Publicidade

Bolsonaro ataca Barroso e ministro rebate: "Mentir precisa voltar a ser errado"

Presidente chegou a chamar integrante do STF de "criminoso"

Bolsonaro ataca Barroso e ministro rebate: "Mentir precisa voltar a ser errado"
Publicidade

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), rebateu nesta 3ª feira (2.ago) uma afirmação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) de que o magistrado interferiu politicamente no Parlamento para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso não fosse aprovada. De acordo com Barroso, o chefe do Executivo federal mentiu.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

No ano passado, a PEC recebeu 229 dos 308 votos que precisava para ser aprovado e, assim, foi arquivada. Em entrevista à Rádio Guaíba, nesta 3ª feira, ao abordar o assunto, Bolsonaro chegou a chamar Barroso de "criminoso": "Quando você fala do voto impresso, no ano passado, o Congresso ia aprovar o voto impresso numa PEC. O que o Barroso fez? Ele era presidente do TSE. Foi dentro do Parlamento, nem tentou fazer escondido, para dentro do Parlamento, se reuniu com uma dezenas de líderes e, no dia seguinte, vários líderes trocaram os integrantes das comissões, de modo que eles votaram contra a PEC do voto impresso. Foi para plenário, nós ganhamos, mas não conseguimos 308 votos no plenário. Perdemos. Então, interferência direta do Barroso dentro do Congresso Nacional, para não aprovar o voto impresso. Interferência política, isso é crime previsto na Constituição. O Barroso é um criminoso".

Pelo Twitter, o ministro do STF, por sua vez, disse depois que "mentir precisa voltar a ser errado de novo". "Compareci à Câmara dos Deputados, como presidente do TSE, para debater o voto impresso, atendendo a TRÊS CONVITES OFICIAIS. E foi a própria Câmara que derrotou a proposta de retrocesso. Mas sempre haverá maus perdedores", completou.

Veja também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
justica
governo
luís roberto barroso
stf
jair bolsonaro
pec
voto impresso
câmara dos deputados
congresso
entrevista
acusação
resposta
tse
presidente
guilherme-resck

Últimas notícias

SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

Carro com três ocupantes foi prensado entre carretas; motorista de caminhão também não resistiu
Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25)
Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Quase 300 corpos foram encontrados por autoridades palestinas; ONU pediu investigação
Brasil Agora: Brazão fala a Deputados por vídeo; Moraes arquiva ação contra Bolsonaro

Brasil Agora: Brazão fala a Deputados por vídeo; Moraes arquiva ação contra Bolsonaro

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quinta-feira (25)
Governo divulga locais de prova do "Enem dos concursos" nesta quinta-feira (25); veja onde acessar

Governo divulga locais de prova do "Enem dos concursos" nesta quinta-feira (25); veja onde acessar

Processo seletivo oferta 6.640 vagas em 21 órgãos públicos federais; provas ocorrem em 5 de maio
Após alto número de mortes, SP atende pedido do STF para uso de câmeras em operações policiais

Após alto número de mortes, SP atende pedido do STF para uso de câmeras em operações policiais

Solicitação foi baseada em ação da Defensoria Pública do estado, que denunciou aumento da letalidade nas ações
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 6 milhões nesta quinta-feira (25)

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 6 milhões nesta quinta-feira (25)

Apostas podem ser feitas em casas lotéricas ou pela internet até as 19h
Veneza começa a cobrar taxa de 'visitantes de um dia' para combater turismo em excesso

Veneza começa a cobrar taxa de 'visitantes de um dia' para combater turismo em excesso

Viajantes deverão reservar datas e desembolsar 5 euros para visitar a cidade italiana
Conselho reduz taxa máxima de juros do consignado para 1,68%

Conselho reduz taxa máxima de juros do consignado para 1,68%

Mudança acompanha queda da taxa Selic e entrará em vigor cinco dias após publicação no Diário Oficial
Protestos contra guerra em Gaza resultam em novas prisões em universidades nos EUA

Protestos contra guerra em Gaza resultam em novas prisões em universidades nos EUA

Estudantes foram denunciados pelas instituições por ocupar campus
Publicidade
Publicidade