Publicidade

Deputados dos EUA defendem extradição de Bolsonaro após ataques em Brasília

Ex-presidente está em Orlando, desde 30 de dezembro, após deixar o Brasil em um avião da FAB

Deputados dos EUA defendem extradição de Bolsonaro após ataques em Brasília
Jair Bolsonaro
Publicidade

O deputado democrata do Texas, Joaquin Castro, e a deputada democrata de Nova York, Alexandria Ocasio-Cortez, utilizaram o Twitter para pedir que os Estados Unidos parem de "conceder refúgio" ao ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), após os atos golpistas registrados em Brasília neste domingo (8.jan). 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Castro, em entrevista à CNN norte-americana, pediu a extradição de Bolsonaro, enquanto Ocasio-Cortez relembrou a invasão ao Capitólio, em Washington, em 6 de janeiro de 2021

"Quase 2 anos depois que o Capitólio dos Estados Unidos foi atacado por fascistas, vemos um movimento fascista no exterior tentando fazer o mesmo no Brasil. Devemos ser solidários com o governo democraticamente eleito de Lula. Os EUA devem parar de conceder refúgio a Bolsonaro na Flórida", escreveu a deputada. 

Bolsonaro está em Orlando, na Flórida, desde 30 de dezembro, após deixar o Brasil em um avião da Força Aérea Brasileira às vésperas da posse do novo governo. No país, ele está hospedado na casa do ex-lutador de MMA José Aldo.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
mundo
vandalos
capitólio
eua
deputados
invasão
golpistas
terroristas
governo

Últimas notícias

"Tatuzão" abre cratera em condomínio durante obras da Linha-6 Laranja do Metrô de SP

"Tatuzão" abre cratera em condomínio durante obras da Linha-6 Laranja do Metrô de SP

Em fevereiro de 2022, um acidente durante a construção da mesma estação deixou a Marginal Tietê interditada após a abertura de um buraco
Batagaika: "porta para o submundo" cresce 1 milhão de metros cúbicos por ano

Batagaika: "porta para o submundo" cresce 1 milhão de metros cúbicos por ano

Imagens de satélite descobriram o local em 1991, na República de Sakha, centro oriente da Rússia
Ministério da Saúde envia kits emergenciais para atender 195 mil pessoas no RS

Ministério da Saúde envia kits emergenciais para atender 195 mil pessoas no RS

Cada kit tem 32 tipos de medicamentos e 16 tipos de insumos, como luvas, seringas e ataduras
Morte por leptospirose é confirmada em cidade do Rio Grande do Sul

Morte por leptospirose é confirmada em cidade do Rio Grande do Sul

Município de Travesseiro é o primeiro a confirmar óbito; mais três pessoas recebem o tratamento para a doença
Poder Expresso: doenças e acúmulo de lixo são os próximos desafios do Rio Grande do Sul

Poder Expresso: doenças e acúmulo de lixo são os próximos desafios do Rio Grande do Sul

Esta edição discute as repercussões e os próximos passos do Irã após acidente de helicóptero que matou o presidente
Espanha ameaça romper relações diplomáticas com a Argentina após falas de Milei

Espanha ameaça romper relações diplomáticas com a Argentina após falas de Milei

Presidente argentino usou Begoña Gomez, mulher do primeiro-ministro Pedro Sánchez, para atacá-lo
Ex-advogado de Donald Trump, Michael Cohen admite ter roubado R$ 153 mil da empresa do ex-presidente

Ex-advogado de Donald Trump, Michael Cohen admite ter roubado R$ 153 mil da empresa do ex-presidente

Principal testemunha de julgamento criminal de Trump confirmou o ato em depoimento nesta segunda-feira (20)
Governo zera imposto de importação para garantir abastecimento e frear preço do arroz

Governo zera imposto de importação para garantir abastecimento e frear preço do arroz

Afetado por enchentes, Rio Grande do Sul é responsável por 70% da produção nacional do grão
Estados Unidos prestam apoio ao povo do Irã após morte do presidente

Estados Unidos prestam apoio ao povo do Irã após morte do presidente

Governo americano afirmou que está ao lado do povo iraniano em sua luta por direitos humanos
Dino mantém afastamento de desembargadores da Lava Jato

Dino mantém afastamento de desembargadores da Lava Jato

Magistrados do TRF4 foram afastados pelo Conselho Nacional de Justiça por supostas irregularidades em decisões tomadas durante a operação
Publicidade
Publicidade