Publicidade

Ford reavalia operações e anuncia saída da Rússia

Fabricante de automóveis expressou preocupação com invasão na Ucrânia e ameaça de paz

Ford reavalia operações e anuncia saída da Rússia
Empresa informou ainda que realizou uma doação de US$ 100 mil para um fundo que auxilia a população ucraniana em meio à guerra | Pexels
Publicidade

A Ford anunciou, na 4ª feira (27.out), a suspensão oficial das operações na Rússia. Em nota, a fabricante de automóveis, que já havia interrompido as atividades no país em março, disse estar "profundamente preocupada" com a invasão da Ucrânia e com o cenário que ameaça a paz e a estabilidade do mundo. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"A situação nos levou a reavaliar nossa operação na Rússia. Nos últimos anos, a Ford reduziu significativamente as operações na Rússia, que agora se concentram exclusivamente na fabricação de vans comerciais. Dada a situação, informamos que estamos suspendendo nossas operações na Rússia, com efeito imediato, até novo aviso", disse a Ford.

A empresa informou ainda que realizou uma doação de US$ 100 mil para o Global Giving Ukraine Relief Fund, que arrecada recursos para auxiliar a população ucraniana em meio à guerra. O fundo é destinado, sobretudo, para famílias que permanecem deslocadas no país devido ao conflito militar.

+ Ucrânia anuncia exumação de mil corpos em cidades reconquistadas

Desde que a Rússia anunciou a ofensiva na Ucrânia, dezenas de empresas suspenderam as atividades no país, como resposta ao governo. McDonald's, Coca-Cola, L'Oreal, Ferrari e Adidas estão entre as marcas que decidiram sair do país.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
ford
anuncia
saida
russia
operaçoes
invasao
ucrania
doaçao
global giving ukraine relief fund
conflito militar

Últimas notícias

Exclusivo: SBT mostra testes das novas câmeras corporais da PM que permitem apagar ocorrências

Exclusivo: SBT mostra testes das novas câmeras corporais da PM que permitem apagar ocorrências

Seis concorrentes alegam que a empresa vencedora do pregão foi beneficiada; ouvidor diz que vai pedir revisão do processo
Idosa é baleada no Rio de Janeiro após assalto a casa lotérica

Idosa é baleada no Rio de Janeiro após assalto a casa lotérica

Dois homens fugiam da polícia quando começou o confronto
 Número de eleitores jovens no Brasil aumenta 78,16%

Número de eleitores jovens no Brasil aumenta 78,16%

Voto é facultativo para população com 16 e 17 anos
Brasil suspende parte de exportações de frango após caso da doença de Newcastle no RS

Brasil suspende parte de exportações de frango após caso da doença de Newcastle no RS

Ministério declarou emergência zoossanitária no Rio Grande do Sul, por 90 dias, devido à detecção da doença
Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann após post sobre roubo de joias

Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann após post sobre roubo de joias

Presidente do PT fez uma série de acusações ao citar investigações da PF contra família Bolsonaro
Descubra a beleza rústica do nordeste brasileiro em Paripueira, Alagoas

Descubra a beleza rústica do nordeste brasileiro em Paripueira, Alagoas

Aproveite o encanto rural e as praias com piscinas naturais desse recanto ecológico
STF ordena que São Paulo suspenda nova licitação para iluminação pública

STF ordena que São Paulo suspenda nova licitação para iluminação pública

Decisão de Flávio Dino ocorre após alerta do TCM-SP sobre prejuízos bilionários aos cofres públicos
Polícia realiza reprodução em 3D do acidente com Porsche que matou motorista de app

Polícia realiza reprodução em 3D do acidente com Porsche que matou motorista de app

Motorista do veículo de luxo estava a 136 km/h no momento da colisão
Paraguai negocia compra de seis aviões da Embraer por R$ 530 milhões

Paraguai negocia compra de seis aviões da Embraer por R$ 530 milhões

Aquisição faz parte de um conjunto de esforços do país vizinho para combater o tráfico de drogas
Sistemas do STF voltam a funcionar após apagão cibernético

Sistemas do STF voltam a funcionar após apagão cibernético

Intervenção manual em todas as estações de trabalho corrigiu problema no Supremo
Publicidade
Publicidade