Publicidade

"Dama do tráfico" teve passagens aéreas custeadas por ministério

Pasta dos Direitos Humanos bancou viagem a Brasília para participantes de encontro de prevenção e combate à tortura

"Dama do tráfico" teve passagens aéreas custeadas por ministério
Luciane Barbosa Farias | reprodução/Instagram
Publicidade

O Ministério dos Direitos Humanos pagou passagens aéreas para trazer Luciane Barbosa Farias a Brasília. A mulher ficou conhecida como a "Dama do Tráfico amazonense", após ser identificada como a esposa de um líder do Comando Vermelho, e ter participado de encontros com secretários que atuam na Esplanada do presidente Lula.

Por meio de nota, divulgada nesta 4ª feira (15.nov), a pasta confirma o pagamento, com posição de que o custeio não foi feito diretamente a Luciane, mas a todos os indicados a participar de um encontro que discutiu mecanismos de prevenção e combate à tortura. A reunião foi realizada na última semana, nos dias 6 e 7 de novembro.

O ministério também afirma que o nome dela foi uma indicação do comitê estadual do Amazonas, sem que ela tenha sido selecionada pelo próprio órgão. A pasta ainda diz que os recursos para custeio de participantes são do Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (CNPCT).

"Nem o ministro, nem a secretária nem qualquer pessoa do gabinete do ministro teve contato com a indicada ou mesmo interferiram na organização do evento que, insistimos, contou com mais de 70 pessoas do Brasil todo e que franqueou aos comitês estaduais a livre indicação de seus representantes", diz trecho de comunicado divulgado.

Em nota, divulgada no início da semana, Luciana afirmou que as reuniões das quais participou em Brasília foram para tratar questões institucionais, e que ela é presidente de uma entidade que trabalha por melhorias de condições em presídios. Também disse não fazer parte de facção criminosa.

"Não sou faccionada de nenhuma organização criminosa e venho, sim, como inúmeras outras esposas e familiares, sendo criminalizada pelo fato de ser esposa de um detento. Minha luta é por garantir dignidade e direitos fundamentais ao meu esposo e outros internos no injusto sistema carcerário no meu estado e no Brasil. Queremos o fim da pena de fome, que familiares não sejam privados de suas visitas, fim da tortura e uma série de outras mazelas", afirma, em nota.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
governo
ministério dos direitos humanos
dama do tráfico
dama do tráfico no amazonas
comando vermelho amazonas

Últimas notícias

GO: Morre mulher que teria sido espancada por fisiculturista

GO: Morre mulher que teria sido espancada por fisiculturista

Suspeito segue preso e câmeras registraram quando o homem sai do condomínio, carregando a vítima desacordada
Brasil se aproxima de 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil se aproxima de 3 mil mortes por dengue em 2024

Ministério da Saúde já confirma 2.959 óbitos pela doença; outros 2.662 estão sob investigação
CONTEXTUALIZANDO: Detentos em abrigos do RS são do semiaberto e não têm relação com crimes de violência sexual

CONTEXTUALIZANDO: Detentos em abrigos do RS são do semiaberto e não têm relação com crimes de violência sexual

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Polícia da Bahia se consolida como a que mais mata no Brasil em 2024

Polícia da Bahia se consolida como a que mais mata no Brasil em 2024

Estado deixa para trás SP e RJ na lista de letalidade policial; em média, 18 pessoas foram mortas por dia por agentes de segurança no Brasil no 1º trimestre
Brasil Agora: Lixo toma conta de ruas em Porto Alegre; Lula sanciona Perse

Brasil Agora: Lixo toma conta de ruas em Porto Alegre; Lula sanciona Perse

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quinta-feira (23)
Derrotada nas primárias, Nikki Haley anuncia voto em Trump nas eleições dos EUA

Derrotada nas primárias, Nikki Haley anuncia voto em Trump nas eleições dos EUA

Política foi o último obstáculo para a nomeação do ex-presidente no Partido Republicano
Imposto de Renda 2024: Receita abre consulta ao 1º lote de restituição nesta quinta-feira (23)

Imposto de Renda 2024: Receita abre consulta ao 1º lote de restituição nesta quinta-feira (23)

Créditos somam R$ 9,5 bilhões e serão depositados para mais de 5,5 milhões de contribuintes
Médico é afastado após negar atestado para mãe cuidar de filho doente

Médico é afastado após negar atestado para mãe cuidar de filho doente

Profissional alegou que criança de cinco anos poderia ficar sozinha em casa; Conselho Regional de Medicina do Paraná investiga o caso
RS recebe primeiras unidades de habitação emergencial enviadas pela ONU

RS recebe primeiras unidades de habitação emergencial enviadas pela ONU

Estruturas são montáveis e serão instaladas para acolher desabrigados
Tornado devasta estado e deixa cinco mortos nos EUA

Tornado devasta estado e deixa cinco mortos nos EUA

Fenômeno foi classificado na categoria EF-3 pelo Serviço Nacional de Meteorologia; cidade de Greenfield foi a mais afetada
Publicidade
Publicidade