Publicidade

Zelensky agradece apoio, mas volta a cobrar EUA por zona de exclusão aérea

Segundo presidente ucraniano, medida auxiliaria a impedir bombardeios em áreas residenciais do país

Zelensky agradece apoio, mas volta a cobrar EUA por zona de exclusão aérea
Conflito no país chega ao 21º dia com expectativa de novas negociações | Reprodução/Ministério da Defesa da Ucrânia
Publicidade

Em pronunciamento para o Congresso dos Estados Unidos nesta manhã (16.mar), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, agradeceu o apoio do governo Biden, mas voltou a pedir a zona de exclusão aérea do país. Alocado ainda em Kiev, capital ucraniana, o líder afirmou que o número de ataques russos é incontável e que os bombardeios estão atingindo, principalmente, áreas residenciais.

+ Diário da Guerra 21: siga as últimas informações sobre o ataque à Ucrânia
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"A Rússia tem atacado os nossos céus trazendo a morte para milhares de pessoas. Os soldados russos já enviaram mais de mil mísseis, bombas e drones para a Ucrânia. É um terror que a Europa não via há 80 anos. Pedimos uma resposta. Uma resposta de todo o mundo", disse Zelensky, citando os ataques de Pearl Harbor, em 1941, e de 11 de setembro, em 2001, contra os Estados Unidos para exemplificar a situação do país.

Além da zona de exclusão aérea, o chefe de Estado citou outras medidas que podem ajudar as forças ucranianas na batalha com os russos, como o envio de aeronaves militares para o país. O pedido, no entanto, já foi negado anteriormente pelo presidente norte-americano, Joe Biden, que garantiu que a ação poderia iniciar uma terceira guerra mundial.

Ao mesmo tempo, Zelensky pediu que os países imponham novos pacotes de sanções contra a economia russa até que o país inimigo perca a força de investimento no combate militar. "Todas as empresas norte-americanas devem deixar a Rússia e deixar o mercado russo imediatamente. Ele [o mercado] está marcado com o nosso sangue. Por favor, eu peço que vocês façam pressão contra a economia russa para que eles não consigam mais nos destruir", apelou.

Por fim, o líder ucraniano propôs a criação de uma nova união de países para interromper conflitos militares imediatamente. Segundo ele, com a aliança, os líderes teriam o poder de interferir no diálogo das nações e suspender o combate armado em até 24 horas. "Poderíamos também levar assistência aos países necessitados, como armamentos e suprimentos básicos", acrescentou.

+ Zelensky reconhece que Ucrânia pode não entrar para a Otan

"Devemos prevenir qualquer tipo de destruição de países que planejam sufocar qualquer outra nação. Hoje, o povo ucraniano não está defendendo apenas a Ucrânia, mas sim a Europa inteira e os seus direitos. É por isso que os Estados Unidos estão nos ajudando, para manter a justiça viva, assim como a história", concluiu Zelensky.

Negociações

Mais cedo, as diligências da Rússia e Ucrânia sinalizaram que as negociações entre os países estão se encaminhando de forma complexa, mas significativa. De acordo com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, as lideranças estão perto de chegar a um acordo sobre alguns pontos específicos, como a garantia de segurança para Moscou e o status de neutralidade da Ucrânia.

O quarto encontro entre os representantes dos governos está em andamento há três dias, uma vez que as duas sessões anteriores foram interrompidas devido a diálogos mais "ríspidos". Apesar de possíveis negociações, os ataques pelas forças russas na Ucrânia continuam ativos. Nesta madrugada, três bombardeamentos foram registrados em áreas residenciais e há relatos de que caminhões com suprimentos humanitários estão sendo impedidos de acessar áreas mais vulneráveis.

Leia também

+ Kiev impõe toque de recolher de 35 horas para conter ameaças russas

+ Unicef diz que 55 crianças fogem da Ucrânia a cada minuto

+ Prefeito de Kiev envia carta ao Vaticano pedindo visita de Papa Francisco

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
zelensky
agradece
apoio
volta
cobrar
zona
exclusao aerea
eua
invasao
russia
conflito militar
bombardeios
areas residenciais
sançoes
congresso eua

Últimas notícias

Tribunal de Contas da União aprova com ressalvas contas do governo Lula relativas a 2023

Tribunal de Contas da União aprova com ressalvas contas do governo Lula relativas a 2023

Parecer prévio e relatório serão encaminhados pela Corte de Contas ao Congresso Nacional
Morre Jerry West, inspiração para logo da NBA e 3 vezes Hall da Fama do Basquete

Morre Jerry West, inspiração para logo da NBA e 3 vezes Hall da Fama do Basquete

Morre Jerry West, inspiração para logo da NBA e três vezes Hall da Fama do Basquete
 Idosa que desapareceu ao desembarcar em Natal é achada em mata

Idosa que desapareceu ao desembarcar em Natal é achada em mata

Rita Caetana de Sousa, de 70 anos, que estava desaparecida desde sábado (8)
Brigadeirão: armas do empresário envenenado são encontradas

Brigadeirão: armas do empresário envenenado são encontradas

Ex-namorado da mentora do crime vendeu o armamento e tentou comercializar outros objetos do homem para um conhecido, que prestou depoimento
7 funcionários da Cobasi são indiciados por mortes de animais durante enchente no RS

7 funcionários da Cobasi são indiciados por mortes de animais durante enchente no RS

Polícia estima que mais de 175 bichos morreram afogados; empresa diz que foi "surpreendida" por cheia e relatou "indignação" com indiciamento
Morre, aos 89 anos, a atriz Ilva Niño

Morre, aos 89 anos, a atriz Ilva Niño

Artista estava internada no Hospital Quali Ipanema, na zona sul do Rio, desde o dia 13 de maio
Governo deve trocar antenas parabólicas antigas de 5 milhões de famílias, diz presidente da Anatel

Governo deve trocar antenas parabólicas antigas de 5 milhões de famílias, diz presidente da Anatel

Carlos Baigorri diz ao Perspectivas que agência planeja ampliar público-alvo da troca gratuita de antenas para modelo digital
Senai e Google vão ajudar estudantes a encontrar emprego

Senai e Google vão ajudar estudantes a encontrar emprego

Central de carreiras usará IA do Google Cloud para mapear pontos fortes e fracos dos currículos dos candidatos para oferecer formação e vagas de trabalho
PF indicia ministro das Comunicações, Juscelino Filho, por desvio de emendas

PF indicia ministro das Comunicações, Juscelino Filho, por desvio de emendas

Relatório da investigação já foi enviado para o ministro Flávio Dino, relator do inquérito no STF e ex-colega de Esplanada
Motorista de caminhão de lixo morre após veículo cair dentro de piscina no RJ

Motorista de caminhão de lixo morre após veículo cair dentro de piscina no RJ

Acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (12), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense
Publicidade
Publicidade