Publicidade

Quase 90% dos médicos se contaminaram ou tiveram conhecidos com covid

Dado leva em conta apenas os últimos dois meses; com aumentos de casos, profissionais se sentem sobrecarregados

Quase 90% dos médicos se contaminaram ou tiveram conhecidos com covid
Publicidade

Pesquisa divulgada nesta 5ª feira (3.fev) pela Associação Médica Brasileira e a Associação Paulista de Medicina apontou que quase nove entre dez médicos (87,4%) contraíram covid-19 ou conhecem colegas que se contaminaram nos últimos dois meses no ambiente de trabalho.   

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Mais da metade desses profissionais atuam na linha de frente de hospitais e prontos-socorros que recebem pacientes com covid-19. Cerca de 96% dos médicos notaram uma tendência de alta no número de casos da doença em relação ao último trimestre, e 40% dos profissionais notaram uma alta com relação ao número de mortes.  

Oito em cada dez médicos (81,4%) observaram que a ocupação das Unidades de Tratamento Intensiva (UTIs) está menor que nos momentos mais críticos da pandemia em 2021.  

Para 44,8% dos entrevistados, faltam médicos, enfermeiros ou outros profissionais da saúde nas unidades ondem trabalham -- um aumento de 12,3% em relação ao ano passado (32,5% em fevereiro de 2021). 

Após quase dois anos do início da pandemia, 19,2% dos médicos afirmaram que não há testes disponíveis nas unidades de saúde que atuam. Com o aumento de casos decorrente da variante Ômicron, metade dos profissionais ouvidos na pesquisa se sente esgotada e apreensiva no ambiente de trabalho. 

Seis entre dez dizem estar sobrecarregados e estressados, com exaustão física ou emocional, ansiedade e dificuldade para dormir e avaliam que a circulação de informações enganosas também tem interferido no enfrentamento à covid-19. 

Mais de 70% dos médicos constataram que pacientes infectados com o novo coronavírus têm apresentado sequelas após a recuperação. Dor de cabeça incessante, fadiga, dores no corpo e perda de olfato e paladar são as mais comuns. Doenças não relacionadas à covid, como câncer, diabetes, problemas cardíacos e hipertensão, têm se agravado em pacientes que deixaram de buscar atendimento com medo de se contaminarem. 

Sete em cada dez médicos reprovam a atuação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga e a orientação do Ministério à população sobre a importância da vacinação.  

O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 31 de janeiro de 2022 com 3517 profissionais, sendo 58,4% de homens e 41,6% de mulheres. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. 

+ Casos de covid em presídios subiram dez vezes em janeiro, diz CNJ

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
brasil
covid
medicos
contaminacao
associacao medica brasileira
associacao paulista de medicina
pesquisa
joao-carlos-coutinho

Últimas notícias

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Pesquisa do Hospital Albert Einstein mostra que, na maioria dos casos, a doença pode ser tratada com medicação
Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito pessoas no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

"Central de telemarketing do crime" funcionava em São Paulo; idosos eram vítimas preferidas
Publicidade
Publicidade