Publicidade

Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Vídeo de professora agredindo crianças de 3 e 4 anos em escola de São José do Rio Preto circulam na internet desde sexta-feira (21)

Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças
As imagens das agressões no circuito interno da escola vieram à tona na última sexta-feira (21) | Reprodução
Publicidade

A coordenadora e uma cuidadora da Creche Irmã Julieta, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, foram demitidas nesta terça-feira (25). A suspeita é de que elas tenham acobertado as agressões de uma professora contra crianças de três e quatro anos de idade dentro da escola. A informação foi divulgada pela administração do Centro Social Estoril, responsável pela creche.

"Nós lamentamos é que, se essas denúncias anônimas tivessem chegado para nós no dia que aconteceu, a professora estaria afastada há 10 dias", disse Manoel Neves, presidente do Centro Social Estoril.

+ Homem é preso por atirar cinco vezes contra casal no trânsito em São Paulo

As imagens das agressões no circuito interno da escola vieram à tona na última sexta-feira (21). Na sequência, vários outros registros nos quais a professora aparece tratando os alunos de forma hostil também surgiram, de forma anônima.

O caso foi encaminhado ao Ministério Público e um inquérito foi instaurado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em Rio Preto. A delegada do caso, Dálice Ceron, apelou à Justiça que entenda a gravidade da situação: "Os pais pediram providências e querem apuração desses fatos, porque é uma situação inconcebível. Que a Justiça leve em consideração a situação desses seres indefesos, nas mãos de pessoas que deveriam protegê-los", destacou.

+ Mãe mata filha recém-nascida de 10 horas de vida asfixiada com fita crepe no RS

Os pais dos alunos envolvidos já começaram a ser ouvidos pela polícia. Na segunda-feira (24), eles se reuniram com a administração da escola e, antes mesmo de terminar a reunião, o presidente foi agredido por pais que questionavam a relação dele com a funcionária.

A professora permanece afastada das funções e aguarda a investigação da polícia. O presidente afirma que todas as medidas estão sendo tomadas para que os fatos sejam apurados.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Agressão
Professores
Criança
São Paulo

Últimas notícias

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Publicidade
Publicidade