Publicidade

Cade abre investigação contra Google e Meta por suposto abuso de poder

Empresas estariam utilizando plataformas digitais para realizar campanhas contra PL das Fake News

Cade abre investigação contra Google e Meta por suposto abuso de poder
"O Cade está atento e buscando combater infrações à ordem econômica em mercados digitais, alegou a instituição | Unsplash
Publicidade

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) instaurou, na 3ª feira (2.mai), um procedimento administrativo preliminar contra o Google e a Meta por suposto abuso de posição dominante. A ação envolve as discussões relacionadas ao Projeto de Lei 2630, conhecido como PL das Fake News.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A decisão foi tomada devido ao recebimento de denúncias de que as empresas estariam utilizando indevidamente as plataformas Google, YouTube, Facebook e Instagram para realizar campanhas em desfavor do projeto de lei. A suspeita é que o buscador esteja alterando os resultados de busca sobre a proposta e que as redes sociais estejam promovendo anúncios contra o tema.

"O Cade está atento e buscando combater infrações à ordem econômica em mercados digitais. Considerando a dinamicidade do setor e a sua importância para a economia mundial, a autarquia entende ser necessária a adoção de medidas céleres e precisas, observando as competências legais da autoridade antitruste", alegou a instituição.

No documento, a Cade aponta ainda que as empresas Google e Meta estão sendo investigadas em outros inquéritos que apuram indícios de infração à ordem econômica. São eles o Inquérito Administrativo nº 08700.002940/2019-76 (caso Google Android), Inquérito Administrativo nº 08700.003498/2019-03 (caso Google News), e Inquérito Administrativo nº 08700.006751/2022-78 (caso Jedi Blue).

Discussão sobre projeto

O PL das Fake News ganhou uma nova discussão nesta semana após o Google passar a exibir o texto "O PL das fake news pode aumentar a confusão sobre o que é verdade ou mentira no Brasil" na página principal do buscador. A iniciativa fez o Ministério da Justiça pedir uma apuração da ação da plataforma, apontada de "agir de forma abusiva".

+ Lira adia votação do PL das Fake News

O mesmo foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF), que pediu explicações sobre supostas alterações nos resultados de busca de conteúdos contra o PL, bem como sobre os investimentos em anúncios contrários à proposta. A Google, que já retirou a frase do buscador, negou estar ampliando o alcance de páginas com conteúdos contrários ao PL e defendeu a transparência em torno do debate.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
justica
cade
abre
investigaçao
google
meta
abuso de poder
pl fake news
discussao
tecnologia

Últimas notícias

Após fala de Maduro sobre banho de sangue, Lula diz que “os venezuelanos devem eleger quem eles quiserem”

Após fala de Maduro sobre banho de sangue, Lula diz que “os venezuelanos devem eleger quem eles quiserem”

Presidente brasileiro falou no evento no interior de São Paulo. Nicolás Maduro disse que haverá "banho de sangue" na Venezuela se ele não ganhar as eleições
Apagão interrompeu programação de veículos de comunicação pelo mundo

Apagão interrompeu programação de veículos de comunicação pelo mundo

O canal de notícias Sky News, que opera em países de língua inglesa, chegou a ficar fora do ar no mundo inteiro
Tempo deve seguir firme em quase todo o Brasil no fim de semana

Tempo deve seguir firme em quase todo o Brasil no fim de semana

Cenário deve durar até o início da semana que vem
Ataque com drone reivindicado pelos houthis do Iêmen deixa um morto em Tel Aviv

Ataque com drone reivindicado pelos houthis do Iêmen deixa um morto em Tel Aviv

O dispositivo foi detectado pelo Exército israelense, mas “uma falha humana” impediu o acionamento dos sistemas de interceptação e defesa
MG pede ao STF nova prorrogação para renegociar dívida com governo federal

MG pede ao STF nova prorrogação para renegociar dívida com governo federal

Prazo se encerra em 1º de agosto, mas estado pede mais 27 dias
Exclusivo: SBT mostra testes das novas câmeras corporais da PM que permitem apagar ocorrências

Exclusivo: SBT mostra testes das novas câmeras corporais da PM que permitem apagar ocorrências

Seis concorrentes alegam que a empresa vencedora do pregão foi beneficiada; ouvidor diz que vai pedir revisão do processo
Idosa é baleada no Rio de Janeiro após assalto a casa lotérica

Idosa é baleada no Rio de Janeiro após assalto a casa lotérica

Dois homens fugiam da polícia quando começou o confronto
 Número de eleitores jovens no Brasil aumenta 78,16%

Número de eleitores jovens no Brasil aumenta 78,16%

Voto é facultativo para população com 16 e 17 anos
Brasil suspende parte de exportações de frango após caso da doença de Newcastle no RS

Brasil suspende parte de exportações de frango após caso da doença de Newcastle no RS

Ministério declarou emergência zoossanitária no Rio Grande do Sul, por 90 dias, devido à detecção da doença
Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann após post sobre roubo de joias

Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann após post sobre roubo de joias

Presidente do PT fez uma série de acusações ao citar investigações da PF contra família Bolsonaro
Publicidade
Publicidade