Publicidade

Mercadante evita falar sobre PEC e reação do mercado após discurso de Lula

Ex-ministro afirma que transição discute corte de despesas e aumento da eficiência do gasto público

Mercadante evita falar sobre PEC e reação do mercado após discurso de Lula
Publicidade

O ex-ministro Aloizio Mercadante, coordenador dos grupos temáticos do Gabinete de Transição, se recusou a falar sobre a PEC da Transição e sobre a reação do mercado financeiro após a crítica que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), fez sobre o teto de gastos públicos no segundo dia da 27ª Conferência da ONU sobre as Mudanças Climáticas (COP 27), no Egito. 

"O Brasil era o país que mais recebia investimento direto no mundo. E vai voltar a ser. A entrada de recursos vai trazer o câmbio para uma posição mais segura. Diminui a pressão inflacionária e permite baixar a taxa de juros", afirmou Mercadante durante conversa com jornalistas, no final da tarde desta 5ªfeira (17.nov), no Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília.

Sobre a PEC da Transição, Mercadante disse que não ter "competência para falar do assunto". "Nós temos um grupo de economia que está trabalhado em cima desse tema, e em um momento oportuno, assim como os demais grupos, vocês receberão todas as informações", completou.

Precariedade na transição

Nesta tarde, o coordenador também apresentou os 31 grupos de trabalho, detalhando informações sobre o funcionamento da coordenação, apoio jurídico e análise de execução orçamentária. Ele também afirmou, como já noticiado pelo SBT News, que os integrantes dos grupos são, na maioria, voluntários. "Os recursos que nós temos são muito escassos. Desde 2018, o valor não é atualizado para a transição. Só 14 pessoas estão recebendo atualmente", disse.

Mercadante afirmou ainda que há "sérios problemas" no orçamento das pastas para a próxima gestão. Segundo o ex-ministro não há verbas para serviços da Saúde, Infraestrutura e Educação:

"Na Infraestrutura, não tem recurso para manutenção de estrada. Você pega a Saúde e é inconcebível que não tenha recursos para pessoas tratarem câncer. Isso vai virar metástase. Vai aumentar o custo do SUS. É prevenção. É tratamento. Eu estou falando das cirurgias eletivas na pandemia, de farmácia popular [...] A discussão do orçamento, nós precisamos partir da vida real das pessoas, das necessidades mais relevantes da sociedade". 

Indagado sobre forma alternativa de gerar receita, o ex-ministro adiantou que o Gabinete de Transição do governo eleito está fazendo uma discussão aprofundada sobre corte de despesas e aumento da eficiência do gasto público. "Tem uma discussão aprofundada sobre corte de despesas, aumento de eficiência do gasto público, combater desperdícios que estamos identificando. Aumento de receita não significa aumento de carga tributária", afirmou.

Anúncio da Defesa

O ex-ministro informou ainda que o gabinete de transição deve formalizar a instalação de um grupo técnico da Defesa, que deve ter a participação de oficiais das Forças Armadas, quando Lula voltar para o Brasil.

"Do GT de defesa, acho que vamos ter uma excelente composição, mas nós só vamos bater o martelo com o presidente. Como o presidente viajou e teve uma agenda muito pesada, com muita coisa acontecendo, nós vamos esperar, não faz diferença nenhuma [...] Pode ter algumas questões institucionais, o lugar das Forças Armadas, a relação com a Constituição, mas isso não é um papel do grupo de trabalho", afirmou.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
aloizio mercadante
mercadante
transição
governo
pec

Últimas notícias

Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Decisão faz parte do inquérito que investiga empresário por suposta obstrução de Justiça e incitação ao crime
+Milionária sorteia prêmio de R$ 173 milhões nesta quarta-feira (17)

+Milionária sorteia prêmio de R$ 173 milhões nesta quarta-feira (17)

Apostas podem ser feitas até as 19h em casas lotéricas ou pela internet
Zelensky assina lei para aumentar recrutas e preencher linha de frente na Ucrânia

Zelensky assina lei para aumentar recrutas e preencher linha de frente na Ucrânia

Decisão acontece em meio ao aumento da ofensiva russa no país
Senacon notifica Latam após passageiros esperarem 8h por voo

Senacon notifica Latam após passageiros esperarem 8h por voo

Viajantes foram transferidos de um avião para o outro até conseguirem embarcar para Madri
EUA devem anunciar sanções contra o Irã nos próximos dias, diz governo

EUA devem anunciar sanções contra o Irã nos próximos dias, diz governo

Restrições devem englobar o programa de mísseis e drones do país, utilizado no ataque contra Israel
SBT News na TV: Lula chega a Bogotá para encontro com Gustavo Petro; Senado aprova PEC das Drgoas

SBT News na TV: Lula chega a Bogotá para encontro com Gustavo Petro; Senado aprova PEC das Drgoas

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta quarta-feira (17); assista!
STF condena mais 8 pessoas por participarem dos atos golpistas do 8/1

STF condena mais 8 pessoas por participarem dos atos golpistas do 8/1

Penas foram fixadas entre 14 e 17 anos de prisão; total de condenações chega a 196
Caixa libera nova rodada de pagamento do Bolsa Família; veja quem recebe

Caixa libera nova rodada de pagamento do Bolsa Família; veja quem recebe

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimento virtualmente
SP recebe feira de turismo em meio à recuperação do setor

SP recebe feira de turismo em meio à recuperação do setor

Evento WTM Latin America acontece no Expo Center Norte, entre 15 e 17 de abril
Consórcio Novo Litoral vence leilão de rodovias com sistema de pedágio Free Flow

Consórcio Novo Litoral vence leilão de rodovias com sistema de pedágio Free Flow

Ausência de cabines de pedágio no sistema tem causado confusão para alguns motoristas
Publicidade
Publicidade