Publicidade

Padilha anuncia "força-tarefa permanente" para nomeações em ministérios

Ministro diz haver 403 currículos de aliados do governo em análise pelas pastas

Padilha anuncia "força-tarefa permanente" para nomeações em ministérios
Publicidade

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, anunciou, nesta 6ª feira (16.jun), as primeiras decisões da reunião ministerial de ontem com o presidente Lula. A fala foi feita durante evento de comemoração aos 24 anos do Ministério da Defesa.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Em busca de conciliação do governo com a Câmara dos Deputados, o ministrou anunciou que haverá uma análise técnica para a composição do governo e que foi criada uma "força-tarefa permanente" para acelerar as nomeações de indicados por aliados nos ministérios. De acordo com Padilha, a tarefa ajudará a "desligar uma máquina que existia de criação de conflitos".

"Nós decidimos constituir uma força-tarefa permanente junto aos ministérios, decisão do presidente Lula, para acelerar a análise técnica dos ministérios para a composição do governo", disse Padilha. 

Ao todo, o ministro afirmou que há 403 currículos apresentados por congressistas e segmentos sociais que já estão em análise nos ministérios. De acordo também com o anúncio, as pastas passarão a informar, semanalmente, os líderes de Congresso que foram atendidos pelos ministros ou por representantes das pastas. 

"Para que se acelere o mais rápido possível essa composição, semanalmente, os ministros e assessores vão passar um mapa dos parlamentares atendidos nos ministérios. Semanalmente será entregue aos líderes para fazermos um mapeamento permanente", explicou o ministro.

Padilha também disse que não há discussões para a saída da ministra da Saúde, Nísia Trindade, mas confirmou que há conversas em relação a outros ministérios.  

"Não está em discussão, em relação ao Ministério da Saúde, a composição partidária. Tem outros ministérios que foram discutidos, o que é parte da democracia, se faz na democracia. O ministério do Turismo é um exemplo disso", falou.

CPMI dos Atos Golpistas

Em depoimento para a imprensa, o ministro defendeu os trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que trata sobre os ataques às sedes dos Poderes em 8 de janeiro e comentou a operação que a Polícia Federal fez, na tarde dessa 5ª (15.jun), contra o senador Marcos do Val (Podemos-ES). 

"A CPMI estabeleceu um calendário de apuração correto em relação a isso, e as duas revelações do dia de ontem, tanto a operação da Polícia Federal em cima de um senador quanto a descoberta de um plano detalhado que ficava ali com o ajudante de ordens de Bolsonaro, na minha opinião, são pregos finais do caixão daqueles que tentavam sustentar que o bolsonarismo era vítima do golpe quando a verdadeira vítima foi a democracia, o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal e o Executivo", disse Padilha.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
alexandre padilha
lula
governo lula

Últimas notícias

FALSO: É falso que Lula tenha inaugurado obra da transposição do São Francisco já inaugurada por Bolsonaro

FALSO: É falso que Lula tenha inaugurado obra da transposição do São Francisco já inaugurada por Bolsonaro

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Mega-Sena acumula pela oitava vez e prêmio vai a R$ 72 milhões

Mega-Sena acumula pela oitava vez e prêmio vai a R$ 72 milhões

Apostas para o próximo concurso podem ser feitas até as 19h00 de quinta-feira (18)
Greve em universidades: governo espera chegar a acordo com professores na sexta-feira (19)

Greve em universidades: governo espera chegar a acordo com professores na sexta-feira (19)

Categoria reivindica reestruturação de carreira e recomposição salarial
Pagodeiro "proibidão" era "empresário" dos negócios ligados ao PCC, diz MP

Pagodeiro "proibidão" era "empresário" dos negócios ligados ao PCC, diz MP

Latrell Brito usava empresas dele e de laranjas para simular concorrência em contratações de prefeituras alvos da Operação Munditia
Brasil Agora: Lula na Colômbia, PEC antidrogas e cadáver em agência bancária

Brasil Agora: Lula na Colômbia, PEC antidrogas e cadáver em agência bancária

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quarta-feira (16)
Tribunal define primeiros jurados para julgamento de Trump em NY

Tribunal define primeiros jurados para julgamento de Trump em NY

Ex-presidente dos EUA é acusado de subornar atriz pornô durante período eleitoral; júri será composto por 12 pessoas
Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Decisão faz parte do inquérito que investiga empresário por suposta obstrução de Justiça e incitação ao crime
+Milionária sorteia prêmio de R$ 173 milhões nesta quarta-feira (17)

+Milionária sorteia prêmio de R$ 173 milhões nesta quarta-feira (17)

Apostas podem ser feitas até as 19h em casas lotéricas ou pela internet
Zelensky assina lei para aumentar recrutas e preencher linha de frente na Ucrânia

Zelensky assina lei para aumentar recrutas e preencher linha de frente na Ucrânia

Decisão acontece em meio ao aumento da ofensiva russa no país
Senacon notifica Latam após passageiros esperarem 8h por voo

Senacon notifica Latam após passageiros esperarem 8h por voo

Viajantes foram transferidos de um avião para o outro até conseguirem embarcar para Madri
Publicidade
Publicidade