Publicidade

FMI projeta crescimento de 2,1% para economia brasileira este ano

Cálculo é quase o dobro do estimado anteriormente; média dos países emergentes prevê crescer 4%

FMI projeta crescimento de 2,1% para economia brasileira este ano
Crescimento brasileiro
Publicidade

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para cima a projeção de crescimento da economia brasileira para este ano: em lugar da estimativa anterior de 1,2% de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) do país, o cálculo é agora de alta de 2,1%. O resultado consta do relatório Perspectiva Econômica Mundial (WEO, na sigla em inglês), desta 3ª feira (25.jul).

 + Leia as últimas notícias no portal SBT News

A melhora na expectativa do FMI leva em conta o avanço do primeiro trimestre, que surpreendeu em alta de 1,9%, puxado fortemente pelo setor do agronegócio. 

"A revisão para cima para 2023 reflete um crescimento mais forte do que o esperado no Brasil dado o aumento da produção agrícola no primeiro trimestre de 2023, com repercussões positivas na atividade de serviços" - Fundo Monetário Internacional 

Positivo mas nem tanto

Se confirmada a margem de crescimento, o país terá desempenho bastante inferior aos de economias em desenvolvimento, que projetam alta de 4% em média neste ano. A Índia terá, segundo o Fundo, o crescimento mais significativo: 6,1% este ano, e 7,2% no ano que vem. Os Estados Unidos devem crescer 1,8% em 2023. A Alemanhã tem previsão de evolução negativa de - 0,3% este ano. Veja países mais bem posicionados no ranking elaborado pelo FMI. 

crescimento das economias
Crescimento principais economias | FMI - Reprodução/SBT

Para o ano que vem a previsão de crescimento do Brasil é de 1,2%, abaixo dos 1,4% calculados pelo Fundo em maio. O país impulsiona a projeção para América Latina e Caribe, que têm estimativa de crescimento 1,9% regional em 2023. 

Mundo maior

Em relação à economia global, o crescimento diminuirá dos 3,5% do ano passado para 3% neste ano e no próximo, uma atualização de 0,2 pontos percentuais para 2023 em relação às projeções de abril feitas pelo FMI. A inflação global deverá cair de 8,7% no ano passado para 6,8% este ano, uma revisão para baixo de 0,2 ponto percentual e 5,2% em 2024.

"A desaceleração está concentrada nas economias avançadas, onde o crescimento cairá de 2,7% em 2022 para 1,5% este ano e permanecerá moderado em 1,4% no ano que vem. A zona do euro, ainda se recuperando do forte aumento do preço do gás causado pela guerra no ano passado, deve desacelerar acentuadamente. Por outro lado, o crescimento nos mercados emergentes e nas economias em desenvolvimento ainda deve aumentar, com o crescimento ano a ano acelerando de 3,1% em 2022 para 4,1% neste ano e no próximo" - Fundo Monetário Internacional 

Leia também

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
noticias
economia
fmi
pib
guto abranches

Últimas notícias

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
PL que cria cadastro nacional de agressores deve ser analisado pelo Senado

PL que cria cadastro nacional de agressores deve ser analisado pelo Senado

Previsão é de que avaliação seja realizada nos próximos dias
Comidas típicas de Festa Junina estão mais caras com inflação

Comidas típicas de Festa Junina estão mais caras com inflação

Levantamento do Instituto de Economia da Fundação Getúlio Vargas, divulgado com exclusividade para o SBT, analisou 27 itens tradicionais juninos
Publicidade
Publicidade