Publicidade

2023 está a caminho de ser o ano mais quente já registrado, dizem cientistas

Planeta Terra pode terminar ano com 1,4ºC acima da temperatura média pré-industrial

2023 está a caminho de ser o ano mais quente já registrado, dizem cientistas
Reprodução
Publicidade
A intensificação da crise climática está levando 2023 a ser o ano mais quente já registrado na história. Segundo avaliação de cientistas da União Europeia (UE), divulgada nesta 4ª feira (8.nov), dados mostram que o planeta Terra teve o outubro com maior pico de calor em anos, contabilizando temperatura 1,7ºC acima do período pré-industrial (1850-1900).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News
+ Clima: o que pode ocorrer se o planeta ficar 3°C mais quente? 

O mesmo recorde foi alcançado nos últimos três meses, sobretudo devido à influência do fenômeno meteorológico El Niño. O temor dos cientistas é que o fenômeno continue se desenvolvendo nos próximos meses, o que deve resultar em novas temperaturas recordes. Isso significa que 2023 pode terminar com 1,4ºC acima da temperatura média pré-industrial.

"Quando combinamos todos os dados, os registros globais de temperatura do ar, de temperatura da superfície do mar, de gelo marinho, todas essas indicações nos mostram que nosso clima está mudando em um ritmo muito rápido. Podemos dizer com virtual certeza que 2023 será o ano mais quente já registrado", disse a vice-diretora do Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus da UE, Samantha Burgess.

A avaliação foi publicada poucas semanas antes da Conferência sobre as Mudanças Climáticas (COP-28), que será realizada entre 30 de novembro e 12 de dezembro, em Dubai. O encontro reúne quase 200 países e tem como objetivo desenvolver medidas precisas para preservar o meio ambiente e impedir que a temperatura global suba mais de 2ºC. 

Isso porque o Acordo de Paris estabelece metas de longo prazo para orientar as nações a reduzir substancialmente as emissões globais de gases de efeito estufa para limitar o aumento da temperatura global em 1,5ºC até 2100. A meta, no entanto, conseguirá ser cumprida apenas se os os países conseguirem reduzir as emissões significativamente até 2030.

+ "Precisamos parar com essa loucura", diz chefe da ONU sobre mudanças climáticas

Caso o objetivo não seja alcançado, cientistas alertam que o mundo terá cada vez mais eventos climáticos extremos, como chuvas fortes e ondas de calor severas, aumentando as destruições por inundações e incêndios florestais. O rápido derretimento das geleiras também aumentará o nível do mar, fazendo com que cidades costeiras desapareçam completamente.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
2023
ano mais quente
cientistas
uniao europeia
outubro mais quente da historia
periodo pre industrial
cop28
meio ambiente
mudanças climaticas
camila-stucaluc

Últimas notícias

Senado aprova Novo Ensino Médio com carga de 2.400 horas e espanhol obrigatório

Senado aprova Novo Ensino Médio com carga de 2.400 horas e espanhol obrigatório

Como o texto foi alterado, o projeto, agora, retorna à Câmara dos Deputados para uma nova votação
Conselho de Ética arquiva processo contra Fernanda Melchionna por “familícia Bolsonaro”

Conselho de Ética arquiva processo contra Fernanda Melchionna por “familícia Bolsonaro”

Ação foi movida pelo PL por ofensas em discussão com deputado Eduardo Bolsonaro e com senador Flávio Bolsonaro
Polícia apreende 200 kg de cocaína em supermercado de São Paulo

Polícia apreende 200 kg de cocaína em supermercado de São Paulo

Investigadores surpreenderam os traficantes que faziam a entrega da droga no estacionamento do local
Câmara do DF aprova projeto que permitirá mudanças urbanísticas drásticas em Brasília

Câmara do DF aprova projeto que permitirá mudanças urbanísticas drásticas em Brasília

Se sancionada, a lei liberará que prédios no setor hoteleiro possam aumentar de 3 para 12 andares e que comércios se instalem em área de embaixadas
Argentina retira sigilo de documento sobre atentados em associação judaica

Argentina retira sigilo de documento sobre atentados em associação judaica

Mais de 80 pessoas morreram no ataque; investigação mostra que os explosivos passaram Brasil
Moraes recua e libera conteúdo com denúncias contra Lira

Moraes recua e libera conteúdo com denúncias contra Lira

O ministro havia mandado derrubar um vídeo e dois textos sobre supostas agressões do presidente da Câmara à ex-esposa
Câmera de clínica de saúde mental flagra funcionário assediando paciente

Câmera de clínica de saúde mental flagra funcionário assediando paciente

Polícia de Pernambuco indiciou o homem por estupro de vulnerável, mas ele está foragido
Justiça de SP prende suspeitos de falsificar assinatura para soltar narcotraficante do PCC

Justiça de SP prende suspeitos de falsificar assinatura para soltar narcotraficante do PCC

O documento é um habeas corpus que autorizava a libertação de "Fuminho", braço direito do PCC
Governo da Argentina entrega ao Itamaraty lista de foragidos pelos ataques de 8 de janeiro

Governo da Argentina entrega ao Itamaraty lista de foragidos pelos ataques de 8 de janeiro

Relação com cerca de 60 nomes foi redirecionada ao Supremo Tribunal Federal (STF). Brasil deve pedir extradição de investigados e condenados
Veja o que e quem está por trás de Divertida Mente 2

Veja o que e quem está por trás de Divertida Mente 2

Reunimos 14 (ou mais) curiosidades sobre um dos filmes mais fofos do ano
Publicidade
Publicidade