Publicidade

SP: obras com atraso chegaram a mais de R$ 50 bilhões

Linha 6-Laranja do Metrô, que está paralisada há mais de quatro anos, ficou como a mais cara do estado

SP: obras com atraso chegaram a mais de R$ 50 bilhões
SP: obras com atraso chegaram a mais de R$ 50 bilhões
Publicidade
A soma dos gastos do poder público com a contratação de obras que não cumpriram com o prazo de entrega ou foram paralisadas chegou a cerca de R$ 50,2 bilhões em São Paulo, no segundo trimestre de 2020. Isso é o que mostra o mais recente levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCESP), que pode ser conferido na íntegra por meio de um painel online.

No total, São Paulo tinha 1.248 obras atrasadas ou paralisadas até o final de junho deste ano, sendo que 1.059 (ou 84,86%) eram de âmbito municipal. As 189 restantes (ou 15,14%) pertenciam ao governo do estado, com os contratos somando R$ 47,7 bilhões.

+ Ministério Público quer suspensão de aumento de procuradores da AGU 

Exemplos dos principais motivos apontados pelo TCESP para as obras não terem sido concluídas são demoras no repasse de verbas, questões técnicas reveladas após a licitação, contingenciamento de recursos próprios ou problemas nas informações contidos no projeto básico. A maioria das construções (21,96%) estavam relacionadas à área da educação. Em segundo lugar vinham aquelas voltadas a equipamentos urbanos (16,6%), como praças e quadras, seguidas pelas de abertura ou reparos de vias urbanas (11,7%).

O TCESP mostra ainda que a Linha 6-Laranja do Metrô paulistano detinha o título de obra atrasada mais cara do estado. Planejada para ligar os bairros da Vila Brasilândia ao centro da capital paulista, ela foi interrompida há mais de quatro anos. O contrato custou cerca de R$ 23,1 bilhões, e a entrega da linha tinha como previsão inicial o dia 19 de maio de 2020.

Em relação às construções com maior atraso no cronograma, a da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Vera Lúcia Pereira Arlindo, em Bauru, no interior do estado, lidera, com paralisação que já dura 14 anos. A previsão inicial era de entrega em maio de 2003, ao custo de aproximadamente R$ 1,5 milhão. 
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

economia
são paulo
obras
atraso
construção
tcesp
levantamento
paralisação
preço
contrato
metrô
educação
cidades
brasil
portalnews

Últimas notícias

Cantor sertanejo descobre tumor cerebral e cancela shows

Cantor sertanejo descobre tumor cerebral e cancela shows

Augusto, da dupla com Rafael, fará cirurgia nos próximos dias
Leilão de arroz, alta do dólar, ministro indiciado, MP devolvida: entenda semana tensa do governo Lula

Leilão de arroz, alta do dólar, ministro indiciado, MP devolvida: entenda semana tensa do governo Lula

Executivo ainda sofreu com avanço de pautas conservadoras no Congresso, alta do dólar e da inflação e saída de secretário do Ministério da Agricultura
Gestante que se jogou de prédio: diarista recebeu proposta sexual do mesmo homem

Gestante que se jogou de prédio: diarista recebeu proposta sexual do mesmo homem

Igor Campos está preso após as agressões cometidas no último domingo (08)
Policial penal de folga agride mulher e é preso em Goiás

Policial penal de folga agride mulher e é preso em Goiás

No dia seguinte, agressor foi trabalhar normalmente depois do crime; outro homem também participou da violência
Família denuncia hospital por negligência após morte de recém-nascida

Família denuncia hospital por negligência após morte de recém-nascida

Criança nasceu com infecção e, de acordo com os pais, recebeu alta antes do tempo
BeReal, rede social que cresceu entre a Geração Z, foi vendida por R$ 3 bilhões

BeReal, rede social que cresceu entre a Geração Z, foi vendida por R$ 3 bilhões

Rede social chamou a atenção em 2022 por ter a proposta de ser "anti-Instagram", teve queda no número de usuários e foi adquirida por uma produtora de jogos
Comércio cresce 0,9% em abril, diz IBGE

Comércio cresce 0,9% em abril, diz IBGE

Acumulado do ano chegou a 4,9%, enquanto nos últimos 12 meses, somou 2,7%
Tebet: "Não passa pela cabeça desvincular aposentadoria do salário mínimo"; entenda o que está em jogo

Tebet: "Não passa pela cabeça desvincular aposentadoria do salário mínimo"; entenda o que está em jogo

Ministra afirmou que Lula e equipe econômica estudam "modernização" de benefícios vinculados ao Orçamento
Três detentos pulam alambrado e fogem de presídio em Minas Gerais

Três detentos pulam alambrado e fogem de presídio em Minas Gerais

Trio acessou uma área de mata fechada próxima da Penitenciária de Teófilo Otoni
SP: Ônibus tomba e mulher fratura a perna em acidente

SP: Ônibus tomba e mulher fratura a perna em acidente

Veículo fretado trafegava na avenida Raimundo Pereira de Magalhães, em Perus, zona norte da cidade
Publicidade
Publicidade