Publicidade

Vaticano determina que colégios dos Arautos do Evangelho sejam fechados

Erramos: Cardeal João Aviz orienta que jovens sejam enviados para os pais; colégios não serao fechados. Associação contesta reportagem.

Vaticano determina que colégios dos Arautos do Evangelho sejam fechados
Publicidade

Erramos: Ao contrário do informado pelo SBT News, o Vaticano determinou que os alunos deixem o internato e voltem para o convívio de suas famílias. A reportagem errou ao afirmar que os colégios seriam fechados. A carta do cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congreção, orienta que os menores de idade devem ser confiados aos pais. 

Pedido de direito de resposta

A Associação Arautos do Evangelho do Brasil diz que os colégios citados não eram internatos e contesta outros trechos da reportagem. Sobre a determinação do Cardeal João Aviz, a associação alega que  "tal determinação nunca ocorreu e nem é cabível legalmente a nenhuma autoridade eclesiática o fechamento de colégios. Esta prerrogativa é de atribuição de órgãos vinculados ao Ministério da Educação, secretárias estaduais ou municipais de Educação, após o devido processo legal. Não houve determinação oriunda nesse sentido, inclusive os citados colégios nunca foram internatos. Tal determinação não caberia a nenhuma autoridade eclesiática, pois a decisão de hospedagem ou residência cabe aos pais ou responsáveis legais pelos menores." Ainda diz que a decisão do cardeal está sendo contestada no ambiente canônico. A entidade religiosa afirma também que a investigação do Ministério Público teria sido encerrada e arquivada em 26 de agosto de 2021. 

..............

O Vaticano determinou que os colégios do grupo Arautos do Evangelho, que segue uma rotina de princípios ultraconservadores, sejam fechados após a conclusão deste ano letivo. A ordem foi enviada em um documento de 22 de junho, assinado pelo cardeal João Braz de Aviz.

A carta foi endereçada ao cardeal Raymundo Damasceno Assis, nomeado pelo Papa Francisco como interventor para os Arautos do Evangelho. Entre os motivos citados para o encerramento das atividades dos colégios estão "numerosas comunicações aqui [Vaticano] enviadas pelos pais das crianças e jovens inseridos na órbita da Associação Arautos do Evangelho, nas quais se lamentam que as famílias de origem são, na maioria das vezes, excluídas das vidas dos seus filhos".

O documento classifica ainda a disciplina aplicada pelo grupo como "excessivamente rígida".  A comunidade dos Arautos do Evangelho foi fundada em 1999 e tem cerca de 3 mil pessoas no Brasil. Em 2019, SBT Brasil exibiu reportagem com denúncias de abusos físicos, psicológicos e cárcere privado, que teriam sido cometidos contra jovens dentro das instituições. No mesmo ano, o Ministério Público passou a investigar o caso.

Para a assistente social e ativista dos direitos humanos Solange Massari, integrante do Grupo Tortura Nunca Mais, a decisão do Vaticano é "uma grande vitória". "E agora temos que monitorar de alguma forma para que cumpram a determinação e que as crianças e adolescentes saiam a salvo sem maiores prejuízos", completou.

Ex-secretária-executiva do Conselho Estadual de Direitos da Pessoa Humana (Condepe-SP), ela acompanha as denúncias desde 2019 e explica que, após investigação - com entrevistas e coleta de materiais -, foi elaborado um dossiê de quase 700 páginas sobre os ocorridos. "É uma grande alegria ver o resultado deste trabalho e ouvir o choro de mães hoje, mas choro de alívio", pontuou.

Veja a carta assinada pelo cardeal na íntegra:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
brasil
vaticano
arautos do evangelho
internos
crianças
jovens
famílias
carta
denúncias
abusos
direitos humanos
ministério público
ano letivo
crime
policia

Últimas notícias

Morre ex-presidente do Banco Central Affonso Celso Pastore aos 84 anos

Morre ex-presidente do Banco Central Affonso Celso Pastore aos 84 anos

Economista paulistano era doutor pela Universidade de São Paulo e estava internado no Hospital Albert Einstein
Mulher morre e criança é resgatada após serem arrastadas por enxurrada em Aparecida (SP)

Mulher morre e criança é resgatada após serem arrastadas por enxurrada em Aparecida (SP)

Vítima estava com o neto e tinha acabado de buscá-lo na escola quando foi atingida pela água; ela foi encontrada no bairro Santa Rita em parada cardiorrespiratória
Mãe de Navalny entra com processo contra autoridades por recusa de liberar corpo do filho

Mãe de Navalny entra com processo contra autoridades por recusa de liberar corpo do filho

Opositor político foi encontrado morto em um presídio na Sibéria no último dia 16; Lyudmila Navalnaya questiona Putin
UNESCO concede honraria a dança polonesa banida pelo comunismo

UNESCO concede honraria a dança polonesa banida pelo comunismo

Ministério da Cultura e do Património Nacional da Polónia solicitou a inclusão da dança na lista da organização
Sobe para 71 o número de cidades mineiras em emergência por conta da dengue

Sobe para 71 o número de cidades mineiras em emergência por conta da dengue

Dados da Secretaria de Saúde revelam que o estado enfrenta uma crise histórica, com 234.354 casos prováveis de dengue
USP vai abrigar novo centro de engenharia do Google

USP vai abrigar novo centro de engenharia do Google

Instalações ficarão no prédio do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT), na Cidade Universitária
Opas alerta para epidemia de dengue nas Américas e pede reforço de medidas contra doença

Opas alerta para epidemia de dengue nas Américas e pede reforço de medidas contra doença

Brasil está entre os países que apresentou aumento na transmissão da doença
Comissão de Valores Mobiliários abre 60 vagas para concurso com salário de R$ 21 mil

Comissão de Valores Mobiliários abre 60 vagas para concurso com salário de R$ 21 mil

São dois cargos com diferentes especialidades para atuar no Rio e em São Paulo; taxa de inscrição é de R$ 145
Facção carioca é suspeita de ameaçar moradores e cometer crimes contra policiais no Pirambu, em Fortaleza

Facção carioca é suspeita de ameaçar moradores e cometer crimes contra policiais no Pirambu, em Fortaleza

Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram os momentos de terror vividos pelos moradores. Troca de tiros entre grupos rivais por disputas de territórios costuma ser frequente no local
Mulher branca tem liberdade concedida após crime de racismo no RJ

Mulher branca tem liberdade concedida após crime de racismo no RJ

Presa chamou pessoas em supermercado de “negrada” e estava com a mãe; jornalista foi alvo de ofensas racistas em Nova Iguaçu
Publicidade
Publicidade