Publicidade

Caos no Equador chega ao quarto dia com 178 agentes penitenciários sequestrados por criminosos

Na noite passada, um ataque com explosivos a uma boate deixou duas pessoas mortas e nove feridas

Caos no Equador chega ao quarto dia com 178 agentes penitenciários sequestrados por criminosos
Publicidade

O caos instalado pela guerra contra o narcotráfico no Equador chegou ao quarto dia com 178 agentes penitenciários sequestrados pelos criminosos.

Em vídeo divulgado pelas redes sociais, os criminosos ameaçam os funcionários das prisões. A associação de servidores penitenciários do Equador pediu publicamente ajuda dos governantes para garantir a integridade de todos os reféns.

As escolas permanecem fechadas; o toque de recolher na madrugada também continua em todo o país. Na capital Quito, policiais e militares do Exército seguem monitorando as avenidas com revistas. São mais de 22 mil homens mobilizados em patrulhas. Em Guayaquil, as ruas estão desertas e muitos comércios se mantêm fechados.

Na noite passada, um ataque com explosivos a uma boate deixou duas pessoas mortas e nove feridas na cidade de El Coca, na região leste do Equador. Prédios vizinhos também foram atingidos. Apesar de ainda não identificar os responsáveis, autoridades classificam o caso como mais um ato de terrorismo.

A resposta mais dura do governo foi dada pelo ministro da Defesa. Ele disse que os criminosos despertaram a ira do país e declarou apoio irrestrito às Forças Armadas.

"Quiseram espalhar terror, mas despertaram nossa ira. Acreditaram que renderiam todo um país e se esqueceram que as Forças Armadas estão treinadas para a guerra", afirmou o ministro Gian Carlo Loffredo.

O governo brasileiro monitora de perto a situação no Equador. Além de colocar a Polícia Federal à disposição do país, o Brasil convocou os chefes das polícias de 13 nações para uma reunião nesta sexta-feira (12). O diretor-geral da PF, Andrei Passos, confirmou ao SBT que partiu dele a iniciativa. Por videoconferência, os dirigentes discutirão o narcotráfico e a integração das forças de segurança na região.

Para esse Uriã Fancelli, especialista em relações internacionais, é importante que o Brasil acompanhe a situação no Equador, já que as organizações criminosas podem se ramificar para outros países.

"O que acontece lá hoje é resultado daquilo que começou na Colômbia e daquilo que acontece no Peru. se o Brasil quiser, de fato, combater o narcotráfico, impedir que isso chegue no Brasil. Ele vai precisar de algum tipo de política coordenada também com é forças é de inteligência desses outros países".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

equador
trafico
criminosos
guerra
caos
sequestro
agentes penitenciarios

Últimas notícias

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Publicidade
Publicidade