvulos vão perdendo a qualidade e reduzindo a quantidade. O mais seguro é captar esses óvulos o quanto antes.
Esta semana, o Conselho Federal de Medicina publicou uma resolução que traz normas éticas para reprodução assistida no Brasil. Veja o que mudou na reportagem publicada pelo SBT News

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

colunista-marcia-dantas
coluna-viu-isso
viu-isso
portalnews
marcia-dantas
colunistas
claudia
raia
utero
brasil
gravidez
polemica
engravidar
colunista

Últimas notícias

Uma em cada oito crianças no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito crianças no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

"Central de telemarketing do crime" funcionava em São Paulo; idosos eram vítimas preferidas
Associações médicas do Brasil vão enviar manifesto sobre péssima qualidade do ar para Marina Silva e Conama

Associações médicas do Brasil vão enviar manifesto sobre péssima qualidade do ar para Marina Silva e Conama

No Brasil, a poluição atmosférica mata mais de 50 mil pessoas por ano, eleva o número de internações hospitalares e gera custos ao sistema público de saúde, diz pesquisa
Publicidade
Publicidade