Publicidade

Número de furtos cresce nos três estados mais populosos do Brasil

Segundo especialista, alta está relacionada ao fim das restrições e à maior movimentação de moradores

Número de furtos cresce nos três estados mais populosos do Brasil
Publicidade

O primeiro trimestre de 2022 registrou um aumento significativo no número de roubos e furtos nos três estados mais populosos do Brasil, quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Segundo levantamento feito pelo SBT News, moradores de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro estão enfrentando cerca de 20% a mais de ocorrências do tipo, o que eleva a sensação de insegurança nas regiões.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Em São Paulo, por exemplo, o patamar de ambos os crimes aproxima-se do registrado antes do início da pandemia de covid-19, conforme dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). De janeiro a março deste ano, foram contabilizados 132.782 casos de furtos, um aumento de 28,5% em relação aos três primeiros meses de 2021 e de 7% ante os de 2020. Já na comparação com 2019, o número mostra queda de 2,7%.

No caso dos roubos, o estado registrou 59.905 ocorrências durante o primeiro trimestre do ano, o que representa um crescimento de 7,4% em relação ao ano anterior. O valor, no entanto, mostra uma baixa de 12% quando comparado com 2020, e de 4% se contabilizados os 62.372 casos de 2019, no período pré-pandemia.

No Rio de Janeiro, por sua vez, foram registradas 3.759 ocorrências de furto de janeiro a março de 2022 -- um aumento de 58% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram notificados 2.366 casos do crime. Os dados do Instituto de Segurança Pública do Estado também apontam para uma queda de 21% quando comparada as ocorrências de roubos em 2022 (9.345) e 2021 (11.877). 

Assim como no território fluminense, o estado de Minas Gerais registrou baixa no número de roubos, contabilizando 9.492 casos no primeiro trimestre de 2022, contra 4.980 registrados em 2021 (-9,8%). Por outro lado, as ocorrências de furto ficaram em 29.095 neste ano, um aumento de 2,78% em comparação com os 28.308 casos constatados no ano anterior. 

"É interessante notar que o Brasil vinha tendo uma redução desses crimes. De 2019 para 2020, que foi o primeiro ano da pandemia, a queda foi de 36%. Agora, no primeiro trimestre de 2022, temos percebido uma elevação, como no caso da cidade de São Paulo", destaca David Marques, coordenador de projetos do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 

Ele avalia que o aumento no número dos crimes está relacionado ao fim das restrições sanitárias de covid-19, uma vez que, agora, as ruas estão mais movimentadas. Além disso, o maior atrativo por aparelhos smartphones também colabora para o salto nos números, bem como as maiores possibilidades por meio de ferramentas de operações bancárias, como o Pix.

+ Falsos policiais são presos durante assalto em SP

"Se o crime é tão dinâmico, é preciso que a polícia seja tão ágil quanto. O enfrentamento dessa situação só é possível por meio de investigação, inteligência e articulação entre os departamentos policiais", pontua Marques. "A identificação dos principais pontos onde estão acontecendo os roubos e o desarticularmento das quadrilhas que se dedicam a esse tipo de criminalidade estão entre as principais soluções", completa.

Nesta semana, o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), anunciou o reforço no policiamento da maior cidade do país. A ação faz parte da Operação Sufoco, que será realizada em todo o estado para tornar as polícias mais visíveis e presentes nas ruas. 

A decisão da gestão estadual ocorre cerca de uma semana após um jovem ser morto em um assalto no bairro do Jabaquara, na zona sul da capital. Identificado como Renan Silva Loureiro, o adolescente estava acompanhando a namorada até a casa da avó, quando ambos foram abordados por um criminoso, que estava disfarçado de entregador de aplicativo. 

Leia também

+ Crianças são esfaqueadas em escola no Rio

+ Dia Nacional de Combate ao Bullying: 5 sinais de alerta aos pais

+ Tecnologia é "muito importante" no combate à corrupção, diz conselheira do Inac

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
brasil
numero
furtos
aumentam
sao paulo
rio de janeiro
minas gerais
celulares
pix
policia
patrulhamento

Últimas notícias

Uma em cada oito crianças no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito crianças no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

"Central de telemarketing do crime" funcionava em São Paulo; idosos eram vítimas preferidas
Associações médicas do Brasil vão enviar manifesto sobre péssima qualidade do ar para Marina Silva e Conama

Associações médicas do Brasil vão enviar manifesto sobre péssima qualidade do ar para Marina Silva e Conama

No Brasil, a poluição atmosférica mata mais de 50 mil pessoas por ano, eleva o número de internações hospitalares e gera custos ao sistema público de saúde, diz pesquisa
Publicidade
Publicidade