Publicidade

Boulos ataca Nunes e aposta em eleição nacionalizada em SP

Ao lado de Marta Suplicy, Boulos iniciou pré-campanha em Parelheiros, extremo sul de SP

Boulos ataca Nunes e aposta em eleição nacionalizada em SP
Publicidade

O deputado federal Guilherme Boulos (Psol) e a ex-prefeita e ex-ministra Marta Suplicy (PT) cumpriram nesta quinta-feira (22) a primeira agenda conjunta de pré-campanha na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Boulos deve disputar para prefeito, com Marta como vice. O itinerário ocorreu em Parelheiros, zona sul de São Paulo, reduto eleitoral da candidata a vice.

Marta Suplicy deixou o cargo de secretária municipal na gestão de Ricardo Nunes (MDB) para voltar ao PT e disputar as eleições como vice de Boulos. Ao se referir ao atual prefeito, Boulos o chamou de "prefeito fantasma" e o criticou por atrapalhar iniciativas do governo federal na cidade.

"[Nunes] está criando dificuldade para liberar alvará de obra da Universidade Federal na Zona Leste porque não quer que o Lula faça a inauguração junto com a gente. Ele está atrasando o futuro da periferia porque não quer ter impacto eleitoral. Ao invés de atrasar quem quer fazer, que ele faça. Por que não faz?", questionou Boulos.

Na visão do pré-candidato a prefeito pelo Psol, Nunes se comporta “como tchutchua do Bolsonaro”, e não como prefeito da cidade de São Paulo".

Boulos diz que Nunes costuma se omitir “quando a cidade tem grandes crises. Basta ver no apagão, ele estava no camarote. Na crise de segurança pública da cracolândia, ele disse que não é com ele”.

Nacionalização das eleições de 2024

Sob gritos de apoiadores, Boulos declarou que as eleições municipais deste ano terão resquícios da última disputa presidencial, de 2022. “O que está em jogo na cidade de São Paulo também é uma disputa entre esses governos, esses legados, com um prefeito que não diz a que veio, que só se omite. Mas é também a disputa do time do Lula contra o time do inelegível”, discursou Boulos, se referindo ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

“De um lado, vai estar o companheiro, que foi o melhor presidente que esse país já teve. Que fez um legado extraordinário para o povo pobre das periferias desse país. Do outro lado, vai tá o candidato apoiado pelo pior presidente da história do Brasil, que trabalhou contra a vacina, que só sabe difundir intolerância e ódio", disse Boulos. "Eu tenho certeza que a cidade de São Paulo, que já deu o recado na urna em 2022, vai derrotar o candidato do Bolsonaro em outubro deste ano também."

Tanto o prefeito Ricardo Nunes quanto o governador do Estado, Tarcísio de Freitas (Republicanos), confirmaram presença na manifestação pró-Bolsonaro que ocorrerá neste domingo (25).

Pré-candidato faz promessas

O pré-candidato ainda reforçou o compromisso com causas sociais, que englobam temas como meio ambiente, saúde, educação, moradia e trabalho.“Nós temos convicção que a periferia pode ser o centro do orçamento e dos investimentos na cidade de São Paulo”, afirmou.

Na visão de Boulos, o bairro de Parelheiros deve ser aproveitado para turismo e agricultura familiar. “O potencial de ecoturismo que a gente tem em Parelheiros ainda é muito pouco utilizado. Isso aqui, preservando o nosso ativo principal, que é o meio ambiente, poderia estar gerando renda para milhares de famílias e de pessoas, e dinamizando uma atividade econômica”

Boulos ainda criticou a merenda escolar servida nas escolas públicas. “Nós queremos merenda escolar de qualidade vinda da agricultura familiar."

Aldeia indígena e plantio de árvore

A primeira parada de Boulos e Marta foi uma visita à aldeia indígena Tenondé-Porã, onde ouviram lideranças locais, assistiram a uma apresentação de canto e dança e posaram para fotos ao lado de um grupo de crianças.

Na praça Júlio César de Campos, os candidatos plantaram uma muda de cambuci, árvore nativa da Mata Atlântica, ao lado da estátua de uma das mais importantes escritoras da literatura brasileira, Carolina Maria de Jesus. Em seguida, a dupla seguiu para uma caminhada pelas ruas de comércio do bairro. Lá tomaram café preto sem açúcar em uma padaria, entraram em uma loja de roupas e, na calçada, cumprimentaram e atenderam pedidos de fotos com as pessoas que passavam.

Acompanharam Boulos e Marta nos compromissos na zona sul o deputado federal Rui Falcão (PT-SP), os deputados estaduais Eduardo Suplicy (PT-SP) e Ediane Maria (Psol-SP) e a vereadora Silvia Ferraro, da Bancada Feminista (Psol-SP).

A agenda também fez parte da programação do movimento Salve SP, que desde o ano passado, percorre as 32 subprefeituras da capital para ouvir demandas da população.

Prefeito visita UBS na zona oeste

O prefeito Ricardo Nunes (MDB), pré-candidato à reeleição, entregou nesta quinta-feira (22) obras de renovação de uma UBS na Vila Anglo, na zona oeste de São Paulo.

A nova unidade recebeu investimento de R$ 208.967,40 de recursos municipais e tem custeio mensal de aproximadamente R$ 570 mil. A capacidade de atendimentos dessa nova unidade passou de 2.280 mensais para cerca de 3.200.

Nunes ainda inaugurou a 15ª unidade do Descomplica SP, que oferece mais rapidez para que as pessoas acessem serviços públicos da cidade, e visitou obras nas áreas de habitação.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Política
Prefeito
Eleições municipais
Prefeitura
Eleições

Últimas notícias

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Outros cinco suspeitos foram presos; foram apreendidos três fuzis, duas pistolas e drogas
Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Neurologista era professora efetiva da Universidade Estadual de Goiás desde 2019 e agora está presa
Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Valor representa um aumento real (acima da inflação) de 11,02% frente ao mesmo período de 2023; recorde do semestre também foi batido
Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Eles foram resgatados pela Polícia Militar; grupo teve os celulares retirados e foi levado vendado até o local
Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Entidade de defesa do consumidor diz que justificativa da empresa de tecnologia é “questionável”
Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Criminosos foram capturados pela PRF após um serviço de monitoramento da Polícia Civil
Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Caso aconteceu na noite de quarta-feira (24) e repercutiu nas redes socais; veja
STJ acata pedido do governo e determina que INSS mantenha serviços essenciais e pelo menos 85% de equipes

STJ acata pedido do governo e determina que INSS mantenha serviços essenciais e pelo menos 85% de equipes

A decisão partiu da presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura
Ministra das Mulheres diz que PL do Aborto é "cruel" e "fere Código Penal"

Ministra das Mulheres diz que PL do Aborto é "cruel" e "fere Código Penal"

Cida Gonçalves comentou tema em entrevista ao programa Perspectivas, do SBT News
Eleições Municipais 2024: PSDB foca em Palmas para demarcar território após perda de espaço político

Eleições Municipais 2024: PSDB foca em Palmas para demarcar território após perda de espaço político

Prefeita reeleita Cinthia Ribeiro tenta manter comando da capital do Tocantins com os tucanos em meio ao avanço do bolsonarismo
Publicidade
Publicidade