Publicidade

Quem é Javier Milei, que levou as primárias na Argentina

Ele teve 30,17% dos votos na eleição que define os candidatos à presidência

Quem é Javier Milei, que levou as primárias na Argentina
javier_milei_perfil_14ago23
Publicidade

O candidato à presidência de extrema-direita Javier Milei venceu as eleições primárias da Argentina. Segundo a contagem oficial, que já apurou 95,12% dos votos, o político teve 30,17% dos votos, seguido por Sergio Massa (esquerda), com 21,35%, e por Patricia Bullrich (direita), com 16,99%.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

As eleições primárias funcionam como teste eleitoral para conferir as possibilidades das forças políticas e dos candidatos para o pleito oficial do país, que ocorre no dia 22 de outubro.

Quem é Javier Milei?

  • Filho de um motorista de ônibus que acabou sendo empresário do transporte e de uma dona de casa, Javier Milei tem 52 anos.
  • Cresceu em um lar marcado pela violência, em Buenos Aires, tanto que costuma dizer que, para ele, seus pais estão mortos.
  • Estudou no Colégio Cardenal Copello, em Villa Devoto. A passagem dele por lá foi marcada por bullying. Na biografia não autorizada, o jornalista Juan Luis González afirma que Milei era "um menino retraído e calado que gostava de dançar ao melhor estilo Mick Jagger" - do Rolling Stones.
  • Ainda segundo González, mais tarde, no ensino médio, Javier Milei se tornou o "El Loco" por causa dos desabafos que décadas depois o consolidaram como economista favorito da televisão argentina e deputado nacional - equivalente ao cargo de deputado federal no Brasil.
  • Aos dezoito anos, tentou ser goleiro das categorias de base do time Chacarita Junior. "Não sou torcedor do Chacarita, mas passei a fazer parte do time profissional em 1989", declarou à rádio Urbana Play FM de Buenos Aires.
  • Milei vive com cinco Mastiffs ingleses, cada um pesando cerca de 100 quilos, a quem ele reconhece como sua "verdadeira família".
  • Caso seja eleito, vai tentar colocar a irmã caçula, Kamila Milei, no papel de primeira-dama. Javier Milei é solteiro.

Carreira

  • Javier Milei é formado em Economia pela Universidade de Belgrano. Tem dois mestrados no Instituto de Desarrollo Económico e Social (IDES) e na Universidade Torcuato di Tella.
  • Foi economista-chefe da Máxima AFJP (empresa de previdência privada), economista-chefe do Estúdio Broda (empresa de assessoria financeira) e consultor governamental do Centro Internacional para a Arbitragem de Disputas Sobre Investimentos. Ele também era economista sênior do HSBC.
  • Milei também foi assessor do general Antonio Bussi, militar que foi governador da província de Tucumán durante a ditadura e, posteriormente, deputado nacional.
  • Economista-chefe da Fundação Acordar, o think tank do ex-governador peronista de Buenos Aires, Daniel Scioli. Trabalhou na empresa que administra a maioria dos aeroportos argentinos. O chefe dele era Eduardo Eurnekian, um dos homens mais ricos do país, também é dono da emissora de televisão onde ganhou fama.

Na política

  • Javier Milei é um político de extrema-direita. Fortemente conservador, ele segue o ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro e o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
  • Também é próximo do partido espanhol Vox - também de extrema-direita. Milei assinou a Carta de Madrid, um documento elaborado pelo Vox que descreve grupos de esquerda como inimigos do Ibero-América.
  • O candidato à presidência da Argentina é contra o aborto, mesmo em casos que a mulher tenha sido vítima de abuso sexual. Se eleito, deve acabar com o ministério da Mulher.
  • Milei costuma negar a existência do aquecimento global e credita, segundo ele, "a teoria à uma invenção cultural". E ainda é contrário ao movimento LGBT+.
  • Em 2021, foi eleito deputado com o lema "Não vim aqui para liderar cordeiros, mas para despertar leões".
  • Suas principais propostas de campanha presidencial são a dolarização da economia em etapas, a redução dos gastos estatais e a privatização de empresas públicas. Além disso, sugere o fim das verbas rescisórias para reduzir os custos trabalhistas.

Curiosidades

  • Milei se diz especialista em sexo tântrico.
  • Afirma que viu Jesus Cristo duas vezes.
  • Diz que recebeu de Deus a missão de ser o presidente da Argentina - o que inclui o fechamento do banco central do país, caso seja eleito;
  • Em 2017, o líder do partido "La Libertad Avanza" quando Conan, seu mastim labrador, vivia seus últimos dias, Milei contratou um feiticeiro e depois um homem que seria "especialista em comunicação entre espécies". 
  • Este último, segundo Milei, conseguiu "falar" com o cachorro, mesmo após a morte. O economista ficou chocado. Com o tempo, disse a pessoas próximas, também poderia "conversar" com pessoas mortas, como seus economistas favoritos - Friedman, Rothbard - e, graças à intercessão de Conan, com o "número um" - apontou o site La República.
  • Após a morte do animal de estimação, Milei ficou tão arrasado que o "clonou" os cães nos Estados Unidos. O processo resultou em seis filhotes que Javier Milei apresenta como "netos".
  • Cada um, diz ele, o aconselha. Se perguntado, Milei responde que Conan ainda está vivo. Mas não diz onde o cachorro estaria.

Se vencer as eleições no dia 22 de outubro - dia do aniversário de 53 anos - Javier Milei pode receber o presente de uma vida inteira.

* Com informações de agências internacionais

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
noticias
sbt news
argentina
javier milei
eleições
primárias
extrema-direita
conservadorismo
política
bolsonaro
trump
votação

Últimas notícias

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Paralisação nacional começou em abril. Retorno às aulas depende de decisão interna de cada instituição
Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Propostas de reajuste para as duas categorias foram aprovadas por 89 votos a 15
Testado na África, novo medicamento contra HIV alcança 100% de eficiência

Testado na África, novo medicamento contra HIV alcança 100% de eficiência

Ensaio clínico apontou que uma injeção semestral de lenacapavir deu proteção total contra o vírus
Número de peregrinos mortos na Arábia Saudita passa de 1.300

Número de peregrinos mortos na Arábia Saudita passa de 1.300

O ministro da Saúde saudita, Fahd bin Abdurrahman Al-Jalajel, disse que 83% das mortes são de peregrinos não autorizados
CNJ vai apurar esquema alvo da Polícia Federal de venda de sentenças no TJ paulista

CNJ vai apurar esquema alvo da Polícia Federal de venda de sentenças no TJ paulista

Luis Felipe Salomão, corregedor nacional de Justiça, abriu processo disciplinar contra desembargador Ivo de Almeida, afastado pelo STJ
“Achei que ela estava morta”, diz mãe após filha ser atacada por XL American Bully, no Reino Unido

“Achei que ela estava morta”, diz mãe após filha ser atacada por XL American Bully, no Reino Unido

A garota teve ferimentos em todo o corpo e espera por terapia há mais de um ano
Publicidade
Publicidade